Clique e assine a partir de 9,90/mês

Os melhores restaurantes de cozinha variada em Curitiba

Confira os endereços da categoria que valem a visita, mais uma seleção de opções das culinárias alemã, árabe, brasileira, espanhola, peruana e portuguesa

Por Daniel Salles, Beatriz Malheiros, Gislaine Bueno, Josi Basso, Mara Andrich, Otavio Corsini, Rosângela Oliveira e Vinicius Tamamoto - Atualizado em 22 out 2017, 11h00 - Publicado em 21 out 2017, 04h14

O roteiro a seguir, com 61 estabelecimentos, integra a edição de VEJA COMER & BEBER CURITIBA 2017/2018:

Manu: eleito o melhor restaurante variado/contemporâneo pelo júri

Rosto mais conhecido da gastronomia do Paraná, a maringaense Manoella Buffara, de 32 anos, que todo mundo chama de Manu, reformou o conceito de seu premiado restaurante há cerca de um ano. Agora ela prepara apenas dois menus degustação com o mesmo número de etapas, um deles vegetariano. Ambos saem por R$ 174,00 e começam com uma quase indescritível sequência de doze pequenos snacks, um mais surpreendente que o outro. Alguns exemplos para aguçar o paladar: cestinha crocante com emulsão de beterraba; inhame com pimentão e caviar de quiabo; e chips de batata-doce com shiitake hidratado com tucupi e as chamadas pancs (plantas alimentícias não convencionais). A experiência tem continuação com três pratos principais, caso da pescada do dia imersa em suco de maçã, couve e kiwi, levada à mesa com couve-rábano e beldroega. Para os vegetarianos, uma das receitas pode ser a delicada couve-flor na brasa acrescida de leite vegetal de castanha-do-pará, limão-cravo e salsinha. Duas sobremesas espetaculares costumam encerrar o jantar. Podem aparecer o sorvete de amendoim com flor de sal e sálvia e a laranja na brasa com sorvete de baunilha do Cerrado e tuile de castanha-de-caju. Harmonizadas com vinhos, as refeições custam R$ 80,00 a mais. Alameda Dom Pedro II, 317, Batel, (41) 3044-4395 (24 lugares). 20h/23h30 (fecha seg. e dom.). Aberto em 2011. $$$$

 

2º lugar: La Varenne

O menu executivo oferecido durante a semana é uma oportunidade interessante para quem deseja apreciar, a preços mais contidos, os esmerados preparos de Mayra Batista e Felipe Miyake. As fórmulas incluem salada e sobremesa e partem de R$ 55,00, como a que inclui bouilla baisse, estrogonofe ou frango grelhado ao molho roquefort. Fora desse esquema, o ravióli de bacalhau Gadus morhua com gema de ovo (R$ 29,00) e o nhoque de mandioquinha com camarão, brócolis e presunto cru crocante (R$ 78,00) dividem atenção com um clássico da casa, o tournedo rossini com purê de mandioquinha (R$ 126,00). Shopping Pátio Batel, (41) 3044-6600 (134 lugares). 11h30/15h e 18h/23h (sáb. 12h/16h e 19h/0h; dom. 12h/17h). Aberto em 2014. $$$$

 

3º lugar: Poco Tapas

O menu degustação, mediante reserva (R$ 130,00), elenca dez bocados salgados, a exemplo da reconstrução da feijoada molecular, com arroz desidratado, patê de feijão, couve crocante, ovo de codorna frito e cachaça com laranja sólida. Entre as cinco etapas doces, a queijada cremosa com bolacha crocante tem cobertura de Nutella em pó. Espoca na boca a caipirinha que é uma esfera de cachaça com limão, este também em pó, e açúcar cristal (R$ 5,00). Quem pede sangria recebe a bebida na taça (R$ 18,00). Avenida Vicente Machado, 2786, Batel, (41) 99682-8758 (50 lugares). 19h/0h (fecha dom.). Aberto em 2012. $$$$

Armazém Santo Antonio

A porção de ostra gratinada (R$ 38,00, seis unidades) ajuda a esperar os protagonistas — entre eles, destacam-se barreado (R$ 86,90, para duas pessoas), paleta de cordeiro assada (R$, 145,00) e camarão à marta rocha. Grelhado com catupiry e coberto por clara em neve gratinada, esse último é entregue ao lado de arroz branco e batata sautée (R$ 143,00, para duas pessoas). No desfecho, surge o suflê de goiabada (R$ 20,00). Rua Solimões, 344, São Francisco, Curitiba, (41) 3077-5505 (100 lugares). 19h30/23h30 (sáb. 11h30/15h30 e 19h30/23h30; dom. 11h30/15h30; fecha seg.). Aberto em 2000. $$

 

Bobardí

Na função de entrada, é provável que o último dos arancini siciliani atraia olhares cobiçosos. A porção contém três unidades do bolinho de risoto recheado de mussarela de búfala, para comer com molho suave de pimenta (R$ 28,00). O polvo grelhado ao molho de páprica cumpre a função de principal junto de batata bolinha em azeite de ervas (R$ 114,00). Prato especial nos almoços de sábado e domingo, o filé-mignon mais conchiglione de pera ao gorgonzola dá para dois (R$ 132,00). Avenida Munhoz da Rocha, 757, Cabral, (41) 3057-3375 (150 lugares). 19h/23h30 (sex. até 0h30; sáb. 12h/15h30 e 19h/0h30; dom. 12h/15h30 e 19h/22h30). Aberto em 2015. $$$

 

Calabouço

A ambientação da casa lembra o cômodo de um castelo. Entre massas e pizzas, essas últimas levam a melhor na preferência do público. Dos quarenta tipos de cobertura, a della rosa recebe fatias de mussarela, peito de peru defumado, cream cheese, tomate, manjericão e azeitona preta (R$ 71,50, seis fatias). Convertida em sobremesa, a pizza brotinho no sabor cappuccino reúne musse de café, chocolate ao leite derretido e suspiros (R$ 36,70). Rua Mateus Leme, 1000, centro Cívico, (41) 3254-6112 (96 lugares). 19h/0h (sex. e sáb. 19h/0h30; fecha seg. e dom.). Aberto em 1991. $$

