Clique e assine com até 92% de desconto

As muitas utilidades do drive-in na pandemia

Em tempos de crise, casamentos, jogos, filmes e muitos outros eventos estão sendo planejados no esquema de drive-in

Por Sabrina Brito Atualizado em 20 ago 2020, 16h38 - Publicado em 20 ago 2020, 16h30

Com o distanciamento social, as mais diversas atividades e hobbies aos quais estávamos acostumados tiveram que ser colocadas em standby ou passar por profundas transformações. A volta dos drive-ins, popularizados na década de 1930, teve grande participação nesse processo.

Isso porque os drive-ins ajudam-nos a burlar a regra do isolamento imposta pela pandemia, uma vez que possibilitam aglomerações enquanto ajudam a preservar a distância entre os presentes, que não saem de seus carros.

Assim, no Brasil, têm ganhado popularidade eventos como exibições de filmes e jogos esportivos no sistema drive-in. O Barra Shopping, no Rio de Janeiro, organizou um esquema do tipo no seu estacionamento e tem feito bastante sucesso. Cada dia conta com uma programação diferente, entre filmes infantil, documentários e shows. No domingo, os importantíssimos playoffs da NBA, principal campeonato basquete norte-americano, serão exibidos no local.

  • Em cidades como Franca (SP), Natal (RN) e Santana de Parnaíba (SP), até mesmo casamentos têm sido planejados para se encaixar nesse esquema. De forma geral, funciona assim: os noivos e o padre sobem em um palco com um telão. Os convidados, sem sair de seus carros, estacionam em frente ao palco e assistem à cerimônia. Ao final da celebração, todos buzinam em comemoração ao casório.

    Outro exemplo de drive-in explorado no Brasil será organizado pelo parque de diversões Hopi Hari, localizado em Vinhedo (SP). A “Hora do Horror”, momento em que os visitantes do parque andam pelo local sendo assustados por funcionários fantasiados e aterrorizantes, será agora experimentada de dentro do carro.  A chamada “Horror Drive Tour” agora permitirá que os clientes dirijam por um trajeto de três quilômetros enquanto serão interpelados pelas criaturas.

    Continua após a publicidade
    Publicidade