Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Após acusações de assédio, Louis C.K. retorna aos palcos do stand-up

Comediante fez uma participação relâmpago em um clube de comédia em Nova York

Por Redação Atualizado em 28 ago 2018, 14h19 - Publicado em 28 ago 2018, 13h24

O comediante americano Louis C.K. fez a sua primeira apresentação de stand-up depois de ter sido acusado de assédio sexual por cinco mulheres nos Estados Unidos, em novembro de 2017. Louis fez uma aparição surpresa no clube de comédia Comedy Cellar, em Nova York, onde é comum a participação relâmpago de convidados famosos.

De acordo com o jornal The New York Times, o comediante fez uma apresentação de quinze minutos no domingo, em que falou de temas recorrentes de suas esquetes anteriores, como racismo e gorjetas em restaurantes. “Parecia que ele estava tentando trabalhar em um novo material, como em qualquer momento nos últimos dez anos, em que ele viria aqui e começaria um novo ato”, afirmou o dono do local, Noam Dworman, à publicação.

  • Durante toda a apresentação, Louis não comentou sobre os últimos nove meses, em que ficou longe das câmeras, após os casos de assédio virem à tona. Cinco mulheres acusaram o comediante de se masturbar ou pedir para se masturbar na frente delas. 

    Na época, Luis C.K. admitiu os casos de assédio e pediu desculpas. Depois disso, a Netflix cancelou um especial de stand-up comedy com o americano. O filme escrito e dirigido por ele, I Love You, Daddy, teve lançamento adiado, e a HBO retirou vídeos com o comediante de seu serviço de streaming.

    Continua após a publicidade
    Publicidade