Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Xapuri é o melhor restaurante brasileiro e regional de BH

Mais que tradicional, o restaurante fundado por dona Nelsa Trombino segue imbatível na categoria

Por Daniel Salles, Rafael Rocha, Juliana Koch, Juliana Soares, Lígia de Matos, Marcus Celestino, Mariana Celle e Rafaela Matias Atualizado em 9 dez 2017, 13h21 - Publicado em 9 dez 2017, 04h02

Saudosos do clima de fazenda não têm do que reclamar por aqui. As longas mesas com bancos de madeira espalham-se por ambientes com teto de palha. Bananeiras, samambaias e plantas do gênero fazem as vezes de itens de decoração. E ainda há o fogão a lenha, sempre crepitando, que exala aquele irresistível perfume de comida caseira. Na curva dos 80 anos, dona Nelsa Trombino, a fundadora, já não responde pelo dia a dia da cozinha. Este passou para as mãos de um dos filhos dela, Flávio Figueiredo, que aprendeu a arte de preparar clássicos da culinária mineira com a mãe. Faça como grande parte da clientela e peça logo o pastel de angu com carne-seca (R$ 35,40, dez unidades) ou o bolinho de mandioca com mussarela (R$ 33,40, doze unidades) e uma cerveja Original ou Heineken (R$ 12,90 cada uma, de 600 mililitros). Para fãs de cachaça, não há melhor escolha que a sequência de três meias-doses da mítica Anísio Santiago, da Encantos da Marquesa Ouro e da Áurea Custódio 5 anos (R$ 58,00). A maioria dos pratos principais farta duas ou mais pessoas. É o caso do miolo de alcatra na chapa com cebola-roxa, moranga e batata-doce rústica, acompanhado de vinagrete de pimenta dedo-de-moça, arroz de pequi e farofa de castanha-de-baru (R$ 88,90). Mas pé no freio: por se tratar de um restaurante de comida mineira, é obrigatório reservar espaço para as sobremesas. As melhores delas, como o doce de leite mole, a ambrosia e o pudim de leite condensado, ficam dispostas num bufê self-service com mais de trinta opções (R$ 8,90 cada 100 gramas). O cafezinho é por conta da casa. Rua Mandacaru, 260, Pampulha, ☎ 3496-6198 (480 lugares). 12h/23h (dom. e feriados até 18h; fecha seg.). Aberto em 1987. $$

Figueiredo: ele aprendeu com a mãe receitas Victor Schwaner/VEJA

2º lugar: Alguidares
A casa tem foco em pratos baianos, como o bobó de camarão escoltado por arroz e farofa de dendê (R$ 185,00, para duas pessoas) e a moqueca vegetariana, de coco com banana-da-terra, ladeada por pirão vegano  arroz (R$ 90,00). Antes dos pratos principais, pode vir à mesa casquinha de siri (R$ 23,00) e, depois, a sobremesa chiclete com banana. Consiste em sorvete de creme com doce de banana quente por cima (R$ 20,00). Rua Pium-Í, 1037, Anchieta, ☎ 3221-8877 (120 lugares). 12h/15h e 19h/0h (seg. só jantar, sáb. sem intervalo, dom. 12h/18h). Aberto em 1996. $$$$

3º lugar: Paladino
Autointitulado o único restaurante-fazenda dentro de Belo Horizonte, é um passeio agradável para famílias. Todos os temperos, ervas e flores usados nas receitas são da própria horta do lugar. O proprietário Marcelo Haddad tem passado mais tempo na cozinha e vem desenvolvendo pratos mais elaborados. A galinhada cocoricó (R$ 146,00, para quatro pessoas) traz frango ensopado com temperos como salsinha, cebolinha, hortelã e pimenta e arroz finalizado com cogumelo-de-paris e shimeji mais milho e tomate-cereja. Sobremesa típica de Pernambuco, a cartola ganha aqui uma versão com toque mineiro. Combina banana assada com manteiga, queijo de minas gratinado, crocante de castanha-de-caju, sorvete de creme e canela (R$ 20,00). Avenida Gildo Macedo Lacerda, 300, Braúnas, ☎ 3447-6604 (300 lugares). 11h30/0h (sex. e sáb. 11h30/1h; dom. 11h30/17h; ter. só almoço 11h30/15h; fecha seg.). Aberto em 2002. $

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês