Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Os melhores restaurantes variados em Belo Horizonte

Confira os estabelecimentos da categoria que valem a visita, mais opções de culinárias diversas como alemã, árabe, brasileira e chinesa

Por aniel Salles, Rafael Rocha, Juliana Koch, Juliana Soares, Lígia de Matos, Marcus Celestino, Mariana Celle e Rafaela Matias Atualizado em 9 dez 2017, 13h18 - Publicado em 9 dez 2017, 04h00

O roteiro a seguir, com 47 endereços, integra a edição de VEJA COMER & BEBER BELO HORIZONTE 2017/2018:

Glouton: eleito o melhor variado/contemporâneo pelo júri
Ao mesclar a culinária francesa com ingredientes e receitas mineiras, o chef Leonardo Paixão consolidou-se como um dos cozinheiros mais inventivos do país. Além de lhe destinar o troféu de chef do ano (leia aqui), o júri de VEJA COMER & BEBER conferiu dois prêmios ao seu restaurante. No Glouton, um capítulo com dez petiscos dá início à refeição, repleta de agradáveis surpresas. Despertam o paladar, por exemplo, os chips de beterraba com queijo de cabra e ervas (R$ 35,00), o canelone crocante de porco ao molho apimentado (R$ 37,00) e o rosbife de filé curado com chips de batata-doce e picles de maxixe (R$ 35,00). Sorte que por R$ 41,00 é possível provar uma unidade de cada uma das dez sugestões. De entrada, destacam-se pedidas como ovo mole com surubim defumado, gratinado com queijos gruyère e da Serra da Canastra (R$ 33,00), e suflê de bacalhau, chuchu e batata-doce (R$ 43,00). Entre os principais, as grandes estrelas são a papada de porco com mil-folhas de mandioca e pastel de batata-doce (R$ 74,00), a costela de boi com angu de milho branco e molho de café (R$ 69,00) e o surubim cozido e defumado com legumes ao molho agridoce e uma espécie de waffle de mandioca (R$ 88,00). As receitas merecem a companhia de vinhos como o português Quinta da Covela Arinto (R$ 105,00) e o tinto francês Aviron Beaujolais Villages (R$ 127,00). A torta de chocolate com flor de sal, pimenta-do-reino e calda quente de caramelo (R$ 21,00) é uma das dez tentações para fechar a refeição. Em tempo: o sucesso do Glouton é tanto que em meados de janeiro Paixão planeja abrir outra casa, o gastrobar Nicolau, em Santa Tereza. Quem é Nicolau? O buldogue-francês do chef. Rua Bárbara Heliodora, 59, Lourdes, ☎ 3292-4237 (90 lugares). 19h30/0h (sex. 12h/15h e 19h/1h; sáb. 13h/17h e 19h30/1h; fecha dom.). Aberto em 2013. $$$

2º lugar da categoria variado/contemporâneo: Trindade
As receitas de Fred Trindade exibem uma cozinha mineira moderna de alta qualidade. Para abrir os trabalhos, tem dadinhos de tapioca (R$ 26,00, oito unidades). O arrumadinho mineiro consiste em uma barriga de porco crocante e prensada acompanhada por couve, farofa de milho flocada, ovo caipira frito, quiabo tostado e ceviche de banana-da-terra (R$ 58,00). Suculentos, os arrozes são outra especialidade. A versão com polvo é cozida no caldo do molusco e leva os tentáculos mais tomate-uva, brócolis e picles de beterraba (R$ 88,00). Rua Alvarenga Peixoto, 388, Lourdes, ☎ 2512-4479 (80 lugares). 12h/16h e 19h/0h (sex. e sáb. sem intervalo; dom. só almoço 12h/17h; fecha seg.). Aberto em 2011. $$$

3º lugar da categoria variado/contemporâneo: Ephigênia Bistrô
O restaurante oferece menu executivo nos dias úteis (R$ 47,00). Nele aparecem receitas como o ceviche de peixe branco ao vinagrete de coco e maracujá com purê de batata e chips de batata-doce, e ainda o medalhão de filé ao molho de jabuticaba com batatas laminadas. À la carte, receitas como o carré de cordeiro em crosta de alecrim com mostarda francesa servido com arroz misto selvagem (R$ 88,00) ocupam lugar de destaque. O corneto ao creme mascarpone com sorvete de baunilha e frutas vermelhas (R$ 24,00) encerra a refeição. Rua Grão Pará, 20, Santa Efigênia, ☎ 2535-3065 (94 lugares). 11h30/15h e 18h/0h (seg. só almoço; dom. e feriados 12h/17h). Aberto em 2011. $$$

AA Wine Experience
A casa trabalha com cerca de 2 500 rótulos, vendidos por a partir de R$ 30,00 a garrafa — e que podem chegar a R$ 6 000,00, caso do lendário vinho espanhol Vega Sicilia Único 2004, o vinho mais caro disponível ali. Não há uma carta impressa disponível. Os clientes escolhem o que desejam beber direto na adega, com a ajuda de dois sommeliers. A cozinha expede receitas como o medalhão de filé-mignon envolto em bacon e acompanhado de risoto de cogumelo trufado (R$ 58,20), prato campeão de pedidos. Dos pescados, a dica é badejo em crosta de parmesão com risoto cítrico (R$ 59,60). Quem preferir só petiscar tem à disposição um bufê de antepastos (R$ 95,90 o quilo). A sobremesa surpresa havana traz doce de leite com morango e sorvete de creme (R$ 17,20). Rua Curitiba, 2102, loja 1, Lourdes, ☎ 2512-0942 (180 lugares). 18h/0h30 (sex. e sáb. até 1h30; fecha dom.). Aberto em 2013. $$$

