Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Em Cartaz

Por Raquel Carneiro
Do cinema ao streaming, um blog com estreias, notícias e dicas de filmes que valem o ingresso – e alertas sobre os que não valem nem uma pipoca
Continua após publicidade

A estratégia de ouro de ‘The Chosen’ para continuar sucesso milionário

Novos episódios da série chegaram aos cinemas na quinta-feira, 2, e outra leva aguardada estreia em 16 e 30 de maio

Por Thiago Gelli Atualizado em 9 Maio 2024, 15h11 - Publicado em 3 Maio 2024, 11h38

A série The Chosen – Os Escolhidos pode não transformar água em vinho, mas sabe como poucos fazer marketing, vertendo uma produção independente em sucesso do cinema. Iniciada em 2019, a partir de uma vaquinha on-line, a série de TV criou sua própria plataforma de streaming, onde exibe até hoje o programa de forma gratuita, legendado e dublado, antes de chegar na casa de gigantes como a Netflix e até o SBT. Não bastasse o sucesso como serie de TV, seus criadores adotaram uma estratégia surpreendente: em sua quarta temporada, The Chosen vem sendo exibida antes nos cinemas. No Brasil, os episódios 3 e 4 acabam de estrear nas salas, enquanto a dupla 5 e 6 chega em 16 de maio e os últimos dois, no dia 30 do mesmo mês.

Os dois primeiros capítulos já se revelaram surpreendentes arrecadando mais de 12 milhões de reais por aqui. O sucesso, porém, não é de todo inesperado — pelo contrário, vem de uma receita milagrosa que já havia sido implementada nos Estados Unidos, onde a exibição da temporada completa movimentou mais de 30 milhões de dólares nas salas de cinema. Engenhosa, a estratégia cultiva público vasto ao disponibilizar as temporadas anteriores do programa gratuitamente em seu site oficial, enquanto a quarta fase só chega à internet após a exibição completa nos cinemas.

Os direitos de distribuição mundial foram adquiridos pela Lionsgate em 2022, mas sua origem, como dito acima, é mais humilde. The Chosen começou em 2017 com um curto episódio, espécie de trailer, feito para apoiar o projeto de financiamento coletivo. Após cativar 16 000 contribuintes e arrecadar mais de 10 milhões de dólares, a série começou a produzir sua primeira temporada, lançada em 2019. O sucesso foi tanto que, ao fim de 2022, pelo menos 108 milhões de pessoas haviam assistido ao menos parte de um episódio, segundo a Forbes americana, e mais de 40 milhões de dólares foram levantados pela iniciativa — capital destinado ao plano de completá-la após sete temporadas.

Nos Estados Unidos, a quarta temporada foi dividida em três blocos ao invés de quatro e encerrou o ciclo de exibição com a estreia da última parte em 29 de fevereiro. Bíblico, o seriado narra a história de Jesus Cristo e seus seguidores, com o objetivo de “humanizar” a figura e as parábolas religiosas, segundo o criador Dallas Jenkins. Sem data de estreia, a quinta temporada da saga já está sendo filmada e deve trazer o Messias cristão de volta às salas em algum ponto de 2025.

Continua após a publicidade

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.