Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Dólar comercial cai 0,12% e fecha a R$ 1,713

Por Da Redação
13 set 2011, 18h55

A aversão ao risco diminuiu no início da tarde, após notícias de que o primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, participará de uma teleconferência com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente da França, Nicolas Sarkozy, amanhã. Com isso, o dólar comercial, que chegou a atingir a máxima de R$ 1,7170 por volta das 10 horas, inverteu o movimento e encerrou a terça-feira em queda de 0,12%, a R$ 1,7130. Na mínima a divisa atingiu R$ 1,7040 por volta das 14h40.

Na BM&F, o dólar à vista fechou valendo R$ 1,7087 com declínio de 0,60%. Na mínima, a moeda atingiu R$ 1,7040 e na máxima, R$ 1,7173. O giro total à vista até 16h38 na clearing de câmbio era de US$ 2,098 bilhões, dos quais US$ 1,587 bilhão em D+2. O BC fez um leilão de compra à vista de dólar à tarde, e fixou a taxa de corte em R$ 1,709.

Um operador de câmbio de uma grande corretora disse não acreditar que possa haver progresso expressivo nas negociações mas, pelo menos, por enquanto, tira o foco sobre o possível calote na Grécia. Isso, porém, não significa uma mudança de perspectiva sobre a Grécia. “A Grécia está agonizando”, disse, lembrando que a situação grega se parece com a ocorrida com a Argentina em 2001, quando o país declarou calote. “Mais cedo ou mais tarde a Grécia deve adotar o mesmo caminho e ainda sair da zona do euro”, aposta o operador.Para ele, as eventuais dificuldades dos bancos franceses podem estressar mais o mercado do que a concretização de calote grego.

No mercado internacional, o euro também foi influenciado pela notícia do encontro entre Merkel e Sarkozy e, às 16h46, o euro subia a US$ 1,3696, ante US$ 1,3680 no fim da tarde de ontem em Nova York. O euro era negociado a 105,31 ienes de 105,55 ienes. Por aqui, o fluxo de exportador segue positivo. Para outro operador, o exportador está aproveitando o atual patamar da moeda para internalizar boa parte dos recursos que estão lá fora.

(Com Agência Estado)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.