Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Petistas aboletados na TV Brasil já provocam gritaria contra saneamento da empresa

Nova direção começa a moralizar a TV Traço, que já custou R$ 6 bilhões em 9 anos, e a companheirada já está berrando na imprensa

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 30 jul 2020, 22h39 - Publicado em 24 Maio 2016, 23h30

Ora, mas que graça. A TV Brasil, controlada pela EBC (Empresa Brasileira de Comunicação), havia se tornado a “gaiola das loucas” da esquerda. No jornalismo político, só eram contratados profissionais alinhados com o petismo. Com alguma frequência, isso não bastava: os ditos-cujos também tinham de insultar, em suas páginas pessoais ou em veículos privados a serviço do partido, políticos de oposição, jornalistas não alinhados com os companheiros e ministros do Supremo considerados pouco submissos.

Dava-se de barato que a EBC era um reduto do petismo e de seus aliados. E fim de conversa. Quantas vezes vocês viram esse debate chegar à grande imprensa? Nenhuma!

Pois é… A EBC está sob nova direção. Ricardo Melo foi demitido. Em seu lugar, foi contratado Laerte Rimoli, que está sendo anunciado como um aliado de Eduardo Cunha. Isso é simplesmente uma bobagem e uma mentira. Ele foi convidado no ano passado para chefiar a diretoria de Comunicação da Câmara, mas não tem vínculo especial com o deputado afastado. Na campanha eleitoral de 2014, por exemplo, integrou a equipe de comunicação do candidato tucano à Presidência, Aécio Neves. Também pertenceu à equipe do governo FHC.

Associá-lo a Cunha é um serviço de desinformação. Adiante.

Desde que assumiu, Rimoli suspendeu os programas das seguintes personalidades, todas elas alinhadas com o governo afastado e prosélitos da causa petista, lulista e dilmista: Paulo Moreira Leite, Tereza Cruvinel e Sidney Rezende, este com programa na Rádio Nacional.

Continua após a publicidade

Vamos lá. Estou apoiando caça às bruxas na EBC? Não! Sou contra, aí sim, é que uma estatal, paga com dinheiro público, sirva a um partido politico e a uma causa ideológica. Infelizmente, é o que se fazia por lá.

Por que a gritaria? A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) era uma convidada do programa “Espaço Público”, que era comandado por Moreira Leite. Como a atração, que não atraía ninguém, não existe mais, ela foi desconvidada. E fez o que Vanessa mais sabe fazer: falar alto para ver se consegue ter razão.

Atenção!
Não, meus caros, eu não quero que a TV Brasil seja um veículo a serviço do governo Michel Temer ou sei lá de quem. Sabem quanto essa emissora já custou aos cofres públicos em nove anos? R$ 6 bilhões. Hoje em dia, consome coisa da ordem de R$ 1 bilhão por ano. Sabem quanto dá de audiência? Traço!!! Ninguém vê.

E tenho cá minhas dúvidas se alguém a veria ainda que não houvesse um só petista por lá, embora eles sejam especialmente chatos. As pessoas não têm paciência para comunicação oficial ou que desconfiam ser oficial.

Continua após a publicidade

Infelizmente, não creio que Temer tenha este propósito: no seu lugar, eu faria um rigoroso levantamento de quanto se consome de dinheiro, qual é a audiência que dá a TV Brasil, demonstraria que a empresa só serve para assaltar, na prática, o bolso dos brasileiros e fecharia aquele troço. O dinheiro torrado com os amiguinhos do PT seria transformado em unidades do Minha Casa Minha Vida.

Como funciona?
Só para contar como a coisa funciona. Esses jornalistas contratados a peso de ouro pela TV Pública — seu dinheiro, leitor! — não ajudavam a popularizar o governo petista na emissora porque ninguém via a TV Brasil. O busílis é outro.

Eles costumam ter outras atividades fora dali, como páginas pessoais na Internet em que defendem as causas petistas e atacam seus adversários. Entenderam? Na prática, o dinheiro público financiava esses empreendimentos.

Rimoli, que não é homem de Cunha, fez muito bem em pôr fim à farra. E Temer faria muito bem se pusesse fim é à TV Brasil.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.