Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lira troca relator crítico de Daniel Silveira por deputada bolsonarista

Mudança surpreendeu Carlos Sampaio (PSDB-SP), que foi escolhido após ligação do presidente da Câmara; Magda Mofatto (PL-GO) assume a relatoria

Por Evandro Éboli Atualizado em 19 fev 2021, 11h46 - Publicado em 19 fev 2021, 11h11

O presidente da Câmara, Arthur Lira, trocou o relator do caso de Daniel Silveira.

Carlos Sampaio (PSDB-SP), que condenou o comportamento de Silveira, foi destituído da relatoria. Em seu lugar, assume a relatoria Magda Mofatto (PL-GO), uma bolsonarista.

O deputado tucano já estudava o caso e afirmou que “obviamente” foi surpreendido pela mudança, que ocorreu na noite de ontem.

“Registro que minha surpresa decorreu, principalmente, pelo fato da minha indicação ter sido feita durante uma discussão do colégio de líderes, sendo que foi o próprio presidente Arthur Lira quem me ligou, perguntando se eu aceitava a escolha, ao que, prontamente, respondi que sim”.

O líder do PL na Câmara, Wellington Roberto (PB), negou que o partido tenha trabalhado para destituição de Sampaio e que foi procurado por Lira nesta sexta para indicar um nome.

“Indicamos o nome da Magda Mofatto por ser uma deputada séria, firme nas suas convicções e que tem conhecimento jurídico. Não sei qual a posição dela nesse caso. Só vou saber na hora”, disse Roberto ao Radar.

O deputado foi um dos líderes que estiveram à frente da eleição de Lira. Ele afirmou que o partido não tem ainda posição fechada sobre manter ou não a prisão de Daniel Silveira.

“Tem gente a favor, tem gente contra. Sei que vamos votar unidos.”

 

Continua após a publicidade

Publicidade