Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Neymar e Snoop Doggy Dogg: amizade e confusão à vista

Craque do Santos confirma presença no show do rapper em Paulínia. E rapper confirma que não está nem aí para a legislação brasileira

Por Leo Pinheiro 8 nov 2011, 12h12

Snoop Doggy Dogg convidou. Neymar aceitou. E, em vídeo, o craque do Santos confirmou presença no show do rapper norte-americano que se apresenta em Paulínia, no interior de São Paulo, no próximo sábado, como parte da programação do festival SWU. Fã da seleção canarinho, o Snoop Dogg convidou Neymar e seus amigos do Santos a se divertir e “chutar uma bola”.

Como Seu Neymar, pai do craque, gosta de acompanhar de perto os passos do filho, é bom ficar atento. O rapper, que já foi preso várias vezes por porte de drogas e armas nos Estados Unidos, já avisou que em sua passagem pelo Brasil pretende fumar maconha. A organização do evento teria dito para Snoop não usar drogas, mas o rapper negou. “Você sabe que eles não me pediriam um negócio desses”, disse. E aparentemente o rapper nem quer saber se é permitido ou não fumar maconha no Brasil – não é, como alguns alunos da USP recém descobriram. “Eu fumo. Fumo maconha para me divertir”, desafiou o rapper, em entrevista coletiva no Rio de Janeiro, onde está hospedado na mesma suíte em que ficou Amy Winehouse, no Hotel Santa Teresa.

Snoop Dogg também falou abertamente que pretende curtir a temporada no Brasil, com outro grande temor dos pais de jogadores de futebol: as mulheres. “Não é todo dia que podemos nos divertir aqui no Brasil, então vamos fazer isso. Fazer rimas, dançar, festas… Com mulheres, claro”. Antes de encontrar Neymar Júnior e os jogadores do Santos, em Paulínia, no próximo sábado (12/11), Snoop fará shows no Rio, amanhã, e em Florianópolis, na sexta-feira.

Continua após a publicidade
Publicidade