Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Episódio dos ‘Simpsons’ crítico à China é vetado no Disney+ em Hong Kong

Episódio ironiza tentativa do governo chinês de negar massacre de manifestantes pró-democracia na Praça da Paz Celestial, em 1989

Por Felipe Branco Cruz 29 nov 2021, 12h50

A série de animação Os Simpsons, atualmente em sua 30ª temporada (e com outras duas já confirmadas) nunca perdoou ninguém. O Brasil, por exemplo, já foi retratado como uma grande selva onde macacos andavam livremente pelas ruas – o que, obviamente, ofendeu muitos brasileiros. O episódio, inclusive, está disponível no Star+, canal de streaming da Disney que reúne todas as temporadas no país. Mas essa iconoclastia afiadíssima, que nunca teve medo de peitar ninguém, encontrou um país aparentemente capaz de silenciá-la: a China.

A Disney Plus estreou recentemente em Hong Kong, a ex-colônia britânica cujos ares democráticos vão aos poucos sendo dinamitados pelo governo comunista. E chama atenção que veio faltando em seu catálogo um item hilário: o episódio dos Simpsons em que a família visita a Praça da Paz Celestial, criando muitas confusões – e usando o local do triste massacre contra manifestantes pró-democracia, em 1989, como mote para as alfinetadas políticas típicas da série, claro.

A exclusão do episódio, especialmente em Hong Kong, onde os moradores até há algum tempo gozavam de uma liberdade inexistente no restante do país, aumentou as preocupações de que a censura estatal torne-se a norma na ilha. No caso, trata-se do episódio 12 da 16ª temporada, que foi ao ar em 2005. No enredo, os Simpsons viajam para lá para tentar adotar um bebê e visitam a praça onde ocorreu a brutal repressão contra os jovens que lutavam por democracia.

No desenho, os Simpsons encontram uma placa no lugar que diz: “Nesta praça, em 1989, nada aconteceu” – um tirada sarcástica sobre os esforços chineses em apagar da história aqueles protestos. Procurada pela reportagem do jornal britânico The Guardian, a Disney não informou se retirou o episódio voluntariamente de seu catálogo ou se foi obrigada pelas autoridades.

Entre uma série de novas medidas tomadas pelo governo de Pequim contra Hong Kong estão novas leis de censura introduzidas neste ano, que proíbem qualquer transmissão que possa violar a lei de segurança nacional. O episódio dos Simpsons, no entanto, continua disponível (por enquanto) em outras plataformas de streaming de Hong Kong que ainda têm os direitos de transmissão da atração.

Continua após a publicidade

Publicidade