Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Vaiado em Alagoas, Lira diz que polarização deu trégua sob comando de Lula

O presidente da Câmara acompanhou o petista em evento no sertão alagoano, e abraçou o filho de Renan Calheiros depois de discursar

Por Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 9 Maio 2024, 18h05

Convidado por Lula a participar de uma cerimônia de ampliação do Canal do Sertão Alagoano, em São José da Tapera, o presidente da Câmara, Arthur Lira, foi vaiado por parte da plateia ao iniciar seu discurso no evento, na tarde desta quinta-feira. O deputado alagoano então elogiou o petista por ter comandado uma “trégua” na polarização no país.

“Nós começamos essa semana, presidente, deixando a polarização [apontando para a plateia] em suspenso quando o senhor convidou o presidente da Câmara, o presidente do Senado, o presidente do Supremo e do TCU para todos juntos irmos ao Rio Grande do Sul cuidar das vítimas que sofrem com o desastre ambiental. E a polarização nesse país deu uma trégua sob o seu comando e convite, para que todos os poderes unidos, independente de eleições passadas e de eleições futuras, pudesse se unir para ajudar os nossos irmãos do Rio Grande do Sul”, afirmou Lira, que fez seu pronunciamento após discursos do senador Renan Calheiros e do ministro dos Transportes, Renan Filho, seus adversários políticos no Estado.

O chefe da Câmara disse que que eles estavam hoje no Sertão de Alagoas para que Lula assine uma ordem de serviço ao 5º trecho do canal, “que tem o maior desafio que é dar dignidade e vida ao pequeno produtor, ao sertanejo, à dona de casa, àquele que precisa produzir, plantar, para dar subsistência à sua família”.

“Presidente Lula, eu faço política de maneira reta, eu não escondo os meus posicionamentos, mas nunca fiz política falando de ninguém, denegrindo a imagem de ninguém, nem procurando saber o que fazem e o que não fazem. Essa obras começou no seu governo, passou por vários governos presidenciais, o governo do Estado é o seu parceiro, independente do governador que esteja, como nós temos políticas públicas que foram criadas e subsistem hoje no Brasil e são invioláveis, com o Luz para Todos, o Minha Casa, Minha Vida, os Mais Médicos, e todas elas tiveram aprovação do Congresso Nacional. E nós fizemos isso ao longo de um ano e quatro meses”, declarou Lira.

“A Câmara dos Deputados, com os 220.000 votos, presidente que eu tive nesse Estado, me autorizaram a ser de novo reconduzido pelos meus pares para ser presidente da Câmara, e de lá poder ajudar, e a não ter o seu governo esse ano que se iniciou nenhuma dificuldade para cumprir a promessa com os seus eleitos e com o povo do Brasil, principalmente o povo sertanejo”, complementou, sendo aplaudido por Lula e pelo governador Paulo Dantas, aliado dos Calheiros.

Continua após a publicidade

Lira comentou que muitos prefeitos de cidades da Alagoas que estavam no evento sabem que o Estado foi beneficiado por recursos federais.

“Aqui nós temos, presidente, trabalho e serviços prestados. Quem é desse municípios sabe que, através da Codevasf, uma empresa do governo federal, através da Funasa, uma empresa do governo federal, através de emendas parlamentares que tantos falam e tantos denigrem, nós levamos água através e vindas do Canal do Sertão para toda zona rural de Água Branca, estamos colocando em Pariconha, colocamos em Delmiro Gouveia, fizemos a adutora do Piau, que leva água do Canal do Sertão até aquele povoado de Piranhas, nós vamos fazer uma adutora em Canapi e outra em Inhapi, é pra isso que o Canal do Sertão serve”, disse.

“E eu espero com a sua ajuda, com a ajuda do ministro Rui Costa, com a ajuda do presidente da Codevasf, nós possamos vir aqui a Alagoas, presidente, para anunciar a maior obra hídrica deste Canal, que será um perímetro de irrigação de 10.000 hectares, entre São José da Tapera e Senador Rui Palmeira, para que aqui a gente possa o pequeno produtor plantar sua fruta, seu milho, seu feijão e fazer com que a economia desta região cresça e se desenvolva. Serão, presidente, se tivermos a aprovação, 2,3 bilhões de advindos do governo federal, nós estamos ultimando os estudos, e o senhor, eu espero, tenha a honra de vir dar esse presente ao prefeito Jarbas, e hoje a prefeita Jeane, entre esses dois municípios, deve ser instalado com os estudos da Codevasf esse novo perímetro. Fiquem com Deus, contem com o apoio da Câmara dos Deputados”, concluiu o parlamentar.

Depois de encerrar seu discurso, Lira deu um efusivo abraço em Renan Filho, que respondeu com uma gargalhada. Seu pai estava sentado na segunda fileira no palco e não foi cumprimentado pelo deputado (e nem o cumprimentou).

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.