Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

As sabatinas que podem deixar Lula a um voto da maioria no Banco Central

Comissão de Assuntos Econômicos do Senado analisa indicações de Rodrigo Alves Teixeira e Paulo Pichetti à autoridade monetária

Por Nicholas Shores Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 28 nov 2023, 09h04 - Publicado em 28 nov 2023, 09h03

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado analisa nesta terça-feira as indicações, feitas por Lula, de Rodrigo Alves Teixeira e Paulo Picchetti, às diretorias de Relacionamento e de Assuntos Internacionais do Banco Central, respectivamente.

Como já havia indicado, este ano, Gabriel Galípolo (diretor de Política Monetária) e Ailton de Aquino Santos (diretor de Fiscalização), o petista deve ficar a um voto da maioria nas reuniões do Comitê de Política Monetária (Copom), que tem nove assentos.

Na campanha eleitoral e nos primeiros de governo, Lula personificou seus ataques aos juros altos na figura do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. Mais recentemente, o petista fez um afago público ao economista, que participou da instalação da Comissão Nacional do G20, no Palácio do Planalto.

Teixeira e Picchetti foram escolhidos para as vagas de Mauricio Moura e Fernanda Guardado, cujos mandatos terminam em 31 de dezembro. Na reunião do Copom em agosto, ambos votaram por um corte menor da Taxa Selic, de 0,25 ponto percentual. Por cinco votos a quatro, a decisão acabou sendo cortá-la em 0,50 ponto percentual. 

O Copom se reúne mais uma vez neste ano, em 12 e 13 de dezembro.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.