Alma Chef
O endereço é um misto de restaurante, empório e espaço de cursos, tudo sob direção dos chefs Felipe Rameh e Thiago Guerra. De entrada, eles sugerem o ceviche de coco com batata-doce dourada e telha de milho (R$ 24,00). Em seguida pode vir o beef angus ao molho rôti clássico com aligot (R$ 88,00) ou o peixe do dia ladeado por minivegetais orgânicos, castanha, frutas secas e especiarias (R$ 89,00). O arremate é feito com a sobremesa que leva chocolate em cinco versões, finalizada com rúcula, páprica, nibs de cacau e flor de sal (R$ 28,00). Em dias úteis, o almoço executivo custa R$ 47,90 e traz três opções de carne com saladas e guarnições à vontade. Rua Curitiba, 2081, Lourdes, ☎ 2551-5950 (100 lugares). 12h/14h30 e 19h/0h (seg. só almoço, sex. almoço até 15h e jantar até 1h; sáb. almoço até 17h e jantar até 1h; dom. 12h/17h). Aberto em 2014. $$$

Caê Restaurante Bar
Depois de sete anos à frente da cozinha do A Favorita, o chef Caetano Sobrinho decidiu abrir o próprio restaurante. Para começar, ele sugere o ovo caipira assado com linguiça artesanal e cebola caramelizada (R$ 36,00). Marca registrada do cozinheiro, a panturrilha de porco é ladeada por arroz cozido no molho da carne (R$ 50,00), enquanto o peixe do dia vem com arroz de tomate, brócolis e aioli (R$ 42,00). A tradição mineira também é representada nas sobremesas, a exemplo da banana flambada na cachaça com doce de leite artesanal, mascarpone e farofa (R$ 18,00). Rua Outono, 314, Sion, ☎ 2528-2244 (90 lugares). 17h/0h (sex. e sáb. a partir de 12h; dom. 12h/17h; fecha seg.). Aberto em 2017. $$

Campagne
Rodeado por uma área verde, o restaurante fica em Macacos, distrito de Nova Lima. Alguns produtos que entram nas receitas, como embutidos, picles e farinha, são feitos na casa pelo chef Rafael Tocchetto. Com influência da charcutaria francesa, figura entre as entradas a terrine preparada com carne suína e especiarias, que é servida com mostarda da casa, confit de cebola, picles de figo turco e cesta de pães (R$ 27,00). A sopa de cebola francesa gratinada (R$ 36,00) é alternativa em dias mais frios. Depois, pode vir a costela bovina assada por doze horas com purê de abóbora e farofa de farinha de mandioca artesanal com manteiga de garrafa (R$ 72,00). Estrada do Engenho, 1163, São Sebastião das Águas Claras (Macacos), ☎ 3547-7273 (64 lugares). 19h30/23h30 (sex.), 12h/17h30 e 19h30/23h30 (sáb.) e 12h/17h30 (dom.). Aberto em 2016. $$$

Casa Amora
Elaborado pelas sócias Marcela Machado, Laura Gondim e Patrícia Saggioro, o menu tem pegada saudável, mas não é exageradamente light. São sete opções diárias de prato, seis delas com carne à escolha do cliente e uma vegetariana. Custam entre R$ 23,90 e R$ 31,90. Há também cinco saladas e quatro receitas quentes para acompanhar o prato principal, como risoni de salmão, salada de quinoa vermelha, arroz com lentilha e cebola caramelizada e penne ao molho de vodca. As sobremesas também são balanceadas: cheesecake de frutas vermelhas (R$ 8,00 a fatia) e brigadeiro feito com chocolate com 50% de cacau (R$ 3,90) são algumas das alternativas. Rua Paraíba, 941, Savassi, ☎ 3261 5794 (80 lugares). 11h30/15h (sáb. 12h/15h30; fecha dom.). Boulevard Shop ping, ☎ 3241-1205 (100 lugares). 11h30/20h (sáb. e dom. 12h/20h). Aberto em 2013. $

Casa dos Contos
Com mais de quatro décadas de história, o tradicional restaurante aposta em um menu com pratos fartos. Para começar, o carpaccio bovino vem com molho de alcaparras, queijo parmesão e azeite, acompanhado por uma cesta de torradas (R$ 28,90). O filé surprise, servido com arroz piemontês, batata frita, dois ovos fritos e banana à milanesa (R$ 102,00) serve duas pessoas. O mesmo vale para o bacalhau à lagareiro (R$ 118,00), posta puxada no azeite de alho com brócolis, pimentão e cebola ao vinho, que chega à mesa acompanhado de batata assada e arroz com brócolis. O vinho branco chileno William Cole Columbine Reserve Chardonnay 2012 (R$ 169,00) é opção de harmonização entre os oitenta rótulos da carta. Rua Rio Grande do Norte, 1065, Funcionários, ☎ 3261-5853 (130 lugares). 11h30/2h (sex. e sáb. até 3h; dom. e feriados até 1h; seg. 11h30/15h e 18h/2h). Aberto em 1975. $$

Chalé Santhé
Em 2016, o restaurante se mudou para um chalé vizinho, maior e com espaço de eventos para 150 pessoas. A proposta do cardápio segue a mesma, com receitas como o cappuccino de camarão. Servido em uma xícara, ele consiste em creme de batata-baroa condimentado e chantili de camarão coroados por uma unidade do crustáceo empanado (R$ 22,00). Em seguida, o bacalhau baltazar reúne a posta do peixe confitada, camarões VG, batata baby, pimentões coloridos e azeitonas pretas (R$ 92,00). Um toque português persiste na sugestão de sobremesa: uma taça de morangos ao vinho do Porto com brigadeiro quente de chocolate belga (R$ 22,00). Rua Coronel Afonso Moura de Castro, 1860, Ipê, Nova Lima, ☎ 3581-7037 (60 lugares). 19h30/0h (dom. 12h/16h; fecha seg. e ter.). Aberto em 2012. $$$

