Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Gente

Por Valmir Moratelli
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

O calote do governo do Rio de Janeiro ao tenista Novak Djokovic

Dez anos após ser contratado para uma série de eventos na capital fluminense, o sérvio ainda não recebeu o cachê de 3,2 milhões de reais

Por Cleo Guimarães
7 fev 2022, 10h46

A maré realmente não anda boa para Novak Djokovic. Dez anos depois de ser contratado para uma série de eventos no Rio de Janeiro e levar um calote do governo do Estado, o tenista número um do mundo vem enfrentando dificuldades legais para receber os 3,2 milhões de reais do cachê a que tem direito.

Juíza da 14ª vara de Fazenda Pública, Neusa Regina Leite decidiu que o montante tem que ser quitado, sim – mas como, se o sistema de pagamentos do Tribunal de Justiça do Rio foi programado para expedir precatórios somente em nome de cidadãos brasileiros com CPF? Deu-se o impasse, já que Djokovic, 34 anos, é sérvio e apresentou o passaporte como documento oficial.

No mais recente capítulo da novela iniciada em 2012, a magistrada pede ajuda ao departamento de informática do TJ para resolver a questão, “por tratar-se de exequente estrangeiro”. Está feia a coisa para o atleta, que ainda lambe as feridas do constrangedor episódio de deportação da Austrália por falta de vacina contra a Covid-19.

Como se sabe, Djokovic, além de reinar no topo máximo do ranking mundial masculino de tênis e de ser considerado um dos maiores atletas da história do esporte, pode voltar a ilustrar manchetes no mundo inteiro caso se recuse a receber o imunizante. Isso porque o parlamento europeu aprovou o projeto de lei que exigirá o certificado de imunização. Vale lembrar que a próxima edição do torneio Roland Garros acontecerá na França entre 22 de maio e 5 de junho deste ano.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.