Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Dúvidas Universais Por Duda Teixeira Os fatos internacionais que desafiam a lógica e o bom-senso explicados de maneira clara e atraente. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Tem gente com o nome Hitler?

Somente no Brasil, são 188. Mas nenhum deles é descendente do Adolf original.

Por Duda Teixeira 27 Maio 2017, 07h00

No Brasil, o site do IBGE que permite buscar no Censo 2010 pelos primeiros nomes das pessoas indica que há 188 pessoas chamadas Hitler. Elas vivem principalmente em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Na lista dos ditadores que se envolveram na II Guerra, o soviético Stálin (Josef) fica um pouco atrás: 110 indivíduos. O italiano Mussolini (Benito) vem com 40.

Do primeiro-ministro inglês Churchill (Winston), não aparece nada. O consolo para os que torcem pela democracia é que Roosevelt sai bonito em primeiro lugar neste ranking, com 1768 pessoas.

Os Hitler brasileiros não são familiares do Adolf original, pois esse não deixou descendentes. Hitler se matou com a mulher Eva Braum em Berlim com cianeto. Ele também deu um tiro na própria têmpora direita quando o Exército Vermelho, da União Soviética, se aproximava do seu bunker. O casal não deixou descendentes. Uma meia-irmã dele teve filhos, mas com outro sobrenome.

Os Hitler de hoje são herdeiros de adoradores do ditador nazista. O produtor de filmes Matt Ogens, americano, chegou até a fazer um filme com os Hitlers que vivem nos Estados Unidos chamado Conheça os Hitlers (Meet the Hitlers, em inglês), lançado em 2014.

 

Continua após a publicidade

 

OUTRAS DÚVIDAS UNIVERSAIS

Por que os italianos gesticulam tanto?

O que os generais de Kim Jong-un anotam em seus caderninhos?

Quer ser avisado sobre os próximos posts? Siga o blog no Twitter @DudaTeixeira e no Facebook Duda Teixeira – Dúvidas Universais

 

Em 2009, um casal de Nova Jersey, nos Estados Unidos, perdeu a guarda dos filhos depois que um supermercado se recusou a decorar um bolo de aniversário com a frase: “Feliz Aniversário, Adolf Hitler”. Adolf, a sua irmã Aryan Nation (Nação Ariana) e Hons Honszlynn Hinler Campbell, que seria uma homenagem ao nazista Heinrich Himmler e nasceu depois, foram separados da própria família. Os promotores afirmaram que o motivo da decisão não foram os seus nomes, e sim a violência dentro de casa. Os pais negaram que fossem neonazistas.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)