Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

#VirouViral Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Duda Monteiro de Barros
Como surgem e se espalham os assuntos mais comentados da internet
Continua após publicidade

Camilo Santana é recebido com protesto na Conferência Nacional de Educação

Gritos de 'Fora, Lemann' tomaram conta do evento

Por Duda Monteiro de Barros
Atualizado em 30 jan 2024, 17h30 - Publicado em 30 jan 2024, 14h02

Está acontecendo nesta terça-feira, 30, o último dia do Conae 2024, na Universidade de Brasília (UnB). A plenária final da conferência vai aprovar o novo texto do Plano Nacional de Educação 2024-2034. Mas pelo visto não será possível agradar todos os presentes. Quando o Ministro da Educação Camilo Santana, à frente da organização do Conae, subiu ao palco, a plateia puxou, em uníssono, o grito de “Fora, Lemann”. Isso porque a maior parte do público do fórum é alinhada à esquerda e tem estado desconfiada com os rumos do sistema educacional ligado à Fundação Lemann, instituição comandada pelo empresário suíço-brasileiro João Paulo Lemann, que também é o todo-poderoso de empresas como Ambev, Burger King e Lojas Americanas.

No fim de 2021, foi inaugurado o Centro Lemann de Liderança para Equidade na Educação em Sobral, no Ceará, um dos municípios que mais se destaca no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e, por consequência, a cidade recebe repasses do orçamento governamental. Para a esquerda, apesar do modelo de Lemann ter se tornado sistema de referência no país, ele ainda prioriza métricas industriais e pouco humanizadas, símbolo do neoliberalismo.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.