Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Clarissa Oliveira Notas sobre política e economia. Análises, vídeos e informações exclusivas de bastidores

Bolsonaro cada vez mais nas mãos do Centrão

Presidente tem esperança de filtrar parte das pressões do grupo ao se antecipar na sugestão de nomes para a Esplanada dos Ministérios

Por Clarissa Oliveira Atualizado em 10 jan 2022, 17h32 - Publicado em 10 jan 2022, 18h00

O presidente Jair Bolsonaro abriu as negociações com o Centrão para reestruturar a Esplanada dos Ministérios. No fim de semana, o presidente confirmou que 12 dos seus ministros vão mesmo deixar seus cargos para poderem disputar as eleições. O Palácio do Planalto sabe que depende desses partidos para colocar de pé seu plano de reeleição, mas ainda tem esperança de driblar ao menos parte das pressões. O plano do Planalto é sugerir antecipadamente alguns nomes que sejam da confiança do presidente, mas que também agradem a esses partidos. A reforma ministerial que começa a ser discutida e o encontro de Geraldo Alckmin com o deputado Paulinho da Força, presidente do Solidariedade, são os temas do Giro VEJA desta segunda-feira.

Publicidade