Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês

Namorada bate boca com filho de Marcelo Rezende pelo Instagram

Luciana Rezende foi acusada pelos filhos do jornalista de se aproveitar do coma do companheiro para comprar um iPhone novo

Por Da redação Atualizado em 29 set 2017, 18h01 - Publicado em 29 set 2017, 17h47

A namorada de Marcelo Rezende, Luciana Lacerda, discutiu com Diego Esteves, filho do jornalista, nesta sexta-feira pelo Instagram. Em resposta aos seguidores, na caixa de comentários de um de seus posts, o também jornalista Diego Esteves recriminou a companheira do pai, morto em 16 de setembro, por comprar um iPhone de 5.000 reais no cartão do namorado quando ele já estava em coma, questionando seu amor pelo apresentador.

“Você acha que é amor uma pessoa comprar um Iphone de 5.000 reais com o cartão do amado quando ele está em coma?”, perguntou a uma seguidora. “Imagino a sua resposta, então reflita antes de opinar na vida alheia. Se o meu pai algo me ensinou, é a ser uma pessoa justa. Fica com Deus.”

Reprodução/Instagram

No último domingo, Diego e a irmã, Patricia Adriessen, confirmaram a Roberto Cabrini, do SBT, terem modificado a fechadura da casa onde Rezende vivia com a namorada, mas negaram qualquer intenção de afastá-la do imóvel. “Nós trocamos a fechadura porque não morávamos com ele e não sabíamos quem tinha ou não tinha a chave de casa, trocamos por precaução.”

Continua após a publicidade

Luciana Lacerda comentou o episódio da fechadura dois dias depois, em entrevista ao programa A Tarde É Sua, de Sônia Abrão, e retomou o assunto ao explicar o porquê da compra do iPhone, respondendo ao comentário da mesma seguidora. Sarcástico, Lu Lacerda acusa os filhos de Rezende de a terem expulsado da casa do jornalista. “Nem sacolinha de mercado tiveram coragem de deixar para mim.”

“O filho não tinha conhecimento da nossa vida de casal. Quero deixar bem claro a todos o seguinte: a confiança do Marcelo era tão grande em mim que eu tinha cartões, senhas e cheques. A compra do telefone foi realizada com autorização do Marcelo no domingo, pois o meu aparelho tinha dado pane. Vale ressaltar que não comprei na segunda-feira, véspera de sua internação, porque a funcionária havia tirado folga, e na casa havia prestadores de serviços (enfermeiros). Sendo assim, só pude comprar o aparelho na quarta-feira. (ah, ele esqueceu de mencionar a compra de três malas para poder por as minhas coisas, pois nem sacolinha de mercado tiveram coragem de deixar para mim. Lamentável essa tentativa de defesa por parte dele).”

Reprodução/Instagram

A VEJA, Luciana disse estar estudando as providências a serem tomadas frente ao caso. Ela não se decidiu por um processo.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)