Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Em Cartaz

Por Raquel Carneiro
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

Medo de “efeito Stranger Things” fez diretor acelerar gravação de ‘Avatar’

James Cameron decidiu rodar duas sequências além de 'Avatar 2: O Caminho da Água' para preservar aparência jovem de atores adolescentes

Por Kelly Miyashiro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 21 dez 2022, 18h19 - Publicado em 21 dez 2022, 15h32

Diretor da franquia Avatar, James Cameron lançou em dezembro a primeira sequência do filme de sucesso de 2009, Avatar 2: O Caminho da Água. O cineasta, entretanto, já aproveitou para gravar mais duas novas continuações de uma só vez, a fim de evitar o que ele chama de “efeito Stranger Things”. A série de sucesso da Netflix começou com um elenco principal composto por crianças, que já cresceram na vida real, e as mudanças corporais são nítidas nas temporadas recentes. Mesmo com os efeitos especiais, Cameron temia que os personagens adolescentes de seus filmes ficassem com a aparência de adultos.

“Trinity Jo-Li Bliss tinha cerca de 7 anos quando foi escalada como Tuk na sequência e agora tem 13, enquanto Jack Champion, de 18 anos, que interpreta Spider, tinha 12 e crescia como uma erva daninha”, explicou Cameron em uma entrevista à Entertainment Weekly. O diretor justifica a gravação do segundo, terceiro e o primeiro ato do quarto filme de forma acelerada como necessidade para que evitasse uma discrepância maior dos atores. “Caso contrário, você consegue – e eu amo Stranger Things – mas você consegue o efeito Stranger Things, em que eles deveriam estar ainda no ensino médio, mas eles parecem ter 27 anos”, disse o cineasta. “Você sabe, eu amo o show. Tudo bem, vamos suspender a descrença. Nós gostamos dos personagens, mas, você sabe”, completou.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.