 

Cantinho da Bica

De quarta a sexta, pagam-se R$ 32,90 pelo acesso livre ao churrasco, que inclui costelinha de porco. Aos sábados, são bastante procuradas as cumbucas de feijoada (R$ 30,90 por pessoa). De segunda a sexta, uma taxa de R$ 18,90 dá acesso a um bufê de guarnições do tipo arroz de carreteiro, maionese e batata frita. Para compor um prato completo, a sugestão é escolher um dos cortes vendidos por quilo, como picanha (R$ 72,90) e bife de chorizo (R$ 59,90). Rua João Tschannerl, 1009, Vista Alegre, (41) 3338-9266 (90 lugares). 11h/14h30 e 19h/22h (seg. e ter. só almoço; sáb. só almoço 11h30/15h). Aberto em 1970. $

 

Chalet Suisse

Alguns pratos têm lugar na carta desde o princípio, em 1983. São exemplos de permanência o filé-mignon café paris, com manteiga de ervas, batata rosti e legumes na manteiga (R$ 79,00), e os camarões ao champanhe guarnecidos de arroz e batata palha (R$ 94,00). Esse fruto do mar, aliás, surge flambado no licor ao lado do tagliatelle mais molho bechamel, estragão e tomate (R$ 110,00). Rua Francisco Dallalibera, 1428, Santa Felicidade, (41) 3364-7889 (140 lugares). 19h30/23h (dom. 12h/15h; fecha seg.). Aberto em 1983. $$$

 

Chaminé

À la carte, a cozinha expede camarão à grega. Coberto pelo crustáceo à milanesa e gratinado com parmesão, o arroz tem na escolta uma porção de batata palha (ou frita) e outra de molho de camarão (R$ 119,50). O filé-mignon à chaminé chega à mesa junto de aspargos, palmito e champignon na manteiga, além de arroz, batata sautée e seleta de legumes (R$ 127,50). Pagam-se R$ 15,70 pela torta da vovó — camadas de sorvete de creme, chantili e fios de chocolate. Rua Francisco Scremin, 290, Ahú, (41) 3353-4238, 3076-6294 e 99530-5684 (160 lugares). 11h/15h e 19h/23h (seg. a qua. só almoço; dom. só almoço até 15h30). Aberto em 2003. Aqui tem iFood. $

 

C La Vie

O steak tartare com batata chips e salada (R$ 34,00) e o escalope de foie gras junto de brioche, manteiga de trufa e ovo caipira (R$ 59,00) conduzem a refeição até o peixe fresco do dia mais arroz basmati e legumes da estação ao leite de coco e molho de limão (R$ 79,00). Ao percorrer a lista de sobremesas, o dedo para no petit gâteau (R$ 28,00). Avenida Presidente Taunay, 533, Batel, (41) 3029-9988 (65 lugares). 12h/14h30 e 19h30/0h (seg. só jantar; sáb. almoço até 15h e jantar até 1h; fecha dom.). Aberto em 2010. $$$

 

Comedoria Seminário

O apetite conduz a escolha entre o bufê livre (R$ 16,90, de segunda a quinta; R$ 18,90 às sextas; R$ 24,90 aos sábados) ou por quilo (R$ 38,00, de segunda a quinta; R$ 40,00 às sextas). Em ambos alinham-se saladas e pratos quentes. Às terças, há bife à cavalo. Especialidades mexicanas e árabes aparecem às quintas. Pedido avulso, o t-bone guarnecido de salada, farofa e pão é suficiente para duas pessoas (R$ 59,90). Avenida Silva Jardim, 4420, Seminário, (41) 3308-3037 (60 lugares). 11h30/14h (sáb. 12h/15h; fecha dom.). Aberto em 2013. $

 

D’Olive Gastronomia

Os pratos do bufê por quilo a R$ 57,80 (R$ 69,80 aos sábados) também estão disponíveis a um preço único para comer à vontade (R$ 39,90 e R$ 49,90). Montada com folhas verdes, tomate-cereja, uva, morango e nozes caramelizadas, a salada orgânica é temperada com redução de balsâmico e lascas de parmesão. Às quintas, o frango ao leite de coco e curry aparece perto do arroz de coco e dos chutneys de abacaxi, manga e carambola. Rua Shiller, 1952, Hugo Lange, (41) 3362-8515 (68 lugares). 11h30/14h30 (sáb. até 15h; fecha dom.). Aberto em 2015. $

 

Duo Cuisine

O filé-mignon à Dijon, junto de tagliatelle e ao molho de mostarda francesa, sai a R$ 79,00). Quem gosta de frutos do mar aponta no menu o camarão ao mango, em que o crustáceo salteado e caramelado com chutney de manga tem a companhia de arroz cremoso de limão e castanha-de-caju (R$ 79,00). Massa folhada, creme pâtissier e calda de framboesa são os ingredientes da sobremesa piquenique de domingo (R$ 25,00). Rua Desembargador Costa Carvalho, 151, Batel, Curitiba, (41) 3244-2574 (80 lugares). 19h30/0h (qui. a sáb. até 1h; fecha seg. e dom.). Aberto em 2008. $$

 

Estado Puro

É a quarta unidade do gastrobar de tapas do chef Paco Roncero (as outras ficam em Madri, Xangai e Ibiza). Montado sobre uma cama de guacamole, o tartare de salmão com sementes de pinhole custa R$ 37,00. O prato descrito como pulpo a la gallega com patata y mojo picón canário se traduz no polvo cozido, grelhado e servido sobre batatas e molho picante (R$ 65,00 individual). Antes da conta, um só pedido contém quatro texturas de chocolate: aerado, cremoso, crocante e com cristais de sal (R$ 20,00). Rua Nunes Machado, 68, centro, dentro do complexo The Five East Batel e anexo ao NH Hotel, (41) 3434-9403 (130 lugares). 12h30/1h (fecha dom.) Aberto em 2017. $$$

 

Forneria Copacabana

O vaivém no salão mostra que o bufê de antepastos exerce forte atração no público (R$ 119,90 o quilo). Igualmente tentadoras, as descrições do cardápio falam em tentáculos de polvo grelhado com tomate-cereja, alho confitado e torradas (R$ 45,00) e filémignon coberto por cebolas caramelizadas mais fettuccine ao molho de gorgonzola (R$ 69,00). Para beber, uma boa pedida é o coquetel copacabana (vodca, hortelã, morango e club soda, R$ 33,00). Avenida Iguaçu, 2820, Água Verde, (41) 3234-5787 (190 lugares). 11h30/14h30 e 19h/0h (sáb. 12h/15h e 19h/0h; dom. 12h/15h). Aberto em 2011. Aqui tem iFood. $$

 

Il Barbuto

Das muitas receitas de acento italiano propostas pelo chef Flávio Zan, o nhoque de batata, batata-doce, batata-doce-roxa e batata-salsa acompanha costelinha de porco (R$ 41,00) e pode ser precedido pelo trio de bruschettas (R$ 21,00). Revezamse na montagem dessa entrada várias combinações, entre elas as coberturas de queijo brie, damasco e mel, queijo gouda mais presunto cru e também gorgonzola com redução de balsâmico. O tiramisu é o carrochefe entre as sobremesas (R$ 13,00). Alameda Prudente de Moraes, 1227, centro, (41) 3016-2152 (45 lugares). 11h30/15h (sáb. 12h/16h; dom. 12h/17h). Aberto em 2016. Aqui tem iFood. $$

 

La Varenne

O menu executivo oferecido durante a semana é uma oportunidade interessante para quem deseja apreciar, a preços mais contidos, os esmerados preparos de Mayra Batista e Felipe Miyake. As fórmulas incluem salada e sobremesa e partem de R$ 55,00, como a que inclui bouilla baisse, estrogonofe ou frango grelhado ao molho roquefort. Fora desse esquema, o ravióli de bacalhau Gadus morhua com gema de ovo (R$ 29,00) e o nhoque de mandioquinha com camarão, brócolis e presunto cru crocante (R$ 78,00) dividem atenção com um clássico da casa, o tournedo rossini com purê de mandioquinha (R$ 126,00). Shopping Pátio Batel, (41) 3044-6600 (134 lugares). 11h30/15h e 18h/23h (sáb. 12h/16h e 19h/0h; dom. 12h/17h). Aberto em 2014. $$$$

 

Limoeiro Casa de Comidas

A cozinha expede dadinho de tapioca com queijo de coalho, geleia de abacaxi e pimenta (R$ 19,90, dezesseis unidades), seguido de salmão grelhado com tagliatelle de pupunha, molho de parmesão e chutney de manga (R$ 49,90). A sobremesa que tem nome de baba de camelo, uma musse de doce de leite com biscoito de maisena, custa R$ 12,90. A clientela ainda pode escolher algumas cervejas artesanais locais, como a Dogbrown da Bodebrown (R$ 23,90, 330 mililitros). Avenida Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, 669, Cristo Rei, (41) 3014-8014 (84 lugares). 11h30/15h30. Aberto em 2010. $

 

Mediterrâneo

No Shopping Barigui, o serviço à la carte é disponibilizado somente no jantar, quando as sugestões incluem pratos, como o medalhão de filé-mignon com queijo brie e risoto de funghi (R$ 45,00), e pizzas. A que é chamada de sophia loren leva, sobre disco de massa individual, molho de tomate, mussarela, presunto, ovo estrelado e cebola crocante (R$ 28,00). No almoço, enfileiram-se no bufê doze pratos quentes e vinte saladas, por a partir de R$ 48,00. Os preços variam de uma loja para a outra. Shopping Barigui, (41) 3317-6980 (105 lugares). 12h/15h e 19h/23h (qua. a sáb. jantar até 0h; dom. almoço até 17h e jantar até 22h); Shopping Crystal, Batel, (41) 3076 -3639 (70 lugares). 12h/22h (dom. 12h/17h). Aberto em 2008. $$

 

Mezanino das Artes

Tira-gosto, a sopa fria de amêndoas com tomate-cereja confitado (R$ 35,00) disputa a atenção com o napoleão de siri, que traz, em camadas, o crustáceo misturado com salpicão, fatias de maçã verde e espuma de gengibre (R$ 58,00). Mais substanciosos são os escalopes de filé-mignon com creme de batata assada e redução de vinho, café e estragão (R$ 62,00). No bufê de almoço durante a semana, a casa cobra R$ 51,90 o quilo e R$ 29,90 o sistema livre. São treze opções de salada e pratos quentes. Alameda Doutor Carlos de Carvalho, 805, centro, (41) 3222-3439 (66 lugares). 11h30/23h (fecha dom.). Aberto em 2013. $$

 

Nomade por Lênin Palhano

Uma cremosa quirera sob ovo caipira tem a companhia de uma posta de bacalhau Gadus morhua cozida lentamente (R$ 95,00). Esse é um dos pratos principais pensados por Lênin Palhano, eleito chef do ano pelo júri de VEJA COMER & BEBER, para o restaurante do luxuoso hotel Nomaa. Do defumador da casa, saem itens de charcutaria artesanal como a linguiça de porco da raça moura (R$ 49,00). Um caldinho de ingredientes da estação mais uma fatia de pão com manteiga de kefir precede a sequência de sete etapas do menu degustação (R$ 158,00 por pessoa), no qual a sobremesa pode ser o crocante de baunilha com compota de maçã e panacota de especiarias. Serve brunch aos sábados e domingos (R$ 139,00 por pessoa) a partir do meio-dia. Rua Gutemberg, 168, Nomaa Hotel, Batel, (41) 3087-9595 (42 lugares). 20h/23h (sex. e sáb. até 0h; fecha dom.). Aberto em 2015. $$$$

