Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

O Som e a Fúria

Por Felipe Branco Cruz
Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal
Continua após publicidade

Por que Madonna trocou banda por playback no show em Copacabana

Apresentação da cantora no Rio de Janeiro prevê público de 1,5 milhão de pessoas neste sábado, 4 de maio

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 15h10 - Publicado em 3 Maio 2024, 17h51

Madonna realizará seu show de encerramento da The Celebration Tour em Copacabana neste sábado, 4, sem a presença de banda, conforme ocorreu em todas as outras quase 80 apresentações da cantora pela América do Norte e Europa. De acordo com Stuart Price, o produtor musical da turnê, os shows foram idealizados com a intenção de que a cantora revisitasse mais de 40 músicas de sua discografia, contando com gravações antigas e originais, mash-ups novos, e até trechos inéditos de álbuns icônicos, em “uma jornada auditiva e sensorial pela vida e arte de Madonna”, explicou ele à Billboard em Londres, pouco depois do início da maratona de apresentações, em outubro. Essa turnê é a primeira da cantora sem a companhia de uma banda ou um disco inédito, contando com fundo musical em playback e convidados especiais em diversos momentos. Já a voz, ela promete cantar de verdade, mas com efeitos e amplificadores, que prometem dar conta da amplitude de um show aberto na praia.

“Madonna, desde o início, decidiu que queria apresentar o show de uma forma diferente. E ela queria fazer isso de maneiras dignas de nota. Com essa turnê, achei fascinante que ela tivesse decidido: ‘Quero me assumir, ser eu, cantar as músicas e tocá-las de frente e no centro’. Embora eu adore ter uma banda no palco, achei uma ideia interessante que ela queria fazer para isso. Dentro dessa discussão surgiu conceitualmente como podemos criar um conjunto de artistas a partir de gravações originais. A resposta foi: apresentaremos as gravações: vamos desconstruí-las, manipulá-las, reinventá-las, fazer malabarismos e usar partes que nunca foram ouvidas antes”, relembrou Price.

“Quando você chega a uma galeria ou a um museu e vê uma escultura, você não a experimenta apenas em duas dimensões fixas e estáticas; você pode caminhar ao redor de uma escultura e estudá-la de diferentes ângulos. Não seria emocionante se pudéssemos fazer isso com a música – estudá-la em diferentes dimensões? Essas são maneiras diferentes de olhar para dentro”, completou o produtor.

Continua após a publicidade

Na quinta-feira, 2, Madonna ensaiou para o show em Copacabana e subiu ao palco montado na praia. De quimono preto e máscara amarela neon sobre o rosto, a cantora entoou hits como Nothing Really Matters, Burning Up, Express Yourself, La Isla Bonita e Live to Tell — momento no qual os telões homenagearam vítimas da crise da Aids como Renato Russo, Cazuza, Betinho, além de amigos pessoais da cantora. Pabllo Vittar fará uma participação especial em Music. 

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.