Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Dúvidas Universais Por Duda Teixeira Os fatos internacionais que desafiam a lógica e o bom-senso explicados de maneira clara e atraente. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Por que os chineses falam alto?

Chineses falam alto, quase gritando. Até mesmo em Hong Kong, que foi colônia da Inglaterra até 1997, os turistas que chegam do resto da China são ensinados a se expressar em baixo volume. Em 2012, uma agência estatal publicou orientações pedindo que as pessoas falassem no volume apenas necessário para que outra pessoa conseguisse ouvir […]

Por Duda Teixeira Atualizado em 30 jul 2020, 22h50 - Publicado em 4 Maio 2016, 07h45
Turistas chineses posam para foto em frente ao Palácio de Versalhes, na França, em novembro de 2016. (Crédito: Pascal Le Segretain/Getty Images)

Turistas chineses posam para foto em frente ao Palácio de Versalhes, na França, em novembro de 2015. (Crédito: Pascal Le Segretain/Getty Images)

Chineses falam alto, quase gritando. Até mesmo em Hong Kong, que foi colônia da Inglaterra até 1997, os turistas que chegam do resto da China são ensinados a se expressar em baixo volume.

Em 2012, uma agência estatal publicou orientações pedindo que as pessoas falassem no volume apenas necessário para que outra pessoa conseguisse ouvir e evitassem chamar os outros à distância.

Há duas razões para os chineses falarem tão alto

A primeira é o passado rural da China. No campo há menos gente por metro quadrado e é preciso gritar para se fazer ouvir. A população urbana chinesa só ultrapassou a rural em 2012.

A segunda razão está ligada ao regime comunista. Em países autoritários, não é necessário demonstrar bons modos para convencer uma outra pessoa a fazer algo ou fechar um negócio. O que importa é espernear mais alto para obter mais das autoridades.

Alguns habitantes da Coreia do Norte que escapam da ditadura e chegam até Seul, na Coreia do Sul, possuem o mesmo vício. Na cidade de Hanawon, onde um centro governamental ajuda na adaptação de migrantes, eles são ensinados a baixar o tom de voz. Os que moravam na província de Hamkyong, que faz fronteira com a China, são conhecidos por “falar alto como os chineses”.

 

Continua após a publicidade

OUTRAS DÚVIDAS UNIVERSAIS

Como os diplomatas da Coreia do Norte vivem sem salário?

Por que há tantos irmãos terroristas? 

Por que ditaduras gostam de ter “Democrática” no nome oficial?

Quer ser avisado sobre os próximos posts? Siga o Dúvidas Universais no Twitter e no Facebook.

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)