 

Ohana Batel

Prioriza ingredientes orgânicos na composição de saladas, massas, carnes e pescados que integram a bancada de trinta pratos, todos os dias (R$ 62,00 o quilo ou R$ 50,00 por pessoa). Na seleção pautada pela disponibilidade dos produtos, podem surgir mezzaluna recheada de ricota e panaché de legumes. O valor do bufê que passa na balança é maior para quem deseja ter acesso às comidas japonesas (R$ 78,00 o quilo). No fim de semana, o preço fixo à vontade vai a R$ 60,00 e o quilo completo, a R$ 74,00. Rua Benjamin Lins, 774, Batel, (41) 3121-5051 (160 lugares). 11h30/14h30 (sáb. 11h30/15h; dom. 11h30/15h30). Aberto em 2014. $$

 

Old West

A porção de ostras gratinadas com provolone (R$ 46,00) faz o papel de aperitivo até a chegada do filé-mignon grelhado mais bacon crocante, ovo frito e batata assada ao forno e recheada de sour cream (R$ 58,00).
Cai bem nos copos a cerveja Sud Pale Ale, de Bento Gonçalves (R$ 30,90, 500 mililitros). Rua São Januário, 248, Jardim Botânico, (41) 3262-9794 (60 lugares). 18h45/23h (sex. e sáb. até 0h; fecha dom.). Aberto em 1983. Aqui tem iFood. $$

 

Olivença

Comandado pelo chef Gilberto Prado, mescla os sabores de Portugal e Espanha. À base de batata e ovos, o bolinho de bacalhau (R$ 29,00, cinco unidades) abre caminho para o lombo assado desse mesmo pescado. A peça, banhada em azeite, tem a companhia de tomate grelhado, brócolis, alho esmagado, louro e batatas ao murro (R$ 95,00). Encerra os pedidos o churro de doce de leite de fabricação própria (R$ 16,00, cinco unidades). Rua Teixeira Coelho, 235, Batel, (41) 3016-9988 (90 lugares). 18h/0h (sáb. a partir das 12h; dom. 12h/16h; fecha seg.). Aberto em 2013. Aqui tem iFood. $$$

 

Pantucci Trattoria

Na hora do almoço, no menu executivo, o bife de filé-mignon empanado em farinha e queijo parmesão compõe o prato parmegiana de mignon, que pode ter polenta cremosa como guarnição (R$ 39,90). No jantar, uma boa pedida é o crocante e dourado filé wellington, envolto em creme de cogumelos e massa folhada mais batata rústica (R$ 68,90). Entre as sobremesas, o mil-folhas leva recheio de creme de amarena (cerejas italianas) feito à base de cream cheese (R$ 18,90). O doce é finalizado com calda de baunilha. Rua Barão de Guaraúna, 553, Juvevê, (41) 3205-3883 (60 lugares). 11h30/14h e 19h/23h (dom. 11h30/15h; seg. 11h30/14h). Aberto em 2013. Aqui tem iFood. $$

 

Poco Tapas

O menu degustação, mediante reserva (R$ 130,00), elenca dez bocados salgados, a exemplo da reconstrução da feijoada molecular, com arroz desidratado, patê de feijão, couve crocante, ovo de codorna frito e cachaça com laranja sólida. Entre as cinco etapas doces, a queijada cremosa com bolacha crocante tem cobertura de Nutella em pó. Espoca na boca a caipirinha que é uma esfera de cachaça com limão, este também em pó, e açúcar cristal (R$ 5,00). Quem pede sangria recebe a bebida na taça (R$ 18,00). Avenida Vicente Machado, 2786, Batel, (41) 99682-8758 (50 lugares). 19h/0h (fecha dom.). Aberto em 2012. $$$$

 

Restaurante Durski

Em ambiente refinado, pagam-se R$ 90,00 por pessoa para percorrer o banquete eslavo, uma sequência de especialidades do tipo frango à Kiev, charutinho de repolho e costelinha defumada, sopa de beterraba, minipanquecas e pierogui. Esse último também pode ser pedido direto do cardápio. Recheado de batata e ricota, ele é servido com molho de carne e linguiça defumada (R$ 70,00). Outra opção é o confit de pato com maçã caramelada, molho de frutas vermelhas e purê de batata (R$ 80,00). Para finalizar, entra em cena a torta de castanha e chantili de laranja (R$ 30,00). Avenida Jaime Reis, 254, São Francisco, (41) 3225-7893 (40 lugares). 19h30/22h30 (sáb. e dom. 12h/15h; fecha seg. e ter.). Aberto em 1999. $$$$

 

A Sacristia

Sugestões para dividir, caso do linguado grelhado ao molho de tomate, camarão, alcaparra e azeitonas (R$ 120,00) e do vitelo ao funghi mais tomate seco e cubos de presunto, com fettuccine na manteiga (R$ 126,00), dividem espaço com pedidas individuais, como o turnedô de angus, tomate recheado de gorgonzola, arroz e batata palha (R$ 65,00). Rua João Manuel, 197, São Francisco, (41) 3232-6413 (85 lugares). 19h/0h (sex. e sáb. até 0h30; fecha dom.). Aberto em 1976. Aqui tem iFood. $$$

 

Terrazza 40

A vista panorâmica da cidade é altamente distrativa, mas também atrai os olhos o filé-mignon à wellington, em que a peça de carne, antes de ser assada dentro de uma capa de massa folhada, é envolvida por castanha-do-pará e macadâmia. Completa o prato uma porção de nhoque ao creme de queijo gouda (R$ 69,40). De inspiração na cozinha uruguaia, a pamplona de lomo junta filé-mignon recheado de coentro, mussarela, bacon, cebola e tomate (R$ 81,60). Rua Padre Anchieta, 1287, Bigorrilho, (41) 3014-0141 (80 lugares). 12h/16h e 19h/0h30 (dom. sem intervalo até 22h). Aberto em 2013. $$$

Continua após a publicidade

 

Tortuga

É bom ponto de partida o provolone à milanesa (R$ 25,00, para duas pessoas). Principal, o chamado mignon nobre consiste em uma esfera de carne recheada de presunto, palmito e mussarela, empanada em cereal de milho e coberta por molho de queijo. Na guarnição, arroz e batata frita (R$ 104,00, para duas pessoas). À base de banana, goiabada e queijo prato, a sobremesa mineiro com botas adoça o paladar de até três pessoas (R$ 24,00). Avenida Manoel Ribas, 702, Mercês, (41) 3335-3635 (170 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h30 (sáb. e dom. almoço até 15h e jantar até 0h). Aberto em 1980. Aqui tem iFood. $$

 

Vin Bistrô

A chef Cláudia Krauspenhar assumiu a cozinha e a direção da casa no início de 2017. As ostras que chegam de Santa Catarina semanalmente são servidas frescas, como entrada, em porções de doze e seis unidades (R$ 53,00 e R$ 31,00). Quem pede a versão gratinada ao creme de raiz-forte paga R$ 65,00 e R$ 35,00, respectivamente. Entre os principais, destaca-se o magret de pato ao poivre ladeado de musseline de batata-doce, cogu melo-de-par is salteado e praliné de avelã (R$ 85,00). Na sobremesa, o parfait de banana lembra uma musse (R$ 27,00). Rua Fernando Simas, 260, Batel, (41) 32253444 (100 lugares). 12h/14h30 e 19h/23h (fecha dom.). Aberto em 2008. Aqui tem iFood. $$$

 

Vindouro

Pode-se começar a refeição escolhendo o palmito pupunha na manteiga de amêndoas, assado na própria casca (R$ 26,00). Sugestão de principal, o filé-mignon ao molho de mostarda de Dijon tem como guarnição sofioti de queijo cremoso com presunto pata negra e molho de tomate (R$ 74,00). No bacalhau à lagareiro, o lombo do pescado, confitado, acompanha legumes da estação (R$ 129,00). Para o arremate, o sformato consiste em uma espécie de tortinha de maçã quente com sorvete de fava de baunilha (R$ 22,00). Rua Guarda Mor Lustosa, 129, Juvevê, (41) 3027-0700 (120 lugares). 12h/15h e 19h/0h (sáb. e dom. 12h/15h30; dom. só almoço). Aberto em 2009. $$$

 

ALEMÃO

Cantinho do Eisbein

Há 31 anos, a cozinha deste restaurante prepara especialidades alemãs como marreco assado guarnecido de arroz, repolho-roxo e purê de batata (R$ 94,50, para duas pessoas). O preço e o tamanho da porção são iguais aos do eisbein, joelho de porco assado, salsichas branca e vermelha, chucrute e batata cozida. Uma fatia de strudel de maçã com nata e uma garrafa de 330 mililitros de cerveja Bodebrown somam à conta, respectivamente, R$ 19,00 e R$ 29,00. Avenida dos Estados, 863, Água Verde, (41) 3023-5155 (200 lugares). 11h30/14h30 e 19h/23h30 (dom. só almoço até 15h30; fecha seg.) Aberto em 1986. Aqui tem iFood. $

 

 

ÁRABES

Armazém Califórnia

Para comer com pão árabe, a cafta crua é feita de carne magra temperada com cebola, salsinha e especiarias e custa R$ 16,50 (200 gramas). Outro campeão de pedidos da casa é o levemente picante queijo chancliche, à base de coalhada seca e zátar (R$ 16,50, com salada e azeitona; R$ 11,50 ao azeite de oliva). Entre os pratos quentes, o arroz marroquino com carne, curry, açafrão, garam massala, amêndoas laminadas na manteiga e salada custa R$ 23,50. Rua Saldanha Marinho, 68, (41) 3224-5629 (52 lugares). 9h/20h (sáb. até 17h; fecha dom.). Aberto em 2006. $

Cantinho Árabe

Para dois, o quibe cru com salada de alface, agrião, pepino, rabanete, cebola, tomate e pão (R$ 44,00) encaminha a refeição para pedidas quentes, como os charutinhos de folha de uva (R$ 23,00, dez unidades). Aos sábados e domingos, a cozinha deste restaurante prepara arroz com carneiro desfiado e amêndoas fritas (R$ 42,00, para três pessoas). O copo de arak, à base de destilado de uva, custa R$ 17,00. Rua Schiller, 1967, Hugo Lange, (41) 3264-1318 e 3042-4318 (108 lugares). 11h/22h (dom. só almoço até 16h). Aberto em 1996. $

Nayme Culinária Árabe

Do caderno de receitas deixado pela avó Nayme, Yasmin Zippin Nasser tirou uma seleção de pratos que inclui quibe recheado de nozes, amêndoas e castanhas, cozido na coalhada (R$ 46,00, duas unidades), e uma espécie de torre (burj), que intercala camadas de quibe cru, carne refogada com amêndoas, tabule, coalhada e, por fim, crocante de cebola. Custa R$ 43,00 e alimenta duas pessoas. Entre os doces, a casa serve o crepe ataif recheado de nozes, amêndoas e castanhas moídas, que recebe ainda calda de rosas e flor de laranjeira. Acompanha sorvete de nata (R$ 22,00). Avenida Vicente Machado, 1482, Batel, (41) 3308-1882 (70 lugares). 12h/15h e 19h/23h (sex. e sáb. jantar até 23h30; dom. só almoço até 16h). Aberto em 2016. Aqui tem iFood. $$

