Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Filmes com elencos diversos fazem mais sucesso em Hollywood, mostra estudo

Relatório desenvolvido pela UCLA mostrou um aumento de interesse por filmes estrelados por mulheres e pessoas não-brancas em 2020

Por Marcelo Canquerino Atualizado em 23 abr 2021, 11h18 - Publicado em 23 abr 2021, 16h30

Um estudo feito pela Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) divulgado nesta quinta-feira, 22, aponta que o público americano busca ver nas telas filmes com elencos que prezam pela diversidade. Intitulado Pandemia em Progresso, o Relatório Anual de Diversidade de Hollywood 2021 analisou os 185 filmes em inglês de maior bilheteria lançados em 2020 nos cinemas e no streaming e constatou que houve um disparo na diversidade dos elencos, com pessoas não-brancas e mulheres ocupando lugar de destaque.

Segundo dados do estudo, filmes com elenco composto por 41% a 50% de grupos minoritários arrecadaram a maior média de bilheteria em 2020. Figurando essa lista encontram-se longas como Bad Boys para Sempre, protagonizado por Will Smith e Martin Lawrence, que arrecadou 426,6 milhões de dólares e foi a maior bilheteria do ano passado; Aves da Rapina, com 201,9 milhões de dólares e Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica, com 141,9 milhões de dólares. É importante ressaltar que comparações dos dados de audiência e bilheteria com estudo anteriores foram dificultadas pela pandemia. Muitos filmes tiveram seus lançamentos adiados ou foram lançados diretamente no streaming. 

Houve um aumento da participação das mulheres no cinema. Em 2020, elas foram responsáveis por integrar o elenco de 47,8% dos filmes contra 44,1% em 2019. A representatividade de pessoas negras nas telas também cresceu, de 15,7% em 2019 para 19,4% em 2020. 

  • Além de análises de elenco, o relatório também trouxe informações sobre o público que consome esses filmes. Pessoas não-brancas, que respondem por mais de 40% da população dos Estados Unidos, foram responsáveis por comprar a maioria dos ingressos de fins de semana de seis dos dez filmes com as maiores bilheterias de 2020. No streaming, a lógica foi parecida, no qual famílias de pessoas não-brancas lideraram a audiência de oito dos dez maiores filmes lançados em plataformas digitais. 

    De acordo com os resultados do estudo, a bilheteria e a audiência dos streamings coincidiu com o aumento na contratação de minorias pela indústria do entretenimento. “Filmes escritos ou dirigidos por pessoas não brancas em 2020 tiveram elencos significativamente mais diversos do que aqueles escritos ou dirigidos por homens brancos”, diz o relatório. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade