Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fox vai exibir Copa do Mundo em streaming independente da TV paga

Conteúdo de onze canais da empresa poderão ser assinados fora de pacotes da TV a cabo – ‘The Walking Dead’ e jogos esportivos são carros-chefes

Por Raquel Carneiro Atualizado em 3 abr 2018, 19h42 - Publicado em 3 abr 2018, 19h41

Com a Copa do Mundo 2018 na manga, a Fox lança até o fim de abril o FOX+, serviço de streaming que vai disponibilizar assinaturas independentes de pacotes de TV paga com a programação dos onze canais do grupo: Fox, FX, Fox Life, Fox Premium 1, Fox Premium 2, Fox Sports, Fox Sports 2, Nat Geo, Nat Geo Wild, Nat Geo Kids e Baby TV. O anúncio feito nesta terça-feira representa um salto para a empresa e também para o mercado. Enquanto as operadoras a cabo perdem assinantes para modelos como a Netflix, canais se preocupam em seguir a tendência on demand e também em aumentar o escopo, para que seu conteúdo não se perca entre a pirataria e a queda de espectadores.

“Hoje a TV por assinatura, que é onde nosso conteúdo é transmitido no Brasil, está restrita a 18 milhões de residências. São 26% das casas do país. Já a banda larga está presente em 29 milhões de lares. Com esse produto, chegaremos até este espectador que não tem TV paga”, diz a VEJA Michel Piestun, executivo da Fox no Brasil.

O mesmo processo foi feito pela HBO, que em novembro do ano passado disponibilizou no Brasil o HBO Go, com o catálogo de séries originais da emissora, além de filmes e documentários. O FOX+ vai funcionar em um esquema parecido com o da concorrente. Quem possui o Fox Premium no pacote da TV a cabo terá acesso ao streaming sem pagar a mais por ele. Já quem não tem uma TV paga poderá assistir à programação de forma independente, pela internet, em dispositivos como Chromecast, Apple TV, Smart TV, consoles de videogame, além de celular, tablet e computador. O valor da assinatura será de 34,90 reais mensais.

  • Copa do Mundo e séries

    Na comparação com os demais serviços de streaming disponíveis no Brasil, o FOX+ ganha força por seu conteúdo esportivo ao vivo – especialmente o direito de exibição da Copa do Mundo 2018. A Fox Sports vai transmitir todos os 64 jogos do campeonato, em um total de 12 horas de transmissões diárias com programas exclusivos feitos na Rússia. O Fox Sports 2 ainda terá a novidade de vozes femininas na narração dos jogos. Além da transmissão simultânea, o conteúdo ficará disponível no streaming por 24 horas.

    Já o catálogo de séries será fixo na biblioteca do canal, para ser assistido quando o espectador preferir. As produções nacionais 1 Contra Todos, Rio Heroes, Me Chama de Bruna e a nova Ouro Branco (sobre o tráfico no Rio de Janeiro nos anos 1990, prevista para estrear no segundo semestre) serão lançadas como faz a Netflix, com todos os episódios disponibilizados de uma vez. Os títulos gringos, que contam com American Crime Story, This Is Us, Homeland, Os Simpsons e a idolatrada The Walking Dead, líder de audiência do grupo na TV e no online, seguirão com um capítulo liberado por semana, com os demais no catálogo para serem revistos.

    A empresa não divulga metas, mas garante que tem planos ambiciosos para o serviço. No México, o streaming isolado da assinatura de TV foi lançado há 30 dias. “Temos 200.000 assinantes, 120.000 pagantes e 80.000 ainda no período de experiência gratuito”, conta Carlos Martinez, presidente da FOX na América Latina. No Brasil, o período de degustação gratuita vai durar sete dias. “A ideia é atingir a população que não tem tanto contato com TV paga, especialmente os mais jovens”, diz Martinez.

    Continua após a publicidade
    Publicidade