Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Queda de nave Virgin Galactic deixa um morto e um ferido nos EUA

O acidente aconteceu durante voo de teste, na Califórnia. De acordo com a polícia local, um dos pilotos morreu, e o outro está gravemente ferido

A nave espacial SpaceShipTwo, da Virgin Galactic, caiu nesta sexta-feira, na Califórnia, matando um dos pilotos e deixando o outro gravemente ferido. De acordo com um porta-voz da polícia local, o copiloto morreu e o piloto conseguiu deixar a nave antes da queda.

O acidente aconteceu após a nave enfrentar dificuldades durante um voo de testes, informou a companhia. “Durante o teste o veículo sofreu uma anomalia séria, que resultou na perda da SpaceShipTwo”, informou a empresa em um post no Twitter.

Leia também:

China lança primeira missão de ida e volta à Lua

Cargueiro espacial russo chega com suprimentos à ISS

A nave tinha capacidade para seis passageiros e dois pilotos, cada um equipado com paraquedas. Imagens de TV mostraram partes da nave espalhadas pelo Deserto de Mojave, na Califórnia (oeste dos EUA), de onde havia decolado por volta das 17h (15h de Brasília).

A Virgin Galactic já tinha revelado, anteriormente, também no Twitter, a ocorrência de uma anomalia durante o voo. A nave, que ainda estava em fase de testes, foi posicionada no topo de uma aeronave maior, conhecida como WhiteKnightTwo e liberada para um teste com o motor de seu foguete.

Voos espaciais – A empresa, de propriedade do magnata Richard Branson – fundador do grupo Virgin -, deve lançar em 2016 os primeiros voos espaciais comerciais. Mais de 500 pessoas já reservaram seus lugares ao preço unitário de 200.000 dólares, entre eles os atores Leonardo Di Caprio e Ashton Kutcher e a atriz Demi Moore.

Seu primeiro teste de motor em voo foi realizado com sucesso em abril do ano passado. O modelo da SpaceShipTwo é baseado em um protótipo chamado SpaceShipOne, que em outubro de 2004 conquistou o Prêmio Ansari X, de 10 milhões de dólares.

A Virgin Galactic e sua parceira, a Aabar Investments PJC, de Abu Dhabi, gastaram 500 milhões de dólares no desenvolvimento da SpaceShipTwo e preveem desembolsar mais 100 milhões de dólares antes de iniciar o serviço comercial.

A empresa pretende construir mais quatro naves e vários jatos de transporte WhiteKnight, que também serão utilizadas para uma empresa de lançadores de satélites. Além do voo de passageiros, a Virgin Galactic está negociando parcerias com entidades de pesquisas, incluindo a Nasa, para transportar experimentos, com ou sem os cientistas.

Acidente aéreo – Este é o segundo acidente aeroespacial registrado em uma semana com uma empresa privada, depois da explosão, na terça-feira, do foguete Antares – da empresa Orbital Sciences -, pouco após o lançamento para o transporte da cápsula Cygnus, destinada a abastecer a Estação Espacial Internacional (ISS).

(Com Agência France Presse)