Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Modo Avião Por Tatiana Cunha As dicas certeiras de turismo e os lugares incríveis do planeta para você planejar sua próxima viagem

Os cinco lugares que gostaria de ir em 2018

Ano novo, época de renovar os sonhos e refazer a lista de lugares que desejemos conhecer no ano que se inicia. Quer saber os meus?

Por Tatiana Cunha Atualizado em 30 jul 2020, 20h37 - Publicado em 1 jan 2018, 14h05

Vou ser bem sincera… eu realmente não preciso de desculpa para adicionar novos lugares à minha lista de desejos de viagem.

Estou sempre vendo coisas e lugares diferentes e adicionando uma nota mental: “este eu ainda vou conhecer”.

Mas, ano novo, tempo de renovação, de novos sonhos… pensei que seria adequado fazer uma lista de lugares que gostaria de ir neste ano que se inicia. E digo ir e não conhecer porque na minha lista há pelo menos um lugar ao qual já fui mas que desejaria voltar.

Também achei que seria conveniente restringir esta lista. Porque, se dependesse apenas do meu desejo, ela seria quase interminável. E hoje em dia, na era dos 140 caracteres (que não são mais 140…), ninguém tem tempo a perder. Por isso resolvi escolher, com certa dor no coração, 5 lugares que gostaria de ir em 2018.

Porque, afinal de contas, sonhar não custa espaço muito menos dinheiro!

E você, onde gostaria de ir no ano que começa??

 

1. Alasca

EUA

Não sei dizer exatamente quando a minha obsessão pelo Alasca começou, mas já faz alguns anos. E todo ano que começa eu prometo para mim mesma que vou fazer o possível para realizar este sonho. Mas, até hoje, nada. Ano passado passei perto.Estive em Los Angeles por mais de um mês, no verão, e achei que seria a hora. Verão, tinha milhas para usar… mas não. Não rolou. Combinei com uma amiga de ir me encontrar e acabamos viajando pela Califórnia mesmo. Não me arrependo, porque foi incrível. Mas o Alasca continua na lista. Meu sonho, sonho é alugar um motorhome e viajar pelo Estado, parando em diversos parques nacionais, como Denali, Kenai, visitar museus, geleiras e afins… Quem sabe este não é o ano??

 

2. Salar de Uyuni

Bolívia

Continua após a publicidade

Desde que vi a primeira foto deste que é o maior e mais alto deserto de sal do mundo fiquei fascinada. Ignorância minha, não faz muito tempo que isso aconteceu. Mas desde então sonho com o dia que finalmente colocarei meus pezinhos (maneira de dizer…) neste lugar tão diferente de tudo o que estamos acostumados a ver e a visitar. A história e as lendas que o envolvem tornam o lugar ainda mais intrigante. Será que em 2018 desencanto?

 

3. Islândia

Pode dizer que eu sou clichê. Não me importo. Hoje conheço pelo menos uns seis amigos próximos que estiveram na Islândia recentemente. Sim, provavelmente todos entraram na “modinha”. Talvez até eu esteja querendo entrar na “modinha”, mas não me importo. A primeira lembrança que tenho de ver uma paisagem islandesa e pensar “tenho que conhecer” foi ao assistir ao filme “A Vida Secreta de Walter Mitty”. Desde então fui bombardeada com posts de amigos e com imagens na imprensa deste pequeno e gelado país. O mais engraçado é que, depois de febre islandesa, descobri que um grande amigo meu é descendente de islandeses e já foi para lá um punhado de vezes. Justamente por isso, prometi a mim e a ele, que só vou para lá quando ele for de guia turístico ou quando preparar um guia de viagem feito por um local. Será que este é o ano?

 

4. Lençóis Maranhenses

Esta é uma paixão mais antiga e certamente não me lembro da primeira vez que as imagens paradisíacas dos Lençóis chegaram a mim. E, apesar de estar mais próximo da minha realidade, ainda não consegui fazer acontecer uma viagem a este cantinho tão especial do nosso país. A ideia de passear por dunas, lagos e praias é quase hipnotizante para mim e tenho fé de que em 2018 realizo este sonho. Só de pensar nos pores do sol neste lugar fico arrepiada!

 

5. Japão

Pelas minhas contas, já fui ao Japão nove vezes. Sim, todas foram a trabalho, mas em boa parte delas consegui tirar um ou mais dias para viajar por este país tão diferente, fascinante e encantador. Mas, ainda assim, todos os dias penso em quando vou voltar. Viajar para o Japão não é fácil. É longe, é caro, nem todo mundo quer ir…. Mas eu garanto que quando se chega lá qualquer um é surpreendido. Em uma das vezes que estive lá, tirei uma semana de folga e fui para Hiroshima, Nara e Kyoto. Mas preciso confessar que minha memória é péssima e mal lembro de minha passagem por lá. Só lembro de ter ficado encantada com Kyoto e seu Palácio Imperial. Justamente por isso Kyoto está na minha lista de desejos para o ano que começa.

 

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês