Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fernanda, a Barbie Turbinada, vence o ‘BBB13’

A advogada que amou sem medidas e se entregou sem qualquer pudor às amigas ciumentas leva o prêmio máximo após 78 dias de confinamento

Por Emylinn Lobo, do Rio de Janeiro 26 mar 2013, 23h40

É de Fernanda o prêmio de 1,5 milhão de reais do BBB13. Depois de 78 dias de confinamento, a advogada foi a escolhida do público, que lhe deu 62,79% dos votos. A força de um casal dessa vez não foi suficiente para desbancar a força da mineira – Nasser ficou em segundo lugar, com 28,29% dos votos (e 150 mil reais), e Andressa, em terceiro, com 8,92% (e 50 mil reais). Para chegar ao prêmio, Fernanda passou por três paredões, um deles contra seu príncipe André. A loira, que de burra não tem nada, conquistou o público e conseguiu convencer, como uma boa advogada, que mais vale um campeão que cometeu erros por viver o confinamento intensamente do que quem nunca esqueceu as câmeras e o jogo.

Leia: Nasser e Andressa, o casal com mais sorte no amor

“O que você faz sem saber, sem querer, é o que te faz ganhar o BBB”, disse Pedro Bial, antes de anunciar a “doutora” como campeã. Incrédula, a mineira já parecia não acreditar ao ver Andressa saindo como terceira colocada, pouco antes. “Você não está sonhando”, completou o apresentador ao abraçar a loira. “Meu Deus do céu, eu não estou acreditando, você está errado”, gritava ela, que ofereceu o prêmio a toda a família que a aplaudia. “Você mereceu cada centavo”, derreteu-se, ainda, Bial. Entre os demais eliminados, André celebrava com um sorriso tímido, de quem não sabe o que fazer com uma namorada milionária.

Não é o fim: Estão abertas as inscrições para o BBB14

No último paredão do BBB13, Fernanda contou para a concorrente Natália que preparou três malas para levar para o programa. Duas continham roupas, sapatos e maquiagens, e a outra guardava lembranças de tudo de mais importante que a mineira deixou fora da casa: diploma, família, amigos e história. Antes de cruzar a porta de entrada do reality show, Fernanda decidiu largar a terceira mala, e abandonou fora da casa toda a sua pesada bagagem histórica e emocional, que poderia frear ou fortalecer o jogo. Totalmente entregue, a advogada se jogou de coração no Big Brother Brasil 13. No primeiro momento, a loira causou estranhamento. Ela errou, insistiu, acertou e, no fim, conquistou o príncipe, o público e o grande prêmio de 1,5 milhão de reais.

Leia mais:

Leia mais: BBB ‘crazy’ termina como o mais careta da Globo

Fernanda Keulla não passou despercebida no programa. Seja por suas insistentes investidas no “príncipe” André, por sua parceria explosiva com Kamilla, ou pelo estranho hábito de tirar pelos do rosto com gilete, a mineira surpreendeu. A loira e bombada, chamada nos primeiros dias de “Barbie Turbinada” logo foi trocando o apelido para “princesa”, e mostrando para o público que uma sister pode ser bonita, inteligente, boa jogadora e justa. A advogada sempre ficou na tênue linha entre a intensa entrega divertida e exagerada, mas conseguiu, com sua boa capacidade de argumentação, expor suas fraquezas sem se comprometer no jogo. Fernanda brigou com a melhor amiga, com o namorado, jogou bebidas nas pessoas, bebeu demais, e ainda assim ganhou o público, que se identificou com as trapalhadas, erros e tentativas de melhorar da mineira.

Continua após a publicidade

Lista: Relembre os casais que esquentaram o edredom

Trajetória – No início do programa a loira parecia mais uma patricinha mimada, e a imagem só ficou mais forte após ela escolher o brother mais bonito da casa para ser seu ‘príncipe’. André não queria, mas ela persistia no conto de fadas, causando rejeição do público por tanta insistência. Após inúmeros foras, a mineira decidiu, enfim, se contentar com a amizade do galã, dando então espaço para ele – e o público – conhecerem a verdadeira Fernanda.

