Clique e assine a partir de 8,90/mês

Quintana Café e Gastronomia é o melhor restaurante de Curitiba

A casa comandada pela chef Gabriela Carvalho aposta a maior de suas fichas num bufê que homenageia a culinária de vários cantos do mundo

Por Daniel Salles, Beatriz Malheiros, Gislaine Bueno, Josi Basso, Mara Andrich, Otavio Corsini, Rosângela Oliveira e Vinicius Tamamoto - Atualizado em 22 out 2017, 11h26 - Publicado em 21 out 2017, 04h00

Em tempos de crise, não chega a surpreender que o júri de VEJA COMER & BEBER tenha escolhido um bufê com preço acessível como o melhor restaurante da cidade. Mas, justiça seja feita, a ótima relação custo-benefício não é o único atributo do Quintana. Defensora ferrenha do slow food, a chef Gabriela Carvalho instalou seu restaurante em um casarão arejado, com direito a área externa sombreada por um enorme cedro, além de pés de pitanga, amora e romã. Num cenário como esse, não há quem devore uma refeição em poucos minutos. Outras preocupações da cozinheira são o respeito à sazonalidade dos ingredientes e à identidade da culinária de diferentes regiões do mundo, pelo qual já circulou bastante. Aos 15 anos, ela fez um intercâmbio em Oregon, nos Estados Unidos. Depois, foi estudar hotelaria na faculdade Les Roches, nos Alpes Suíços. E, antes de se fixar como chef em Curitiba, morou na Bahia, no Ceará e em São Paulo. As receitas de seu bufê têm dia certo para aparecer. Às sextas, por exemplo, quando o tema é a gastronomia do Oriente Médio, podem entrar em cena o delicado pernil de cordeiro ao molho de vinho, ervas e especiarias, a lasanha artesanal de espinafre com molho rosé e manjericão e o risoto de compota orgânica de laranja e folhas de cenoura. Durante a semana, o preço é R$ 69,90 o quilo, ou R$ 42,00 para comer à vontade. Aos sábados e domingos, só há a segunda opção, que sobe para R$ 59,90. Para quem prefere à la carte, Gabriela faz uma saborosa releitura do baião de dois com arroz arbóreo, carnes paranaenses, pimenta-de- cheiro, queijo de coalho, parmesão e urucum (R$ 71,00) e uma famosa alcatra caramelada com cebola, bacon, pera e cerveja acompanhada de pão com especiarias e mostarda (R$ 71,00). Num dia de calor, não há como resistir às mais de sessenta cervejas artesanais curitibanas listadas no cardápio. Duas delas foram produzidas em parceria com o restaurante. A Bière de Table, uma strong golden ale com jabuticaba, com a cervejaria Bodebrown; e a Hype Trip Kölsch, com a Turbinada (R$ 23,90 cada uma). Para adoçar, boas escolhas são o petit gâteau de chocolate ou goiabada (R$ 19,00) e a cheesecake de chocolate branco com frutas vermelhas (R$ 14,00). Avenida do Batel, 1440, Batel, (41) 3078-6044 (160 lugares). 11h30/14h30 (sáb. e dom. até 15h30). Aberto em 2008. $$

2º lugar: La Varenne

O menu executivo oferecido durante a semana é uma oportunidade interessante para quem deseja apreciar, a preços mais contidos, os esmerados preparos de Mayra Batista e Felipe Miyake. As fórmulas incluem salada e sobremesa e partem de R$ 55,00, como a que inclui bouilla baisse, estrogonofe ou frango grelhado ao molho roquefort. Fora desse esquema, o ravióli de bacalhau Gadus morhua com gema de ovo (R$ 29,00) e o nhoque de mandioquinha com camarão, brócolis e presunto cru crocante (R$ 78,00) dividem atenção com um clássico da casa, o tournedo rossini com purê de mandioquinha (R$ 126,00). Shopping Pátio Batel, (41) 3044-6600 (134 lugares). 11h30/15h e 18h/23h (sáb. 12h/16h e 19h/0h; dom. 12h/17h). Aberto em 2014. $$$$

 

3º lugar: Barolo Trattoria

Quando um prato é servido 2 000 vezes por mês, alguma coisa ele tem de especial. Pois essa é a média de vendas da conchiglia com recheio de camarão e molho san marino, feita com mix de queijos e camarão (R$ 129,80). Como todas as sugestões da casa, serve duas pessoas ou mais (a meia-porção custa 65% do preço). O cardápio lista ao todo 29 massas, que podem ser combinadas a 33 opções de molho. Duas escolhas sem erro: espaguete à carbonara (R$ 102,80) e penne ao molho genovese (R$ 105,80). Da cozinha saem ainda receitas como o robalo em crosta de castanha-de-caju, guarnecido de pappardelle salpicado de ervas e limão-siciliano (R$ 118,90). Antes, é possível com
partilhar saladas como a bellaggio, composta de folhas, presunto de Parma, figo com gorgonzola gratinado e molho agridoce (R$ 50,90). Com quase 300 rótulos, a carta de vinhos lista o tinto italiano Luccarelli Primitivo Puglia por R$ 125,90. Na hora da sobremesa, a maioria dos clientes fica entre o tenro tiramisu (R$ 20,90) e o petit gâteau de doce de leite com calda de frutas vermelhas (R$ 22,90). Avenida Silva Jardim, 2487, Água Verde, (41) 3243-3430 (160 lugares). 12h/14h30 e 19h/0h (sex. jantar até 0h30; sáb. 12h/15h30 e 19h/0h30; dom. 12h/16h); ParkShopping Barigui, (41) 34021017 (160 lugares). 12h/15h30 e 18h30/23h (sex. jantar até 0h; sáb. 12h/0h; dom. 12h/22h). Aberto em 1999. $$$

Continua após a publicidade
Publicidade