Oriente Árabe

Da área externa do restaurante, a clientela avista o centro histórico, enquanto decide se vai de rodízio (R$ 77,00 por pessoa) ou à la carte — entre as sugestões, há o cuscuz marroquino de cordeiro, que leva massa de sêmola granulada e hidratada em caldo de carne, legumes na manteiga, grãode-bico, amêndoa e passas (R$ 75,00). De sexta a sábado, o almoço executivo custa R$ 24,90. Dá para escolher um prato frio, um quente e um salgado. Acompanham arroz sírio e pão árabe. Rua Kellers, 95, São Francisco, (41) 3224-2061 (130 lugares). 11h/23h (dom. só almoço até 15h30; fecha seg). Aberto em 1969. $$

Velho Oriente

O rodízio desta casa contém duas entradas, seis pratos frios e sete pratos quentes. Entre eles, quibe cru, abobrinha recheada, arroz com lentilha e esfiha (R$ 56,90 de segunda a sexta; R$ 60,90 aos sábados e domingos). No jantar, a pizza mediterrânea recebe cobertura de queijos feta e mussarela, além de abobrinha e berinjela (R$ 38,00). Avenida Água Verde, 1551, Água Verde, (41) 33432007 (100 lugares). 11h30/15h30 e 18h30/0h (ter. a sex. só jantar; fecha seg). Aberto em 2001. Aqui tem iFood. $

 

 

BRASILEIROS

Bar Palácio

Em atividade há 87 anos, a casa tem uma clientela fiel que sabe que ali não podem faltar clássicos do naipe da chuleta, um churrasco de 500 gramas de filé-mignon e contrafilé guarnecido de salada de cebola, arroz e farofa (R$ 46,60). Por R$ 14,40, a farofa de ovos, farinha de mandioca e cheiro-verde enriquece as escolhas. Adoça o paladar a banana frita com açúcar e canela (R$ 13,10). Rua André de Barros, 500, centro, (41) 3222-3626 (100 lugares). 19h30/1h30 (sex. e sáb. até 3h; fecha dom.). Aberto em 1930. $

A Caiçara

O chef Fredy Ferreira conduz esta cozinha de inclinação litorânea. Um dos campões de pedidos é o filé de peixe (o fresco do dia) à escabeche mais pirão d’água e ninho de couve (R$ 34,80, para uma pessoa). A feijoada, que mescla cortes suínos com frutos do mar, é guarnecida de farofa de banana, vinagrete e arroz branco (R$ 79,80, para duas pessoas). Antes de pedir a conta, vale conferir a torta exagerada de cacau (R$ 14,90). Rua Doutor Claudino dos Santos, 90, São Francisco, (41) 3324-9755. (60 lugares). 12h/16h e 18h/0h (qua. e qui. só jantar; fecha seg. e ter.). Aberto em 2017. $$

Cantinho Mineiro

Neste restaurante, fazem o papel de aperitivo o caldinho de feijão e as batidas de cachaça mineira, uma gentileza que se repete no fim da refeição, quando bolo de fubá, café e chá também são grátis. No fim de semana, a seleção de pratos principais ganha o reforço de receitas queridinhas dos clientes: leitão à pururuca e rabada. De segunda a sexta, pagam-se R$ 23,90 por pessoa. O valor é maior aos sábados e domingos (R$ 26,90). O preço dá acesso a uma mesa de delícias açucaradas, como doce de abóbora e arroz doce. Alameda Doutor Carlos de Carvalho, 150, centro, (41) 3224-3818 (160 lugares). 11h/15h30. Aberto em 1997. $

Mineira Gostosa

Feijão-tropeiro, rabada com polenta, leilão à pururuca e dobradinha ficam lado a lado no bufê que, aos sábados, destaca a feijoada. Nesta casa é possível servir-se à vontade dos pratos quentes e das saladas e sobremesas (R$ 27,90 por pessoa ou R$ 44,90 o quilo). Da lista de doces, os maiores sucessos são o chico balanceado, à base de ovos, caramelo, canela e suspiro, e a ambrosia. No fim de semana, não tem balança, só preço único. Rua Mateus Leme, 491, Centro Cívico, (41) 3029-5728 (90 lugares). 11h15/15h30 (sáb. e dom. 11h/15h45). Aberto em 1981. $

Pantagruel

O maior atrativo, fora a comida caseira, é a área externa com mesas sob as árvores. Comandada há trinta anos pelo casal Otávio e Marta Sbalqueiro, a cozinha expede feijoada na cumbuca com charque, lombo defumado e paio. Fazem acompanhamento arroz, couve com bacon e vinagrete (R$ 81,90 por pessoa). A moqueca ao leite de coco mais azeite de dendê e cebola tem guarnição de salada mista e arroz (R$ 85,90). Rua Professor Joaquim de Mattos Barreto, 416, São Lourenço,(41)3253-7772 (200 lugares). 12h/17h (fecha seg. a sex.). Aberto em 1987. $$

Mukeka

Os dadinhos de tapioca e queijo de coalho, fritos e acompanhados de geleia de pimenta dedo-de-moça (R$ 13,00, seis unidades), fazem um preâmbulo até que o tambaqui na brasa roube toda a atenção da mesa. O peixe da Bacia Amazônica é servido com vinagrete, arroz branco, farofa, pirão e aipim frito (R$ 109,00, para duas pessoas). Para arrematar, escolhe-se entre musse de chocolate com geleia de cupuaçu (R$ 22,00) e quindim (R$ 17,00). Rua Machado de Assis, 417, Juvevê, (41) 3156-3028 (120 lugares). 11h30/14h30 e 19h/0h (sáb. 12h/16h e 19h/23h; dom. só almoço 12h/16h; fecha seg.). Aberto em 2013. $$

