Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Lucro da Marisa Lojas cai 33,1%

A empresa teve crescimento de 15,3% nas despesas com vendas no segundo trimestre

Por Da Redação
3 ago 2012, 08h03

A Marisa Lojas S.A. encerrou o segundo trimestre de 2012 com lucro líquido consolidado de 47,6 milhões de reais, o que representa uma queda de 33,1% em relação ao mesmo período do ano passado. A receita líquida avançou 9,6% na mesma base de comparação para 693,5 milhões de reais.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) totalizou 120,7 milhões de reais, montante 8,9% menor que o registrado em igual intervalo do ano passado. A margem Ebitda ficou em 17,4%.

A Marisa Lojas registrou crescimento de 15,3% nas despesas com vendas no segundo trimestre ante igual período do ano passado, somando 187 milhões de reais. A cifra representa 32,2% da receita líquida da companhia. De acordo com a empresa, o crescimento das despesas com vendas em termos nominais foi em linha com o crescimento da área de vendas, equivalente a 15%, com ganho da inflação no período.

Já as despesas gerais e administrativas apresentaram queda de 13,4% na mesma comparação, atingindo 24 milhões de reais ou 4,1% da receita líquida. “Esse resultado reflete iniciativas de nosso Plano de Eficiência, associadas ao controle de despesas com pessoal e orçamento mais restritivo para o ano”, explica a varejista em relatório de resultados do trimestre.

Conforme documento, as outras despesas operacionais foram de 2,5 milhões de reais, equivalentes a 0,4% da receita líquida, frente a outras receitas operacionais no segundo trimestre de 2011 de 9,5 milhões de reais. Entre abril e junho o resultado operacional caiu 26,2% ante igual intervalo do ano passado, para 81,9 milhões de reais.

Continua após a publicidade

A Marisa Lojas teve aumento de 4,5% nas vendas ‘mesmas lojas’ (lojas que têm mais de 13 meses de operação) no segundo trimestre deste ano ante igual intervalo do ano passado. No conceito todas as lojas, a receita líquida cresceu 13,7% no período, atingindo 581,4 milhões de reais.

Em relatório, a companhia destaca que a melhora do desempenho das novas lojas – entendidas como aquelas não contempladas no cálculo do crescimento mesmas lojas – tendo em vista o aumento da diferença entre crescimento mesmas lojas e crescimento todas as lojas em relação ao primeiro trimestre deste ano e o quarto trimestre de 2011.

(Com Agência Estado)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.