Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Advogada ligada a Bolsonaro terá difícil missão envolvendo Daniel Silveira

Karina Kufa anuncia que vai defender o parlamentar bolsonarista em questões eleitorais

Por Da Redação 18 Maio 2022, 13h18

A advogada Karina Kufa sempre foi muito próxima ao presidente Jair Bolsonaro (PL), a quem defendeu na campanha vitoriosa na eleição presidencial de 2018. Também foi a advogada do fracasso projeto do Aliança pelo Brasil, o partido que Bolsonaro queria criar para chamar de seu, mas naufragou por completo, conforme mostrou matéria de VEJA (leia aqui).

Agora, ela terá uma missão ainda mais difícil. A advogada acaba de anunciar que será a representante nas questões eleitorais do deputado bolsonarista Daniel Silveira (PTB-RJ), o controverso (para dizer o mínimo) parlamentar condenado e preso pelo Supremo Tribunal Federal por incitar ataques à Corte e animosidade contra as instituições.

A condenação de Silveira rendeu a ele a condição de inelegibilidade, que os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e do STF entendem que não está superada pelo polêmico indulto presidencial concedido por Bolsonaro, gesto que desencadeou uma nova crise entre o presidente e o Judiciário.

O deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) e o ministro Alexandre de Moraes: novo encontro marcado, agora na Justiça Eleitoral
O deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) e o ministro Alexandre de Moraes: novo encontro marcado, agora na Justiça Eleitoral Cristiano Mariz/VEJA/Evaristo Sá/AFP/Reprodução

O caso de Silveira não transitou em julgado no STF, ou seja, ele ainda pode recorrer, embora sejam mínimas as chances de ele reverter a condenação, que foi imposta com o voto de dez dos onze ministros da Corte. Com isso, em agosto, quando as candidaturas forem registradas, o TSE, provavelmente já sob a presidência do ministro Alexandre de Moraes, que foi relator do caso de Silveira no Supremo, terá que deferir ou não o registro da candidatura do deputado.

Ou seja, vai ser difícil a missão de Karina Kufa para colocar o nome de Silveira na urna eletrônica na votação de outubro.

Ele tem a ambição de concorrer a senador pelo Rio de Janeiro, no que tem o apoio do bolsonarismo radical, mas, por enquanto, não do presidente. O senador Romário Faria (PL-RJ), que busca a reeleição, já disse que no Rio ele é o candidato de Bolsonaro à única vaga em disputa para o Senado.

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)