 

 

ESPANHOL

Pata Negra

O bufê de paella é o maior sucesso. Segunda e terça, por R$ 39,80, dá para comer à vontade as três versões — do mar (lula, marisco e peixe do dia), do ar (carnes e legumes) e da terra (vegetariana). De quinta a domingo, custa R$ 47,80. Pães, caldo de legumes e cozido espanhol puchero reforçam as escolhas. À la carte, as empanaditas de camarão (R$ 34,80, seis unidades) dão uma boa entrada para a paleta de cordeiro com batata noisette e talharim na manteiga. A porção é suficiente para três (R$ 139,80). Completam os pedidos os churros de doce de leite (R$ 22,20, quatro unidades). Rua Fernando Simas, 23, Bigorrilho, (41) 3015-2003 (200 lugares). 11h/23h30 (seg. 17h/23h30; sáb. e dom. 11h30/23h30). Aberto em 2005. $$$

 

 

NATURAIS

Mahatma Gourmet

Segue preceitos vegetarianos e veganos em atmosfera de tranquilidade. No bufê de pratos quentes, saladas e sobremesas, as receitas são alteradas todos os dias. Podem surgir penne com couve-flor, abobrinha e raspas de limão e quiche de pera e gorgonzola. No formato mahatma, pagam-se R$ 34,00 pela refeição completa mais chá mate orgânico (R$ 40,00 no fim de semana). No modelo mantra, o almoço custa R$ 28,00 e não inclui a bebida e a sobremesa (R$ 34,50 no sábado e no domingo). Rua Professor Macedo Filho, 199, Bom Retiro, (41) 3022-6875 (120 lugares). 11h30/14h30 (dom. 12h/15h). Aberto em 2010. $

Straveganzza Vibrant Food

Mauro Tostes comanda este endereço vegano onde os clientes são recebidos com a cortesia de pão caseiro e água aromatizada — na hora de ir embora, outro presente: café coado na mesa. Como entrada fria, a torre de quinoa é montada com dadinhos de abacate, tomate confitado, maçã e redução de balsâmico (R$ 12,20). O trio de nhoque, feito de espinafre e batatas doce e salsa, com molhos de tomate e pesto, é sucesso entre os pratos principais (R$ 27,10). Rua Sete de Abril, 121, Alto da Rua XV, (41) 3121-3663 (25 lugares). 11h30/15h e 19h/22h (seg. a qua. só almoço; dom. só almoço 12h/16h). Aberto em 2017. $

 

 

PEIXES E FRUTOS DO MAR

Bar do Victor

À espera dos principais, petiscam-se bolinhos de bacalhau (R$ 26,00, seis unidades) e porção de lula à dorée com limão-siciliano (R$ 28,00). Fomes maiores são aplacadas na moqueca de camarão acompanhada de arroz, pirão e farofa (R$ 99,00, para duas pessoas). Ao sugo e gratinados com mussarela, os camarões à parmigiana também são para compartilhar (R$ 98,00). Rua Lívio Moreira, 284, São Lourenço, (41)3353-1920 (200 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h (sáb. 11h30/16h e 18h/23h; dom. 11h30/16h); Rua Saldanha Marinho, 1650, Bigorrilho, (41)3076-0720 (170 lugares). 11h30/14h30 e 17h30/23h30 (sáb. 12h/0h; dom. 12h/17h). Aberto em 1969. Aqui tem iFood. $$

Bistrô do Victor

A entrada traz o espeto de vieira na brasa, acompanhado de saladinha de folhas e shiitake (R$ 31,00), e o palmito pupunha, também na brasa, orgânico (R$ 29,00). Na ala dos principais, aparecem os camarões de Portugal: à milanesa, têm a companhia de arroz cremoso, com creme de leite, alho, brócolis e gratinado com queijo de coalho (R$ 119,00, para duas pessoas; R$ 95,20 às sextas). Para finalizar, há cheesecake de frutas vermelhas (R$ 19,00). Rua Professor Pedro Viriato Parigot de Souza, 600, Mossunguê, (41) 3317-6920 (92 lugares). 11h30/22h30 (dom. 12h/22h). Aberto em 2008. $$$

Coco Bambu

Ocupa uma área de 1 800 metros quadrados e três pisos. Durante a semana, há um menu de almoço mais em conta — cada sugestão do dia serve até duas pessoas, por R$ 59,90. À la carte, o camarão internacional tem a companhia de arroz cremoso de presunto e ervilha, gratinado sob mussarela e guarnecido de batata palha (R$ 165,00, para três apetites). A cocada de forno com sorvete (R$ 25,00) completa os pedidos. Shopping Crystal, Batel, (41) 3308-4901 (500 lugares). 11h30/15h e 18h/0h (sex. e sáb. sem intervalo até 1h; dom. sem intervalo até 0h). Aberto desde 2016. $$

Karbonell Frutos do Mar

O chamado prato da casa contém dois bolinhos de camarão, duas casquinhas de siri e dois espetinhos de camarão à milanesa. Não para por aí: o festim continua com tilápia à dorée, camarão ao molho, pirão de peixe, arroz branco, batata frita, salada de legumes e maionese (R$ 140,00, para duas pessoas). De segunda a sexta, no almoço, o cardápio executivo conta com onze sugestões, todas junto de mix de folhas, caponata de berinjela com torradas ou caldinho, como entrada, mais a sobremesa do dia. O escondidinho de camarão, por exemplo, sai a R$ 30,00. Rua Doutor Manoel Pedro, 260, Cabral, (41) 3252-5583 (150 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h (sáb. 11h30/15h30 e 18h/23h; dom. só almoço 11h30/15h30). Rua Schiller, 1370, Alto da Rua XV, (41) 3093-5583 (80 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h (seg. só almoço; sáb. 11h30/15h30 e 18h/23h; dom. só almoço 11h30/15h30). Aberto em 1992. Aqui tem iFood. $