O Conde
O mâitre Job Moraes, com vasta experiência em outros restaurantes da cidade, recebe os clientes na imponente casa da década de 50. Na área externa com jardim, pode-se sentar e provar um dos 150 vinhos da carta, como o tinto português Quinta de Bons Ventos (R$ 82,00). No rol de pratos elaborados pelo chef Carlos Bruno estão o bacalhau confitado no azeite e servido com legumes (R$ 95,00) e o filé-mignon com crosta de nozes trufada e redução de frutas vermelhas (R$ 79,00). Rua Conde de Linhares, 345, Cidade Jardim, ☎ 2531-6964 (180 lugares). 11h30/0h30 (dom. 12h/18h; fecha seg.). Aberto em 2012. $$$

diVino
O restaurante do chef Tatá Carvalho fica a cerca de vinte minutos de Belo Horizonte. Ele integra a Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança e, anualmente, elabora um prato que dá direito a uma louça pintada a mão. Desta vez, trata-se do filé ao molho de vinho com chocolate acompanhado de risoto milanês clássico (R$ 82,00). A receita mais pedida da casa, no entanto, é o coração de filé-mignon grelhado com crosta de queijo parmesão ao molho de mostarda de Dijon guarnecido por risoto de palmito pupunha (R$ 70,00). Ao fim da refeição, o doce mais procurado é o suflê de goiabada com sorvete de queijo (R$ 28,00). Avenida Quinta Avenida, 144, loja 6, Vale do Sol, Nova Lima, ☎ 3541-4272 e 99958-9512 (90 lugares). 19h30/0h30 (sáb. também almoço 12h30/16h30, dom. e feriados só almoço 12h30/16h30, fecha seg. e ter.). Aberto em 2001. $$$

Dorsé
A tradição botequeira de Belo Horizonte ajudou a inspirar o menu do restaurante. Como entrada, cai bem a bruschetta mineira, com base de massa de pão de queijo e três coberturas. A pera com gorgonzola sai a R$ 33,00, com oito unidades. Entre os pratos principais, o bife ancho (R$ 32,00) vem com guarnições à escolha, entre elas mandioca e risoto do dia. De terça a sexta no almoço, o menu executivo apresenta receitas como a tilápia com risoto de limão-siciliano (R$ 23,00). Rua Sapucaí, 271, Floresta, ☎ 3327-8516 (40 lugares). 11h30/0h (sáb. a partir de 12h; dom. 12h/18h; fecha seg.). Aberto em 2015. $

Enoteca Decanter
A vasta adega do restaurante abriga 1 400 rótulos de vinhos. Aos sábados, das 11h às 16h, é servido um menu harmonizado de quatro etapas (varia entre R$ 139,00 e R$ 169,00). À la carte, o carpaccio com molho de alcaparras (R$ 39,00) figura entre as entradas e harmoniza com o vinho tinto italiano Armani Pinot Nero 2014 (R$ 105,00). Para acompanhar a polenta com ragu de cordeiro (R$ 49,00) sugere-se o argentino Finca La Linda Malbec 2015, da região de Mendoza (R$ 63,00). Rua Fernandes Tourinho, 503, Savassi, ☎ 3287-3618 (100 lugares). 9h/22h30 (qui. a sáb. até 23h30, fecha dom.). Aberto em 2005. $$$

A Favorita
São criações do chef Saulo Fernandes pratos como o que reúne camarões VG grelhados ao molho de curry com arroz vermelho e legumes cortados em julienne (R$ 110,00). Ainda entre os pescados, o polvo leva azeite de páprica e chega guarnecido de salada rústica de batatas (R$ 47,00). Ambas as sugestões podem anteceder o crepe de maçã caramelizada com sorvete de baunilha (R$ 24,00). Para quem se perder na robusta carta de vinhos, com 450 rótulos, o sommelier Marcio Espírito Santo está à disposição. Rua Santa Catarina, 1235, Lourdes, ☎ 3275-2352 (148 lugares). 12h/0h (dom. 12h/17h). Aberto em 1998. $$$$

Gruê
Novata no cenário gastronômico da capital, a casa traz pratos com influências de várias nacionalidades. Os rolinhos vietnamitas, massa de arroz enrolada com recheio de cenoura, manga, pepino, cogumelos e rúcula (R$ 29,00, seis unidades), figuram entre as entradas. A porção pode vir à mesa ao lado do gim-tônica com toque de amarena (R$ 20,00). Braseado, o jarret de porco servido com mandioca cozida e couve frita (R$ 46,00) é sugestão para o prato principal. Antes de ir embora, adoce o paladar com o creme de chocolate intenso com caramelo salgado e crumble de maçã (R$ 16,00). Rua Sapucaí, 265, Floresta, ☎ 3656-3654 (60 lugares). 18h/23h45 (qui. e sex. até 1h; sáb. 13h/1h; dom. 13h/17h; fecha seg.). Aberto em 2016. $$

Mercado Grano
Renovado constantemente, o cardápio valoriza os produtos da estação. A presença de frutas é comum nas receitas, como no joelho de porco defumado com salada de batata, mostarda de Dijon, maçã verde, cebolinha francesa e cebola confitada (R$ 65,00). O camarão thai consiste em camarões médios ao molho picante tailandês feito com curry vermelho, leite de coco, abacaxi e casca de limão kaffir e vem acompanhado de arroz de jasmim e cubinhos de manga (R$ 65,00). Em setembro de 2017, o local foi ampliado e ganhou um bar anexo ao salão. De lá saem drinques como o negroni (R$ 22,00), que leva gim, Campari, polpa de lichia e vermute tinto. Rua Niágara, 320, Jardim Canadá, Nova Lima, ☎ 3541-1036 (175 lugares). 9h/19h (sex. e sáb. até 23h; dom. até 18h; fecha seg.). Aberto em 2016. $$$

