Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho e Isabella Alonso Panho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

O dia em que Lula perguntou se Moro era imparcial – e a resposta do juiz

Em setembro de 2017, no segundo depoimento prestado na Lava Jato, ex-presidente quebrou o protocolo para questionar o então magistrado sobre sua isenção

Por José Benedito da Silva Atualizado em 24 jun 2019, 18h05 - Publicado em 24 jun 2019, 16h57

No dia 13 de setembro de 2017, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontrou-se com seu algoz, o então juiz Sergio Moro, pela segunda vez para depoimento relativo a um processo da Operação Lava Jato no qual o petista era réu. O primeiro havia sido em 24 de maio daquele mesmo ano, no caso do tríplex do Guarujá, que acabou levando o petista à prisão.

O segundo encontro, com Lula ainda livre, era sobre as suspeitas envolvendo um apartamento em São Bernardo do Campo – vizinho ao de Lula – e um terreno em São Paulo que seria direcionado para o Instituto Lula. Nos dois casos, a suspeita era a de que os imóveis haviam sido doados ao petista pela Odebrecht.

Ao final do depoimento, Lula pediu autorização para fazer uma pergunta a Moro, o que é inusual em uma audiência – um réu fazer um questionamento ao juiz. Mas Moro concordou e o petista foi direto: questionou se o magistrado seria imparcial em relação ao processo dele.

A tese de que Moro foi parcial sempre esteve entre os principais argumentos da defesa de Lula, mas a suspeita ganhou corpo após o vazamento, pelo site The Intercept Brasil, de diálogos entre o então juiz e Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato, em que Moro orienta operações, sugere testemunha contra o petista e até pede para que o Ministério Público Federal emita nota questionando o “showzinho” da defesa no primeiro depoimento.

Relembre o diálogo entre Lula e Moro:

Lula: Doutor, eu sei que o senhor deve estar cansado, deve ter outras audiências, mas eu não posso deixar de dizer que esse processo contra mim fizeram com que vocês virassem reféns da imprensa. E vou terminar fazendo uma pergunta para o senhor, doutor.

Continua após a publicidade

Moro: Hum…

Lula: Eu vou chegar em casa amanhã, vou almoçar com oito netos e uma bisneta de 6 meses. Eu posso olhar na cara dos meus filhos e dizer que eu vim a Curitiba prestar depoimento a um juiz imparcial?

Moro: Bem, primeiro não cabe ao senhor fazer esse tipo de pergunta para mim, mas de todo modo, sim.

Lula: Porque não foi o procedimento na outra ação, doutor (a do tríplex).

Moro: Eu não vou discutir a outra ação com o senhor, senhor ex-presidente, se nós fôssemos discutir aqui, a minha convicção foi que o senhor é culpado. Não vou discutir aquele processo aqui, o senhor está discutindo lá no Tribunal (TRF4), e apresente suas razões no Tribunal, certo? Se o senhor for discutir aqui não seria bom para o senhor.

Lula: É, mas é porque nós temos que discutir aqui.

Continua após a publicidade

Moro: Eu vou interromper aqui a gravação, certo.

Lula: Eu vou continuar esperando que a justiça faça justiça nesse país.

Moro: Perfeito. Pode interromper a gravação

 

Conheça os detalhes da história de Sergio Moro no podcast Funcionário da Semana:

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.