Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Academia Internacional de TV revoga homenagem a Kevin Spacey

Ator, acusado de assédio sexual, iria receber prêmio honorário em 20 de novembro

Por Da redação Atualizado em 2 nov 2017, 16h17 - Publicado em 30 out 2017, 21h43

A Academia Internacional das Artes e Ciências Televisivas, responsável pelo prêmio Emmy Internacional, decidiu revogar uma homenagem a Kevin Spacey após o americano ter sido acusado de assediar sexualmente o ator Anthony Rapp quando este tinha 14 anos. “A Academia Internacional anunciou hoje que por causa dos recentes eventos não vai mais homenagear Kevin Spacey com o Prêmio Emmy Internacional dos Fundadores”, disse a organização em nota.

O prêmio honorário é entregue a artistas que “atravessam barreira culturais para tocar a humanidade”. A honraria existe desde 1980 e já foi concedida a nomes como Shonda Rhimes (de Grey’s Anatomy e Scandal), Julian Fellowes (Downton Abbey), Matthew Weiner (Mad Men), J.J. Abrams (Star Trek). O prêmio a Spacey seria entregue em cerimônia em 20 de novembro, em Nova York.

Em entrevista ao site americano Buzzfeed, o ator Anthony Rapp afirmou que foi assediado por Spacey aos 14 anos. Rapp afirmou que havia sido convidado para uma festa no apartamento de Spacey. Com o passar da noite, só depois de um tempo percebeu que era o único convidado que ainda não tinha ido embora, ficando a sós com o ator. Segundo Rapp, Spacey se aproximou, bêbado, e o pegou no colo, depois deitando-se sobre ele. “Ele estava tentando ficar comigo sexualmente”, disse Rapp, antes de contar que conseguiu se esquivar de Spacey e ir embora.

O protagonista de House of Cards publicou uma declaração em seu perfil no Twitter pedindo desculpas a Rapp, mas dizendo não se lembrar da situação. O pedido de desculpas, porém, tem sido altamente criticado nas redes sociais porque Spacey revelou, na mesma mensagem, que é gay. O ator agora está sendo acusado de relacionar sua orientação sexual com violência e assédio.

 

Continua após a publicidade

Publicidade