Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Vereador do PSOL aciona MP contra Nunes por ‘campanha’ no 7 de setembro

Toninho Vespoli diz que exaltação a programas do governo municipal podem configurar ‘improbidade administrativa’

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 13 Maio 2024, 21h09 - Publicado em 14 set 2023, 19h49

O vereador de São Paulo, Toninho Vespoli (PSOL), acionou nesta quinta-feira o Ministério Público contra o prefeito e pré-candidato à reeleição, Ricardo Nunes (MDB), por conta do desfile do último dia 7 de setembro no Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte da capital. 

“O desfile ocorria como o previsto até o momento em que um inspetor da GCM, locutor da cerimônia, começou a proferir elogios à atuação do atual chefe do executivo municipal, ora representado, com elogios às políticas por ele implantadas”, escreveu o vereador na ação encaminhada ao MP. 

“Entre elas, foi citado o programa Smart Sampa, projeto que prevê a instalação de 20 mil câmeras com capacidade de reconhecimento facial. Além disso, também foi exaltado o programa Dronepol, que abriu vagas de concurso para cargos na GCM”, diz a representação. 

O locutor classificou o Dronepol, programa lançado por Nunes, como “pioneiro na gestão pública do Brasil”. De acordo com Vespoli, a exaltação aos programas do governo municipal podem ferir os princípios da administração pública por “promover inequívoco enaltecimento do agente público e personalização de atos, de programas, de obras, de serviços ou de campanhas dos órgãos públicos”.

Continua após a publicidade

“O enaltecimento e personalização de programas de órgãos públicos através de ato de publicidade praticado no âmbito da administração pública e com recursos do erário, o que, ao menos em tese, configura ato de improbidade administrativa”, diz a denúncia. 

O autor da ação é vereador pelo mesmo partido do principal adversário de Nunes na campanha à Prefeitura do ano que vem. O deputado Guilherme Boulos (PSOL) também é pré-candidato e recebeu o apoio formal do PT.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.