Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Episódio de ‘Os Simpsons’ com Michael Jackson sai de circulação

Decisão é uma reação ao documentário 'Deixando Neverland', que detalha abusos supostamente cometidos pelo músico contra duas crianças

Por Redação 8 mar 2019, 13h08

Um episódio clássico da série animada Os Simpsons, com participação especial de Michael Jackson, será tirado de circulação pelos produtores. A decisão é motivada pelo lançamento do documentário Deixando Neverland, que acusa o cantor de ter molestado crianças em seu rancho no auge do sucesso. No Brasil, o filme estreia no dia 16 de março no canal fechado HBO.

O episódio do desenho animado, chamado Stark Raving Dad, foi ao ar em setembro de 1991 e abriu a terceira temporada da série. Nele, Jackson empresta sua voz a um personagem chamado Leon Kompowsky, que conhece Homer Simpson numa instituição psiquiátrica e acredita ser o próprio Michael Jackson. Segundo o produtor executivo James Brooks, em entrevista ao diário americano The Wall Street Journal, pode levar algum tempo até que o episódio seja efetivamente removido de todas as mídias, incluindo o serviço on-demand da Fox e futuras reedições em DVD.

“Sou contra a queima de livros de qualquer tipo”, disse Brooke”. “Mas esse é o nosso livro, e nós podemos tirar um capítulo”. Segundo ele, o cocriador da série Matt Groening e o produtor Al Jean concordaram com a decisão: “os caras com quem eu trabalho — que passam suas vidas discutindo sobre piadas — concordaram unanimemente com isso”.

Boicote

Nos últimos dias, casos de boicote a Michael Jackson em reação às novas alegações de abuso sexual envolvendo o cantor foram registrados em diversos lugares do mundo. Rádios de Austrália, Canadá e Nova Zelândia decidiram não tocar mais músicas do americano. O grupo de rádio Nova Entertainment, de Sydney, foi o último a decidir, nesta quinta-feira 7, vetar canções de Jackson.

Além da repercussão negativa nas rádios, uma estátua de Michael Jackson foi removida do Britain’s National Football Museum, museu dedicado ao futebol que fica em Manchester, na Inglaterra. A peça estava em exibição desde 2014.

.

Continua após a publicidade

Publicidade