Peixe Frito

O grande chamariz desta casa é o rodízio de frutos do mar que contempla desde grelhados de tambaqui e linguado até camarão à paulista. É preciso ir até o bufê para buscar salada, comida japonesa e outros dezessete complementos (R$ 75,00 por pessoa). A R$ 75,00 o quilo, de segunda a sexta na hora do almoço é montada uma mesa de saladas e nove pratos quentes, do tipo moqueca, bacalhau e paella. À parte, o morango com chantili custa R$ 15,00. Avenida Manuel Ribas, 5438, Santa Felicidade, (41) 3372-2235 (120 lugares). 12h/14h30 e 19h/22h45 (sex., sáb e feria dos 12h/15h e 19h/23h; dom. 12h/15h30). Aberto em 1982. $$

Petiscaria do Victor

Neste endereço do grupo Victor, a pedida é o bolinho de camarão (R$ 14,00) seguido de camarão thai, que combina o fruto do mar com páprica, curry e raspas de laranja. A receita, para compartilhar, é entregue em panela de barro junto de arroz ao leite de coco e rodelas de abacaxi grelhadas (R$ 119,00). Para dar conta da porção de banana flambada no conhaque mais calda de laranja, nata, sorvete de creme e cobertura de chocolate, é boa ideia pedir duas colheres (R$ 16,00). Avenida Manoel Ribas, 6995, Santa Felicidade, (41) 3273-4444 (240 lugares). 18h30/23h30 (sáb. 12h/15h30 e 19h/23h30; dom. 12h/15h30). Aberto em 2007. $$

 

 

PERUANO

Do Peruano Bistrô Café

A cozinha do chef peruano Fernando Matsuhita executa à risca receitas de sua terra natal. O ceviche de tilápia, guarnecido com batata-doce assada, chips de banana-da-terra e milho (R$ 29,00), pode anteceder o lomo saltado, que junta 200 gramas de filé-mignon, cebola, tomate, pimenta ou pimentão, tudo flambado no pisco e acompanhado de batata rústica (R$ 36,00). Um copo de chicha morada, bebida típica obtida do milho, sai a R$ 6,50. Avenida Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, 675, Cristo Rei, (41) 3045-6711 (50 lugares). 11h30/14h30 e 18h30/22h30 (ter. e qua. só almoço; dom. só almoço 11h30/15h; fecha seg.). Aberto em 2012. $

 

 

PORTUGUESES

Alma Lusa

O lombo de bacalhau grelhado e guarnecido de batatas ao murro e cebola com azeite de oliva custa R$ 155,00 e satisfaz duas pessoas. Na seção de sobremesa, não podem faltar os doces típicos pastel de nata (R$ 12,00) e toucinho do céu, feito com massa de amêndoas (R$ 10,00 a fatia). Avenida Visconde de Guarapuava, 4908, Batel, (41) 3242-9070 (40 lugares). 11h30/16h e 19h/0h (dom. 11h30/16h; fecha seg.). Aberto em 2000. $$$

Cais da Ribeira

A inclinação portuguesa da casa fica nítida no bacalhau ao Cais da Ribeira, em que o lombo do pescado, assado, tem como guarnição batata bolinha, tomate-cereja e cogumelo-de-paris ao azeite de alecrim (R$ 75,00). Com outra proposta, é o medalhão de filé-mignon ao molho de vinho do Porto com risoto de queijo grana padano (R$ 74,00). O doce de massa folhada mais creme de ovos e limão finaliza a refeição (R$ 18,00). Rua Comendador Araújo, 499, centro, (41) 3017-9900 (74 lugares). 12h/15h e 19h/22h30. Aberto em 2004. $$$

Camponesa do Minho

O simbólico galo português na fachada deste tradicional restaurante dá uma pista de suas especialidades. O bacalhau, para começar, recheia a coquille, uma concha servida ao estilo casquinha (R$ 10,00). Depois, surge na versão à gomes de sá (R$ 122,90). Para variar, o polvo à Miguel apresenta o molusco grelhado e guarnecido de batata ao murro, ovo cozido e pimentão refogado na cebola (R$ 124,90). Ambos os pratos acompanham arroz branco e satisfazem duas pessoas. Para finalizar, uma boa ideia: pastel de santa clara (R$ 11,00). Rua Padre Anchieta, 978, Mercês, (41) 33361312 (130 lugares). 11h30/14h e 18h30/23h (sáb. e dom. 11h30/15h; fecha seg). Aberto em 1979. Aqui tem iFood. $$

Lisboa Gastronomia

Desde o bolinho (R$ 12,00 a unidade), o cardápio lista dezoito receitas de bacalhau. Confitada e guarnecida de arroz, a posta do peixe pode ir à mesa na cumbuca de barro (R$ 142,00, para duas pessoas). Também com arroz, mas agora em lascas e gratinado com nata, o pescado surge em porção generosa para até três comensais (R$ 164,00). As pedidas podem ser precedidas de casquinha de siri com manga (R$ 32,00, duas unidades). Alameda Princesa Izabel, 420, Mercês, (41) 3078-7117 (50 lugares). 19h/0h (dom. 12h/16h30; fecha seg.). Aberto em 2008. $$$

Mercearia do Português

Quem pede bacalhau gratinado com nata recebe também batata palha e arroz branco (R$ 146,00 para duas pessoas). O pescado é protagonista, mas outros frutos do mar também têm espaço: feito para dividir, o polvo grelhado com batatas ao murro, arroz branco e legumes da época custa R$ 173,00. Cada pastelzinho de nata soma à conta R$ 9,20. Rua Chile, 2041, Rebouças, (41) 3332-1267 (45 lugares). 11h30/14h30 e 18h/23h30 (sáb. almoço até 16h; fecha dom.). Aberto em 2001. $$$

Continua após a publicidade
Publicidade