GPS: BBB 13, lição final: Quem mente (e se faz de santa) leva a melhor

Andressa e a advogada tiveram uma amizade à primeira vista, mas a escolha de lados opostos afastou as novas melhores amigas, que chegaram a comparar a relação com um namoro à distância. A esteticista passava boa parte do tempo cuidando de seu triângulo formado com Nasser, seu namorado, e o professor Ivan. Carente, a advogada achou atenção nos braços de Kamilla, a miss que chegou da Casa de Vidro sem conseguir se enturmar com os participantes já confinados. Fernanda parecia ter encontrado a sua cara-metade e passava o dia inteiro com a paraense. Espontâneas, as duas brincavam, riam, faziam palhaçadas e cantavam (para a tristeza dos outros confinados). Para ajudar a nova amiga, a advogada partiu em romaria pela casa, tentando convencer que, apesar das cantorias, Kamilla era uma boa pessoa e não merecia tantos votos.

O jogo – Após a saída de Yuri, André se aliou à nova dupla, que também carregou Elieser, novo par romântico de Kamilla. Eles formaram o chamado “Quarteto Fantástico”. À medida que Fernanda conseguia mostrar mais seus valores, além da loira mimada da estreia, a sister foi conquistando André, e sem saber o público. Envolvido por mais que o corpo bonito, o capixaba enfim se rendeu ao conto de fadas, e se tornou um verdadeiro príncipe.

A aliança do quarteto era cada vez mais forte. Em uma prova de resistência, Fernanda desistiu para dar a imunidade à Kamilla, a mais ameaçada pelo grupo de Nasser. Semanas depois, foi a vez de André abdicar da liderança pela namorada, também após longas horas de prova de resistência. A convivência dos dois casais aliados parecia perfeita, até que Elieser atendeu uma ligação do Big Fone e foi eliminado do paredão, deixando Kamilla sozinha. A miss tentava suprir a carência com a amizade de Fernanda, exigindo cada vez mais da mineira.

Leia: As lições que os brothers aprenderam no BBB13

Entre amigas – Andressa e Kamilla eram as melhores amigas de Fernanda, mas não se gostavam. A esteticista achava a paraense exagerada e irritante, enquanto a miss não concordava com atitudes e estratégias da paranaense de Cianorte. Aos poucos a rixa passou a afetar Fernanda, que ora era puxada por uma, ora por outra. Assim que ganhou a liderança, a mineira foi questionada pela esteticista sobre quem escolheria defender. Andressa chorou e fez Fernanda chorar dizendo que a amiga teria que escolher entre as duas amigas e optaria pela miss. Contudo, a esteticista sabia que a situação não iria acontecer, já que ela mesmo colocaria Kamilla no paredão, com um poder concedido pela Caixa Surpresa. Kamilla também não deixava barato e fazia inúmeras vezes cenas de ciúmes de Andressa. Com tanta cobrança, a amizade começou a ficar estremecida, até que Kamilla foi eliminada.

Nos últimos dias de confinamento, foi a vez de Andressa abalar a amizade com Fernanda. Apesar de ter a opção de votar em Natália, a esteticista indicou Fernanda em uma votação, e a loira acabou enfrentando um paredão com André, seu namorado. O capixaba foi eliminado, Fernanda chorou, fez até um boneco no estilo Maria Eugênia, de Bambam no BBB1, mas logo perdoou Andressa e Nasser por colocarem o casal na berlinda.

“Estou aqui por 1,5 milhão de reais, acha que vou me preocupar com coisa pequena, Nasser?”, disse a advogada. Uma marca da passagem da loira pelo BBB13 foi, sem dúvida, a capacidade de conversar, escutar e tentar entender seus adversários. E ainda, a surpreendente entrega para o programa, que foi sabiamente contado com a metáfora da terceira mala – a da carreira, história, família e lembranças – deixada na porta do confinamento. Fernanda, de fato, soube entrar no jogo de Boninho, jogou, errou, acertou, entregou-se de corpo, alma e apliques, e fez diferença história no programa.

Vote: Em que casal você aposta para continuar o romance fora do programa?

Continua após a publicidade
Publicidade