Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Em Cartaz

Por Raquel Carneiro Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

Robert De Niro acusa premiação de censurar suas críticas a Donald Trump

Ator interrompeu discurso na cerimônia do Gotham Awards para tecer críticas à política americana que haviam sido retiradas do roteiro pela organização

Por Thiago Gelli Atualizado em 9 Maio 2024, 19h47 - Publicado em 28 nov 2023, 16h41

Na noite de segunda-feira, 27 de novembro, a premiação Gotham Independent Film Awards laureou alguns dos destaques do cinema independente de 2023 em Nova York, aglomerando em sua cerimônia figuras como Leonardo DiCaprio e Robert De Niro — que apesar de estrelar um dos filmes honrados, não ficou contente com o evento. Durante seu discurso de apresentação da categoria honorária “ícone histórico”, que reconheceu o longa Assassinos da Lua das Flores, o ator acusou a organização de censurar sua fala.

Enquanto lia o teleprompter com seu texto, De Niro aparentou estar confuso. Ao fim da fala, ele saiu do roteiro e esclareceu a situação: “Só quero dizer uma coisa: o começo do meu discurso foi editado e cortado sem eu saber — e quero ler o discurso na íntegra agora”. Sacando o celular do bolso, ele então encontrou o que tinha escrito e continuou a falar. A parte supostamente cortada pela organização diz: “A história não é mais história. A verdade não é verdade. Até os fatos estão sendo substituídos por alternativas motivadas por conspirações e feiura.” O ator então criticou a reforma no currículo escolar da Flórida referente à história negra, que agora afirma que escravos “desenvolveram habilidades que os beneficiaram”. 

Trazendo a crítica para Donald Trump — que almeja ser reeleito em 2024 —, ele completou: “Mentir se tornou mais uma ferramenta no arsenal do charlatão. O ex-presidente mentiu para nós mais de 30.000 vezes durante seus quatro anos de mandato, e continua a mentir agora em sua campanha — mas todas as suas mentiras revelam sua alma. Ele ataca os fracos, destrói os bens da natureza e mostra seu desrespeito ao usar ‘Pocahontas’ como xingamento, por exemplo”. Ele então prosseguiu com os afazeres e entregou o prêmio aos seus colegas de cena.

Continua após a publicidade

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.