Omilía
A casa funciona dentro de um condomínio de alto padrão, mas é aberta ao público. O desempenho do chef Gabriel Trillo aparece em pratos como o ceviche com picles de maxixe (R$ 35,00). Seu apreço por ingredientes regionais está em criações como a tilápia empanada na farinha de pão de queijo com risoto de tomate-uva confitado (R$ 49,00). Já a jabuticaba de Sabará é a protagonista do molho que acompanha o filé-mignon com purê de batata-baroa (R$ 59,00). Rua da Mata, 45, Condomínio Villa Monteverde, Vila da Serra, Nova Lima, ☎ 3643-1773 (38 lugares). 17h/0h (qui. a sáb. a partir de 12h; dom. 12h/18h; fecha seg.). Aberto em 2016. $$

Paradiso
Recém-reformada, esta casa da década de 60, toda preservada, tem agora uma pérgula na área externa, espaço que já se tornou o preferido dos clientes. Ali, há mesas em uma área rodeada de árvores frutíferas. O cardápio apresenta pratos contemporâneos com influências francesa e italiana, como o steak do bosque (R$ 69,00), que traz filé-mignon grelhado ao molho de ervas da Provença com risoto de cogumelo-de-
paris, aspargo e alho- poró. Outra receita é o gamberi flambé (R$ 95,00), com camarões grandes grelhados e flambados servidos com fettuccine ao molho cremoso de açafrão, legumes e crispy de presunto de Parma. Rua Leopoldina, 347, Santo Antônio, ☎ 3318-6813 (140 lugares). 19h/1h (sáb. 12h30/17h e 19h/1h; dom. e feriados 12h30/17h). Aberto em 2008. $$$

Patuscada
No comando da cozinha, o chef Clovis Viana valoriza a perícia no uso de temperos. Entre os pratos criados por ele está a sinfonia de sabores, ravióli de beterraba recheado com queijo de cabra ao molho cítrico (R$ 25,00). Na seção de peixes, o namorado chega confitado ao lado do purê de banana-da-terra e crispy de alho-poró (R$ 85,00). Quem prefere as massas pode optar pelo nhoque trufado com iscas de filé (R$ 65,00). Aos sábados, a casa serve feijoada (R$ 52,00 por pessoa). Avenida Bernardo Monteiro, 1548, Funcionários, ☎ 3213-9296 (150 lugares). 11h30/17h (sex. até 0h). Aberto em 2002. $$$

Pellegrino
As chefs Eliana Santos e Elisângela Silva respondem pela performance da cozinha. Enquanto elas preparam as receitas, os clientes se acomodam na agradável área externa com uma grande árvore. A refeição pode começar com o queijo camembert em massa folhada e compota de frutas vermelhas (R$ 39,00) e seguir com camarão VG ao molho de açafrão com arroz negro, morango e aspargos (R$ 89,00). De quarta a sexta acontecem apresentações de jazz (couvert opcional: R$ 7,00). Às quartas e quintas, é possível beber vinho à vontade por R$ 49,00. Rua Laranjal, 459, Anchieta, ☎ 2526-1085 (180 lugares). 18h30/0h (sex. até 1h; sáb. também 13h/17h; dom. 12h30/17h; fecha seg.). Aberto em 2012. $$$

Santafé
O endereço conta com uma varanda despojada, um bar e um salão climatizado. Da cozinha, comandada pelo chef Edson Lemos, saem pratos como o turnedô santa fé, filé-mignon ao molho de vinho tinto com nhoque de batata ao molho alfredo trufado (R$ 89,80). O bufê de saladas é livre e reúne setenta opções (R$ 35,90 por pessoa de segunda a sexta, R$ 41,90 aos sábados e R$ 49,80 aos domingos e feriados). Para a sobremesa, a torta de maçã é ladeada por uma bola de sorvete de creme (R$ 18,90). Rua Pernambuco, 800, Savassi, ☎ 3261-0987 (185 lugares). 11h/15h e 18h/23h (sáb. 12h/16h e 18h/0h; dom. só almoço até 16h). Aberto em 1994. $$$

Verano Gourmet
O ambiente aconchegante de iluminação suave reforça o clima romântico, especialmente à noite. Para o jantar, a casa oferece opções de menu com entrada, prato principal e sobremesa pelo preço fixo de R$ 54,90 por pessoa. Para o prato principal, a escolha pode ser a moqueca de frutos do mar acompanhada por pirão de leite e arroz com amêndoas. Na sobremesa, uma boa pedida é o rocambole de doce de leite. Quem só quiser petiscar pode optar pela burrata ao molho pesto, que chega à mesa com focaccia produzida na casa (R$ 39,90 para dois). Às sextas, shows de jazz e MPB garantem a trilha sonora ambiente a partir das 20h. Rua Ludgero Dolabela, 738, Gutierrez, ☎ 2514-9927 (70 lugares). 18h30/0h (sex. e sáb. 12h30/15h30 e 18h30/0h30; dom. 12h30/17h; fecha seg.). Aberto em 2010. $

 

