Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

38ª Mostra Internacional de SP fala bastante espanhol

Com homenagem à Espanha e Pedro Almodóvar e forte presença de latinos, evento terá 66 filmes em espanhol neste ano, o dobro do ano passado

Por Simone Costa 16 out 2014, 14h41

A 38ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que abre oficialmente nesta quinta-feira para o público, teve uma sessão para convidados, na noite de quarta, do filme argentino Relatos Selvagens. A escolha foi representativa. Estrelado pelo onipresente Ricardo Darín, Relatos Selvagens é um dos 66 filmes em espanhol que serão exibidos pelo evento neste ano, o dobro do ano passado. Isso acontece porque a Espanha é o país homenageado. De uma dezena de filmes em 2013, o país chega à Mostra este ano com 42, entre títulos inéditos por aqui e uma retrospectiva de Pedro Almodóvar, o diretor espanhol mais importante dos últimos anos. Dos dezenove longas dirigidos por Almodóvar, quinze estão na programação, entre eles, o primeiro do diretor, Pepi, Luci, Bom e Outras Garotas de Montão (1980). Além da Espanha e Argentina, estão representados os hispanohablantes Chile, Costa Rica, Colômbia, México, Peru, Porto Rico e República Dominicana, Uruguai e Venezuela.

Aberta ao público hoje, a Mostra tem uma programação de 330 filmes de 72 países, quase 70% deles inéditos – entre estes, 35 brasileiros. Os inéditos compreendem uma seleção do que há de mais representativo do cinema atual, sejam os vencedores ou participantes de festivais de cinema ou os indicados para concorrer ao Oscar no ano que vem. “Quando a mostra começou, na década de 1970, qualquer novidade que chegasse para nós era como uma gota fundamental. Hoje, com o oceano de informação que há por causa da internet, a mostra é como se fosse um amigo que faz uma seleção e diz ‘vale a pena prestar atenção nisso aqui'”, disse a diretora da mostra Renata de Almeida, durante a coletiva de imprensa que apresentou a programação deste ano.

Ainda que a programação já seja uma seleção, é preciso optar pelo que ver, pois mesmo passando o dia no cinema seria impossível assistir todos os filmes. Entre os inéditos, além dos premiados ou indicados ao Oscar, vale ficar de olho em títulos que não estiveram entre os mais badalados nos festivais, como Retorno a Ítaca (2014), do francês Laurent Cantet, diretor de Entre os Muros da Escola (2008), e Dancing Arabs (2014), do israelense Eran Riklis, que dirigiu Lemon Tree (2008). Como a mostra deste ano traz uma homenagem à Espanha, é possível conhecer um pouco mais do cinema produzido nesse país.

Além da homenagem à Almodóvar com uma retrospectiva de quase todos os seus filmes, há também um tributo ao franco-romeno Marin Karmitz. Fundador da MK2, produtora que completa 40 anos, Karmitz já fez de tudo no cinema, desde produção, direção, distribuição e exibição. Entre os 30 filmes da homenagem a Marin, estão O Vento nos Levará (1999), de Abbas Kiarostami, Antoine e Colette (1962), de François Truffaut e A Professora de Piano (2001), de Michel Haneke.

Os pacotes de ingressos (cujos preços variam de 100 reais a 430 reais) podem ser adquiridos na Central da Mostra (Conjunto Nacional: avenida Paulista, 2.073, tel: 0/xx/11 3253-5991 e 3253-4263). Ingressos individuais podem ser comprados pelo site Ingresso.com ou nas bilheterias dos cinemas e custarão 16 reais às segundas, terças, quartas e quintas e 20 reais às sextas, sábados e domingos. Há ainda sessões gratuitas no Parque do Ibirapuera e no vão livre do Masp. Salas como as da Faap, Cinemateca Brasileira, Biblioteca Mário de Andrade, CEU, Cinusp, Matilha Cultural, Sesc Campo Limpo e Sesc Osasco, não cobram ingresso. Já as sessões no Centro Cultural São Paulo e Cine Olido tem ingresso reduzido – a entrada custa 1 real.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês