Veja Digital - Plano para Democracia: R$ 1,00/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A nova derrota de Bolsonaro após condenação por ofender jornalistas

Presidente terá que pagar 100.000 reais de indenização em processo movido por sindicato

Por Sérgio Quintella Atualizado em 5 jul 2022, 12h38 - Publicado em 5 jul 2022, 11h33

O presidente Jair Bolsonaro (PL), condenado no mês passado a pagar uma indenização de 100.000 reais em um processo movido pelo Sindicato dos Jornalistas de São Paulo, viu sua última tentativa de rever a decisão de primeira instância ser indeferida. Na ocasião, a juíza Tamara Hochgreb Matos, da 24° Vara Cível de São Paulo, concordou com a tese de que as reiteradas ofensas do presidente à categoria caracterizavam um dano moral coletivo.

“O réu reiteradamente manifesta-se, em seus pronunciamentos públicos e em redes sociais, de forma hostil e belicosa contra a categoria dos jornalistas profissionais, desprezando-os e desqualificando-os, como categoria e até mesmo como pessoas, visando desmoralizá-los, utilizando-se de termos ofensivos, vulgares e até mesmo ilícitos, incompatíveis com a urbanidade e maturidade esperada de um presidente da República, e com os princípios da dignidade humana, da moralidade e da impessoalidade que devem nortear o exercício de tal cargo”, escreveu a magistrada.

No recurso, a defesa do presidente da República afirmou que ele não foi citado dentro do prazo legal e que sua contestação não foi levada em conta. A juíza que julgou os embargos na última segunda-feira, 4, ressaltou que as considerações de Bolsonaro foram levadas em conta, sim, e que não poderiam alterar as conclusões do caso julgado.

Como a decisão é passível de recursos em instâncias superiores, a defesa do presidente deverá recorrer para não pagar os 100.000 reais.

 

 

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)