ALEMÃO

Haus München
A partir de dezembro de 2017, a casa vai comemorar cinco décadas de funcionamento durante um ano. Entre as novidades do menu, resultado de visitas periódicas do proprietário à Alemanha, está a costelinha suína ao caramelo de cerveja preta com purê de batata e farinha de limão (R$ 65,00, para duas pessoas). Para quem prefere petiscar, a sugestão é a terrine alemã com picles e pães (R$ 16,70). Já o joelho de porco com chucrute e salada de batatas (R$ 79,00, para até três pessoas) é um clássico em que vale apostar. A carta de cervejas, com 150 rótulos, inclui quatro chopes próprios, caso do estilo brown ale, com 4,9% de graduação alcoólica (R$ 10,80, 330 mililitros). Rua Juiz de Fora, 1257, Santo Agostinho, ☎ 3291-6900 (180 lugares). 18h/1h (sáb. a partir de 12h; dom. 12h/17h; fecha seg.). Aberto em 1967. $

 

ÁRABE

Casa de Abrahão — O Jardim Secreto
O restaurante é comandado por Antônio Abrahão, autodidata de origem síria que via sua avó e tias preparar quibes e esfihas quando criança. A casa trabalha com menu fixo e abre somente aos sábados e domingos. A refeição começa com três versões de mezzé, as entradas árabes, como a pasta de grão-de-bico. Quibe cru com salada árabe chega na sequência, antes de dois pratos principais para serem compartilhados. Um deles, o cordeiro assado com legumes, é guarnecido de arroz com lentilha. O banquete custa R$ 59,00 por pessoa. Rua Dois, 29, próximo à Portaria 2 do Retiro do Chalé, Recanto da Serra, Brumadinho, ☎ 99205-5139 (70 lugares). Sáb. 13h30/18h e 20h/23h; dom. 13h/18h. Aberto em 2005. $$

 

BRASILEIROS

Alguidares
A casa tem foco em pratos baianos, como o bobó de camarão escoltado por arroz e farofa de dendê (R$ 185,00, para duas pessoas) e a moqueca vegetariana, de coco com banana-da-terra, ladeada por pirão vegano  arroz (R$ 90,00). Antes dos pratos principais, pode vir à mesa casquinha de siri (R$ 23,00) e, depois, a sobremesa chiclete com banana. Consiste em sorvete de creme com doce de banana quente por cima (R$ 20,00). Rua Pium-Í, 1037, Anchieta, ☎ 3221-8877 (120 lugares). 12h/15h e 19h/0h (seg. só jantar, sáb. sem intervalo, dom. 12h/18h). Aberto em 1996. $$$$

Continua após a publicidade

Dona Lucinha
É novidade o menu executivo oferecido de segunda a sábado no almoço pelo vantajoso preço de R$ 22,00. Uma das combinações possíveis traz arroz, feijão, carne moída, angu e couve. O bufê (R$ 49,50 por pessoa) continua a ser servido, com quarenta variedades de entradas, saladas, pratos quentes, doces, queijos do Serro, licores, café e chá. O antigo Armazém Dona Lucinha foi incorporado à casa da Savassi e se tornou uma quitanda que serve café matutino e vespertino, com destaque para o leite queimadinho (R$ 3,00), a broa de fubá de canjica e o bombocado (R$ 4,00 cada um). Rua Padre Odorico, 38, Savassi, ☎ 3227-0562 (100 lugares). 12h/15h e 19h/23h (sáb. almoço até 16h; dom. 12h/17h e feriados, 12h/23h); Rua Sergipe, 811, Funcionários, ☎ 3261-5930. 12h/15h e 19h/23h (sáb. almoço até 16h; dom. 12h/17h e feriados, 12h/23h). Aberto em 1990. $

Faz de Conta
Uma extensa variedade de pratos mineiros e de outras partes do Brasil compõe o bufê (R$ 57,00 por pessoa em dias úteis, R$ 67,00 aos sábados e R$ 73,00 aos domingos e feriados). Carpaccio de carne serenada, bisteca suína ao molho de jabuticaba e tilápia grelhada com pesto mineiro, de castanha-de-baru e queijo da Serra da Canastra, estão entre as receitas. Ao longo da refeição, garçons circulam servindo escondidinho de mandioca com carne de sol e bolinho de milho recheado com peixe. O preço inclui a farta mesa com vinte tipos de doces caseiros. Rua Toronto, 1465, via paralela à BR-040, Jardim Canadá, Nova Lima. ☎ 3541-8959 (500 lugares). 11h/15h (sáb., dom. e feriados 11h30/17h; fecha seg.). Aberto em 1992. $$

Maria das Tranças
Na ativa há mais de sessenta anos, a casa tem o frango como principal ingrediente. As receitas de maior sucesso são a versão caipira, com fubá de moinho d’água (R$ 56,00) e porção de quiabo (R$ 5,70), e ao molho pardo (R$ 56,00), combinado com farofa na manteiga (R$ 7,00) ou angu (R$ 3,70). Antes dos pratos, é possível petiscar linguiça de frango em manteiga picante com palitos de angu frito (R$ 29,00) e moela cozida em caldo de frango e finalizada com cebolas (R$ 11,80). A filial da Savassi tem o mesmo cardápio, com preços ligeiramente mais altos. Rua Estoril, 938, São Francisco, ☎ 3441-3708 (356 lugares). 11h/22h (dom. até 18h). Rua Professor Moraes, 158, Savassi, ☎ 3261-4802 (280 lugares). 11h/17h (ter. a qui. até 0h; sex. e sáb. até 1h; dom. até 22h). Aberto em 1950. $

