Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Documentário inicia gravações com pessoas trans das cinco regiões do país

Filme é dirigido por Gautier Lee e tem roteiro assinado por Hela Santana

Por Redação
Atualizado em 10 Maio 2024, 08h44 - Publicado em 6 out 2023, 18h30

Começaram neste mês, em Porto Alegre, as gravações do documentário “Pajubá”, que vai percorrer as cinco regiões do Brasil para registrar depoimentos de pessoas trans sore suas vivências os e desafios enfrentados por elas em cada canto do país. Ao todo, serão 28 pessoas entrevistadas na obra, como a deputada federal Érika Hilton, a ativista Keila Simpson (foto), o jornalista Caê Vasconcelos. As filmagens devem durar um mês.

O filme é dirigido por Gautier Lee, cineasta negra e não-binária, de Angra dos Reis (RJ), para quem o documentário “representa a pluralidade do nosso país”. “O Brasil é um país praticamente continental, somos a maior parte da América do Sul e também uma grande parte da América Latina. E a gente está tentando traduzir isso dentro do nosso recorte de vivências, pessoas e cultura trans. Queremos realmente mostrar que existe cultura e existe história trans em todas as partes desse país. A gente quer acima de tudo celebrar isso, celebrar que existe! Celebrar que há adversidade dentro da adversidade, que temos pessoas negras, brancas, indígenas, que são políticos, que são chefes de cozinha, que são influencers, que são dançarinos, que são educadores, que são autores, que são tudo isso”, afirma.

O roteiro do filme é assinado por Hela Santana, escritora negra, trans e baiana, radicada em São Paulo. Ela explica que o documentário também terá uma narrativa ficcional, com performance e música. Hela é roteirista da antologia de Histórias (Im)possíveis e Encantados 2, além de ser consultora de diversidade da novela Elas por Elas, nova novela das 18h, da TV Globo. Já Gautier Lee, está à frente dos roteiros das segundas temporadas das séries De Volta aos 15, da Netflix, e Auto Posto, do Comedy Central.

Buscando ter diversidade na obra, a equipe de “Pajubá” é composta majoritariamente por pessoas trans e negras. O doc deve ser lançado no ano que vem, e foi contemplada no Edital de Concurso FAC Filma RS, e tem apoio financeiro do Fundo de Apoio à Cultura – Pró-cultura RS FAC.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.