Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Desemprego bate recorde de 12,1% na zona do euro

Março foi o 23º mês consecutivo de aumento do índice de desemprego

O índice de desemprego na zona do euro bateu um novo recorde em março, a 12,1% da população economicamente ativa, e afetava 19,2 milhões de pessoas, em um contexto de recessão econômica, segundo dados oficiais divulgados nesta terça-feira. Março foi o 23º mês consecutivo de aumento do índice de desemprego. Mais 62.000 pessoas entraram para a lista de pessoas em busca de trabalho, segundo a agência de dados da zona do euro. “O desemprego permanece em um nível muito elevado na Europa”, declarou o comissário do Emprego e Assuntos Sociais, Laszlo Andor.

No conjunto da União Europeia (UE), o desemprego alcançou a marca de 26,5 milhões de pessoas, ou seja, 10,9%, com mais 69.000 desempregados em comparação ao mês anterior. A Grécia continua como o país da zona do euro com maior taxa de desemprego, 27,2%, segundo os dados de janeiro. A Espanha aparece em seguida, com 26,7% em março.

Também nesta terça-feira, a Alemanha anunciou que o desemprego no país permaneceu estável em abril, a 6,9% da população ativa. O mês de abril, no entanto, registrou 4.000 desempregados a mais que março, um número levemente superior ao esperado pelos analistas.

Em termos brutos (sem levar em consideração os efeitos do calendário), o desemprego retrocedeu de 7,3% em março a 7,1% em abril.

(Com agência France-Presse)