Paladino
Autointitulado o único restaurante-fazenda dentro de Belo Horizonte, é um passeio agradável para famílias. Todos os temperos, ervas e flores usados nas receitas são da própria horta do lugar. O proprietário Marcelo Haddad tem passado mais tempo na cozinha e vem desenvolvendo pratos mais elaborados. A galinhada cocoricó (R$ 146,00, para quatro pessoas) traz frango ensopado com temperos como salsinha, cebolinha, hortelã e pimenta e arroz finalizado com cogumelo-de-paris e shimeji mais milho e tomate-cereja. Sobremesa típica de Pernambuco, a cartola ganha aqui uma versão com toque mineiro. Combina banana assada com manteiga, queijo de minas gratinado, crocante de castanha-de-caju, sorvete de creme e canela (R$ 20,00). Avenida Gildo Macedo Lacerda, 300, Braúnas, ☎ 3447-6604 (300 lugares). 11h30/0h (sex. e sáb. 11h30/1h; dom. 11h30/17h; ter. só almoço 11h30/15h; fecha seg.). Aberto em 2002. $

 

CHINESES

A Grande Muralha
As lâmpadas orientais que decoram o tradicional endereço combinam com o cardápio, exclusivamente chinês. Uma das receitas mais famosas, o raposai mistura carnes bovina, de frango e lombo suíno com verduras e legumes (R$ 39,90, para duas pessoas). Também faz sucesso o yakissoba de carne com legumes, feito com massa de produção própria (R$ 39,90, para dois). O kuotie, tipo de guioza recheado de carne de porco e legumes picados, custa R$ 29,90 e cai bem como entrada. Para a sobremesa, bananas carameladas (R$ 15,90, oito unidades). Rua Santa Catarina, 781, Lourdes, ☎ 3291-5060 (250 lugares). 11h30/14h30 e 18h30/22h (sex. até 23h; sáb. 11h30/23h; dom. 11h30/21h30; fecha ter.). Aberto em 1982. $

Jin Lon
Um colorido pórtico chinês, que já faz parte da paisagem da Savassi, marca a fachada do restaurante de Mao Zhen Qiu, natural de Xangai, que chegou ao Brasil junto com a esposa em 1986. Um dos destaques do cardápio chama-se curiosamente ninho, família, felicidade, e serve até três pessoas (R$ 50,90). A receita combina lula, camarão, frango e carne bovina cozidos com ovo de codorna, brócolis, pimentão, cebola, acelga e champignon servidos em um ninho feito de batatas. No almoço nos dias de semana, a casa monta um bufê de comida chinesa e japonesa por R$ 42,90 o quilo. O serviço é à la carte nos fins de semana e também à noite. Avenida do Contorno, 6557, Savassi, ☎ 3227-7001 (170 lugares). 11h30/15h e 18h30/23h (sáb. 11h30/16h e 18h30/23h30; dom. e feriados 11h30/23h). Aberto em 2005. $

Macau
Na ativa há mais de quarenta anos, oferece um variado panorama da culinária cantonesa. Uma das entradas, a sopa van tan (R$ 43,00, para dois) traz esferas de massa fininha recheadas de lombo e camarão. Na seção de tofus e hortaliças, com doze sugestões, é preciso estar atento, pois a maioria leva molho de ostra e, por isso, não pode ser considerada vegetariana. Também fazem sucesso o pato frito com acelga (R$ 72,50, para dois) e o macarrão à moda da casa, com massa de fabricação própria, lombo, frango e legumes (R$ 38,90). Avenida Olegário Maciel, 1767, Lourdes, ☎ 3337-6193 (150 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h30 (sex. 11h30/14h30 e 18h/0h; sáb.11h30/16h e 18h/0h; dom. 11h30/16h30 e 19h/23h; fecha seg.). Aberto em 1975. $

YunTon
Endereço tradicionalíssimo, oferece quase oitenta receitas chinesas, preparadas pelo chef Wagner Tso. Para duas pessoas, o frango fênix (R$ 65,00) leva molho de feijão- preto, cogumelos e alho-poró. Pelo mesmo preço, pode se provar também o lombo à mandarim, regado a missô e acompanhado de broto de feijão e brócolis. Uma das entradas, o clássico rolinho primavera (R$ 8,00) vem recheado de carne bovina e repolho. Rua Santa Catarina, 946, Lourdes, ☎ 3337-2020 (150 lugares). 11h30/14h30 e 18h30/23h (sáb. e dom. 11h/23h30). Aberto em 1965. $

 

CONTEMPORÂNEOS 

Ah! Bon
Receitas com um toque contemporâneo destacam-se no menu desta casa de ambiente moderno e aconchegante. O peixe vermelho thai (R$ 89,90), por exemplo, vem regado a um molho de pimentas asiáticas e nam pla (molho de peixe típico da cozinha tailandesa) e acompanhado de camarões grelhados e arroz de jasmim. Entre as sugestões que levam um toque trufado estão o atum em crosta de gergelim com espaguete de pupunha com azeite de trufas (R$ 62,00) e os dadinhos de queijo de coalho com mel trufado (R$ 19,80). Também figuram no cardápio o bife ancho com nhoque de espinafre ao molho gorgonzola (R$ 74,50) e o filé-mignon ao shiitake com risoto pomodoro (R$ 68,70). Para bebericar, faz sucesso o moscow mule (R$ 22,00), com vodca sueca Absolut, refrigerante de gengibre, limão e espuma de gengibre. Rua Fernandes Tourinho, 805, Lourdes, ☎ 3281-6260 (96 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h). Mais quatro endereços. Aberto em 2004. $$$

