Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Instituto alertou deputados para riscos no setor elétrico antes de apagão

Diretor do Ilumina sugere suspensão de demissões na Eletrobras e auditoria nas instalações da empresa em processo de privatização

Por Nicholas Shores Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 22 ago 2023, 19h27 - Publicado em 22 ago 2023, 18h01

Em audiência pública na Câmara três meses antes do apagão que afetou 25 estados e o Distrito Federal na última terça-feira, o diretor do Instituto Ilumina Gustavo Teixeira fazia um alerta a deputados sobre os riscos que as demissões na Eletrobras e seus impactos sobre a segurança do trabalho representavam para o setor elétrico.

No dia do apagão, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, atribuiu a pane a uma sobrecarga em uma linha de transmissão no Ceará e disse que uma segunda ocorrência ainda estava sendo investigada.

Depois, o chefe da Casa Civil, Rui Costa, afirmou que, como não há gargalos nem de demanda nem de oferta, a razão para o apagão teria sido uma “falha técnica”.

Em participação na Comissão do Trabalho em 17 de maio, o diretor do Instituto Ilumina levantou dúvidas sobre o acompanhamento dos dados nas instalações de geração e transmissão de energia elétrica, tal como ocorre na distribuição, e afirmou que todos os indicadores de segurança do trabalho das empresas da Eletrobras sofreram piora no período recente.

Continua após a publicidade

Gustavo Teixeira deixou duas sugestões para os deputados: a suspensão das demissões e a realização de auditoria nas instalações da Eletrobras para que, a partir dessa inspeção, se desse ou não prosseguimento ao processo de privatização.

“O risco é muito grande, é muito grave essa situação. Não só para os trabalhadores, mas para o funcionamento do setor elétrico”, disse Teixeira naquela ocasião.

O Instituto Ilumina é uma organização não governamental, apartidária, dedicada à análise e ao estudo do setor elétrico. Seus integrantes são engenheiros, economistas, professores e pesquisadores.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.