Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Episódio de ‘Os Simpsons’ com Michael Jackson sai de circulação

Decisão é uma reação ao documentário 'Deixando Neverland', que detalha abusos supostamente cometidos pelo músico contra duas crianças

Por Redação 8 mar 2019, 13h08

Um episódio clássico da série animada Os Simpsons, com participação especial de Michael Jackson, será tirado de circulação pelos produtores. A decisão é motivada pelo lançamento do documentário Deixando Neverland, que acusa o cantor de ter molestado crianças em seu rancho no auge do sucesso. No Brasil, o filme estreia no dia 16 de março no canal fechado HBO.

O episódio do desenho animado, chamado Stark Raving Dad, foi ao ar em setembro de 1991 e abriu a terceira temporada da série. Nele, Jackson empresta sua voz a um personagem chamado Leon Kompowsky, que conhece Homer Simpson numa instituição psiquiátrica e acredita ser o próprio Michael Jackson. Segundo o produtor executivo James Brooks, em entrevista ao diário americano The Wall Street Journal, pode levar algum tempo até que o episódio seja efetivamente removido de todas as mídias, incluindo o serviço on-demand da Fox e futuras reedições em DVD.

“Sou contra a queima de livros de qualquer tipo”, disse Brooke”. “Mas esse é o nosso livro, e nós podemos tirar um capítulo”. Segundo ele, o cocriador da série Matt Groening e o produtor Al Jean concordaram com a decisão: “os caras com quem eu trabalho — que passam suas vidas discutindo sobre piadas — concordaram unanimemente com isso”.

Boicote

Nos últimos dias, casos de boicote a Michael Jackson em reação às novas alegações de abuso sexual envolvendo o cantor foram registrados em diversos lugares do mundo. Rádios de Austrália, Canadá e Nova Zelândia decidiram não tocar mais músicas do americano. O grupo de rádio Nova Entertainment, de Sydney, foi o último a decidir, nesta quinta-feira 7, vetar canções de Jackson.

  • Além da repercussão negativa nas rádios, uma estátua de Michael Jackson foi removida do Britain’s National Football Museum, museu dedicado ao futebol que fica em Manchester, na Inglaterra. A peça estava em exibição desde 2014.

    .

    Continua após a publicidade
    Publicidade