Eloi Bistrô
Viajante costumeiro, o chef Eloi Moreira sempre apresenta novidades em seus menus. As receitas são marcadas por releituras inventivas da cozinha mineira, caso da trilogia de coxinhas, com versões com massa de pequi recheada de requeijão de raspa e castanha-de-baru, massa de queijo do Serro recheada de goiaba e queijo de minas, e massa de abóbora empanada em farinha panko com recheio de costelinha desfiada (R$ 32,00, com seis unidades). Entre os pratos principais, o carré de cordeiro ao molho de jabuticaba acompanha risoto de espinafre com queijo de minas (R$ 79,00). A casa só funciona mediante reserva. Rua Marquês de Paranaguá, 85, Santo Antônio, ☎ 3243-6820 (32 lugares). 19h/0h (qui. a sáb.). Aberto em 2013. $$$

Olga Nur
O restaurante comandado pelo chef Marcos Help acaba de renovar o cardápio. Suas receitas têm foco em matérias-primas de produção própria e trazem alguns ingredientes sazonais. Entre as novidades estão a brandade de bacalhau com batata -baroa e castanhas brasileiras (R$ 49,00) e o pato confit ao molho de pimenta com purê de batata-doce (R$ 76,00). Outra atração são os drinques do bartender Sebastian Pires, que já trabalhou no Londra, bar do hotel Fasano do Rio. Não há uma carta — ele cria na hora os coquetéis, de acordo com o gosto do cliente. Rua Curitiba, 2202, Lourdes, ☎ 3566-1851 (140 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sex., sáb. e feriados 12h/0h; dom. 12h/18h; fecha seg.). Aberto em 2015. $$$

 

INDIANOS

Buffet Bhagwan
De ambiente simples, a casa do chef Bhagwan Sinh é uma autêntica embaixada da culinária indiana em BH. Para começar, vai bem o pão indiano aloo kulcha recheado com batata temperada (R$ 6,75) ou a samosa, pastel frito recheado de legumes ou frango (R$ 15,00, seis unidades). Um dos pratos principais, o boti kabab (R$ 47,00, para dois) consiste em cordeiro marinado em molho de iogurte e condimentos, depois assado na brasa e servido numa chapa com cebola. De terça a sexta-feira, no almoço e no jantar, a casa monta bufê indiano (R$ 30,00 o quilo ou R$ 19,99 à vontade). Bebida típica, o lassi é feito aqui com iogurte natural batido com manga ou abacaxi e custa R$ 7,00 (350 mililitros). Rua Conselheiro Lafaiete, 771, Sagrada Família, ☎ 3653-3000 (80 lugares). 12h/15h e 19h/23h (sex. até 0h; sáb. 12h/16h e 19h/0h; dom. só almoço 12h/17h; seg. só jantar 19h/23h). Aberto em 2009. $

Indian Gourmet
A casa foi inaugurada no burburinho de Lourdes por dois indianos — os chefs Sunil Bhandari e Virendra Fingh Rawat — e um nepalês, Bishwas Raj. Serve receitas típicas da Índia que levam mais de trinta tipos de condimento e, diferentemente da maioria dos indianos, as porções aqui são individuais. Entre elas estão o cordeiro cozido com molho de tomate e cebola (R$ 69,00) e o frango ao curry (R$ 51,00). O camarão ao molho de iogurte é assado no tandoor (forno de paredes de barro) e custa R$ 89,00. Todas as sugestões acompanham arroz com cardamomo e açafrão. Sobremesa típica,a gulab jamun é uma esfera de leite em pó servida em água de rosas (R$ 20,00). Rua Alvarenga Peixoto, 585, Lourdes, ☎ 2555-9005 (50 lugares). 19h/0h (sex. e sáb. 12h/15h30 e 19h/0h; dom. só almoço 12h/16h; fecha seg.). Aberto em 2016. $$$

Maharaj
O restaurante fica no térreo de um casarão que hospeda também, no piso superior, o Consulado da Índia. Também funciona ali o Centro Cultural e Gastronômico Índia-Brasil, que promove exposições e apresentações de música e dança. O recém-chegado chef Paramveer Singh, da região norte da Índia, trouxe novas receitas. O raan maharaj lamb shank (R$ 86,00) é um stinco de cordeiro ao molho de curry com chatpata aloo (torta de batata), arroz basmati e especiarias indianas. Uma das sobremesas, o gulab jamun (R$ 23,00) consiste em bolinhas de farinha de trigo e leite em pó fritas em calda de essência de rosas. É decorado com amêndoa e servido com sorvete de creme. Rua Paraíba, 523, Funcionários, ☎ 3055-3836 (65 lugares). 19h/1h (dom. 12h/17h; fecha seg. e ter.). Aberto em 2007. $$

Namastê
O casal Rukamini Keintura e Ramchandra Kharel trouxe da Índia suas receitas de família e um forno tandoor onde prepara pães e carnes. Um desses pães é o típico naan (R$ 5,00), que leva noventa segundos para ficar pronto e tem massa muito fina e o dobro de tamanho de um pão sírio convencional. Entre os pratos, destaca-se o jhinga korma (R$ 55,90, para dois), que traz camarão ao molho de castanha-de-caju e especiarias indianas. Outra especialidade da casa é o kulfi (R$ 7,50), sorvete indiano de manga, pistache, caju e cardamomo. Avenida Francisco Sá, 355, Prado, ☎ 3567-5200 (100 lugares). 11h30/15h e 19h/0h (sáb. e feriados 12h/17h e 19h/0h; dom. 12h/17 e 19h/23h; seg. só jantar 19h/0h). Aberto em 2012. $

 

PEIXES E FRUTOS DO MAR

Badejo
Destacam-se no cardápio receitas com badejo, a exemplo da moqueca com o peixe e camarão guarnecida de arroz e pirão (R$ 198,00, para duas pessoas). O prato chamado titanic também leva badejo, só que grelhado, mais camarão empanado e molho de camarão-rosa (R$ 236,80, para até três pessoas). Outra especialidade do restaurante é a moqueca de camarão VG (R$ 149,80, para dois). Rua Rio Grande
do Norte, 836, Funcionários, ☎ 3261-2023 (140 lugares). 12h/15h30 e 18h/23h30 (sáb. 12h/23h30; dom. e feriados só almoço até 17h; fecha seg.). Aberto em 1990. $$

