Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

Bolsonaro aponta para Ciro para fingir não ter medo de Lula

A estratégia do governo é demonstrar preocupação com o candidato do PDT, mesmo sabendo que a briga principal será com o PT

Por Matheus Leitão Atualizado em 21 jun 2021, 13h28 - Publicado em 21 jun 2021, 09h19

Articuladores políticos do presidente Jair Bolsonaro tem cada vez mais falado e difundido uma preocupação em relação ao candidato pedetista à presidência, Ciro Gomes.O movimento não é por acaso. E sim, estratégia. No bolsonarismo nada é por acaso.

Um dos principais assessores do presidente contou que a ideia é usar Ciro para fingir não ter medo do ex-presidente Lula, o provável e mais difícil adversário de Bolsonaro em 2022.

Segundo informou o Radar, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, fez uma exposição com os diferentes cenários de 2022, e apontou Ciro como o único, no momento, com um marqueteiro para oferecer risco em 2022.

Como informou a coluna, a contratação de João Santana preocupa mais o próprio PT, porque o marqueteiro  é praticamente um “arquivo vivo” do partido que esteve no poder por 13 anos consecutivos.

Sim, João Santana já mudou a cara de Ciro Gomes em pequenas inserções nas redes sociais. Santana começa a mostrar o mesmo estilo que usou nas vitoriosas campanhas de Lula em 2006 e de Dilma em 2010 e 2014.

Talvez nem mesmo o marqueteiro acredite que Ciro possa ser o candidato de centro que vai impedir a chegada de Bolsonaro ao segundo turno. A maior chance é de que Lula esteja lá, se continuarem as mesmas condições de temperatura e pressão que são vistas hoje no país.

O país sabe que Lula aprendeu a ganhar uma eleição em dois turnos. Há uma aura sobre os governos do petista, seja na forma de fazer política, seja na de dar certo na economia. Lula já está se aproximando até dos evangélicos, reduto fiel ao bolsonarismo.

Por isso tudo, o medo de Jair Bolsonaro é de Lula e não de Ciro, que poderá ter um teto baixo como em 2018. No Palácio do Planalto, a ideia é usar Ciro de palhaço da tourada, apenas como chamariz para tirarem o olho do ator principal.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)