Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Não é pastor

O desembargador Alexandre Mesquita desceu a borduna em Anthony Garotinho em uma sessão recente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro. O tema em questão era a Caravana da Paz, evento que Garotinho organiza há anos com shows gospel e distribuição de brindes. Disse Mesquita: – Na verdade, o senhor Anthony Garotinho não é […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 03h02 - Publicado em 22 set 2014, 09h23
Garotinho: descendo a borduna na Globo

Garotinho: criticado por desembargador

O desembargador Alexandre Mesquita desceu a borduna em Anthony Garotinho em uma sessão recente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro.

O tema em questão era a Caravana da Paz, evento que Garotinho organiza há anos com shows gospel e distribuição de brindes. Disse Mesquita:

– Na verdade, o senhor Anthony Garotinho não é pastor. Ele não é um pastor religioso. Ele não tem formação teológica. Ele é jornalista por profissão. No caso dele, ele fala que é da Igreja Presbiteriana. Porém, da Igreja Presbiteriana do Brasil ele não faz parte. Da Igreja Presbiteriana independente ele também não faz parte. Na verdade, essa Igreja Presbiteriana que o senhor Anthony Garotinho faz parte nada mais é do que uma das chamadas Igrejas Neopentecostais que, em qualquer esquina, tem uma.

(Atualização: Garotinho entrou em contato para informar que a única afirmação correta do desembargador é a de que não é pastor. Garotinho afirmou ser bacharel, membro da igreja presbiteriana e radialista há mais de 30 anos) 

Continua após a publicidade

Publicidade