Pecatore
Um balcão em que repousam lagostas, camarões VG, pargo, anchova e dourado, entre outros pescados, faz a alegria de quem gosta de comer com os olhos. Os moluscos chegam três vezes por semana de avião de Santa Catarina. Toda essa matéria-prima fica à disposição do chef italiano Raffaele Autorino, que prepara receitas como o bonito em crosta de tapioca sobre creme de cebola defumada e guanciale crocante (R$ 32,00). A posta de bacalhau é grelhada e ladeada por escarola refogada, uva-passa, azeitona e molho ao alho doce (R$ 89,00). Alternativa leve, o tartare de atum com cremoso de búfala, laranja e rabanete custa R$ 42,00. Rua Sapucaí, 535, Floresta, ☎ 2552-1450 (90 lugares). 19h30/0h (sex. até 1h; sáb. 12h30/17h e 19h/1h; dom. 12h30/17h; fecha seg.). Aberto em 2013. $$$

 

PERUANO

Inka
Empresário da área, Affonso Henrique Paulino Vieira transformou o piso superior de uma das unidades da pizzaria Donna Marguerita neste restaurante comandado pelo chef peruano Pierre Sablich. Um dos destaques do menu é a degustação de ceviches (R$ 60,00), que apresenta três versões do prato-ícone do Peru mais chips de batata e milho peruano. Dos pratos, fazem sucesso o arroz com pato (R$ 56,00) e o huancaina, um espaguete cremoso com molho ají amarelo e camarão grelhado servido com lombo salteado (R$ 55,00). Para beber, há refrigerante Inka Cola (R$ 15,00), de coloração amarela, ou o também típico suco de milho-roxo (R$ 6,50). Rua Guaicuí, 533 (piso superior), Luxemburgo, ☎ 3293-1461 (90 lugares). 18h/0h (qui. e sex. até 1h; sáb. e dom. 12h/1h; feriados 12h/0h). Aberto em 2011. $$

 

PORTUGUESES

Caravela
O restaurante funcionou por dois anos em Casa Branca, cidadezinha na região de Brumadinho (MG). Em agosto de 2017, transferiu-se para Belo Horizonte e fixou-se no bairro Cidade Jardim. A mudança foi decisão do chef português Cristóvão Laruça, que queria ficar mais próximo à clientela, quase toda da capital. Entre as delícias da terrinha servidas ali estão o bacalhau com batata inglesa, cominho e hortelã
(R$ 138,00, para dois) e o polvo com batata-doce, gengibre e tomate (R$ 140,00, para dois), ambos servidos na cataplana, panela metálica arredondada típica do Algarve, no sul de Portugal. Há também pratos individuais, a exemplo da bochecha de porco com purê de batata, farofa de amêndoa, cebola caramelizada e tomate no azeite (R$ 62,00). Para beber, a caipiroyal faz uma releitura da caipirinha, só que com vinho do Porto branco (R$ 18,00). Avenida Prudente de Morais, 202, Cidade Jardim, ☎ 2531-3101 e 99585-5804 (52 lugares). 11h30/14h30 e 19h30/23h30 (sex. e sáb. 12h/16h e 19h30/23h30; dom. só 12h/16h30; fecha no jantar de seg. a qua.). Aberto em 2014. $$$

Taberna Baltazar
Segue à frente da cozinha a portuguesa Teresa Baltazar, que fundou o restaurante junto com o marido, Aurélio Baltazar, em 1992. Tradicionais receitas da terrinha compõem o cardápio, especialmente aquelas com peixes e frutos do mar. Para petiscar, há bolinho de bacalhau em porção de dez unidades (R$ 30,00) e sardinha escabeche (R$ 42,00, quatro unidades). Das sugestões de pratos principais, fazem sucesso o arroz de polvo com camarão (R$ 187,00, para dois) e o bacalhau à gomes de sá (R$ 144,00, para duas pessoas). O último vem com 300 gramas de bacalhau em lascas, batata cozida e azeitona preta, guarnecido de arroz branco. Uma sobremesa típica, o pastel de santa clara (R$ 9,50) é feito com massa folhada e recheado de creme de gemas, açúcar, farinha de trigo, manteiga, canela e essência de baunilha. Rua Oriente, 571, Serra, ☎ 3221-7361 (120 lugares). 16h/1h (sáb., dom. e feriados a partir de 12h; dom. até 18h). Aberto em 1992. $$$

 

VARIADO/BUFÊ

Graciliano
O bufê alterna receitas como o tartare de salmão com creme de abacate, a barriga de porco à pururuca com acelga refogada em alho e o nhoque de beterraba sobre risoto de pistache. Para encerrar a refeição, a bancada de sobremesas dispõe quinze receitas, a exemplo do churro de doce de leite. O quilo para salgados e doces custa R$ 54,90 nos dias úteis e R$ 74,90 nos fins de semana e feriados. Avenida Luiz Paulo Franco, 721, Belvedere, ☎ 3286-8505 (200 lugares). 11h30/15h (sáb., dom. e feriados 12h/16h). Rua Felipe dos Santos, 402, Lourdes, ☎ 3291-8193 (200 lugares). 11h30/15h (sáb., dom. e feriados 12h/16h). Rua Orange, 67, São Pedro, ☎ 3166-0032 (150 lugares). 11h30/15h (qui. a sáb. até 21h). Aberto em 1999. $$

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês