Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Gente

Por Valmir Moratelli
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

O cruel motivo de Regina Casé não fazer mais teatro

Atriz, diretora e apresentadora relembra os tempos de ‘Esquenta’

Por Valmir Moratelli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 21 abr 2023, 16h01 - Publicado em 21 abr 2023, 12h00

Em meio ao sucesso de sua primeira vilã na carreira, a Zoe em Todas as Flores, do Globoplay, entre vários outros trabalhos memoráveis na TV e no cinema, Regina Casé, 69, tem um ponto em aberto na carreira. Ela revela por que não gosta mais de fazer teatro. “Eu tenho um filho preto. Então desenvolvi um olhar estatístico que, em qualquer lugar que olho, conto quantos pretos têm, bem rápido. Já fiz muito teatro, e larguei de fazer porque não gostava de chegar no palco e ver a plateia, eu ia achando que estava falando com todo mundo e contava só dois pretos sentados. A não ser em Salvador, que eu via uns doze! Isso tudo me fez mal, fez eu sair do teatro, algo que eu adorava fazer”, diz ela, que despontou justamente no cenário teatral, na década de 1970, com o grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone. Sua última peça estreou em 2019, Recital da Onça.

A atriz, diretora e apresentadora segue sendo lembrada com frequência pelo Esquenta, programa que ficou no ar de 2011 a 2017 na TV Globo – e que abriu portas a muitos talentos das periferias do país. “Eu me lembro no Esquenta, em que falava: ‘Se você quer ver a vala negra, um monte de gente morta, sofrendo, os pretos todos sendo presos, você liga qualquer telejornal. Isso já tem muita gente mostrando, eu vou tentar fazer o outro lado’. E não queria ser a voz, sempre quis um lugar em que pudesse dar voz às pessoas”, afirma.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.