Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

O esforço para salvar raros antílopes africanos da extinção

Quênia inaugura primeiro refúgio do mundo para receber os bongos-orientais, espécie com menos de 100 indivíduos vivendo na natureza

Por André Sollitto 10 mar 2022, 17h20

Nativos da região de florestas equatoriais do Quênia, os bongos-orientais, uma espécie rara de antílope, já andaram em grande número, mas têm sofrido muito com a caça ilegal, com outros predadores e com doenças. Desde a década de 1950, a população caiu e hoje restam menos de 100 bongos vivendo na natureza. Para evitar a extinção desses animais, o Quênia acaba de inaugurar o Mawingu Mountain Bongo Sanctuary, o primeiro santuário do planeta dedicado aos antílopes.

Inicialmente, cinco indivíduos foram selecionados para o santuário, incluindo dois machos. De acordo com o ministro do turismo queniano, Najib Balala, a proposta é inserir grupos de cinco indivíduos a cada seis meses na região. Eles poderão acasalar livremente e já foram selecionados entre rebanhos reprodutores justamente com o objetivo de ampliar a população.

Até 2025, o santuário terá entre 50 e 75 animais. O processo de preparação dos bongos-orientais mantidos em ambientes protegidos para a inserção na natureza demorou 20 anos. Agora, a expectativa dos quenianos é fazer com que a população de bongos no país chegue a 750 animais até 2050.

Embora estejam em grave risco de extinção e tenham sido caçados à exaustão, os bongos não receberam a mesma atenção que os chamados “cinco grandes” dos safáris: elefantes, leões, búfalos, leopardos e rinocerontes. Assim chamados pela dificuldade em serem abatidos, esses animais se tornaram prêmios valiosos para caçadores e hoje são considerados vulneráveis pelos conservadores da vida selvagem.

Fora da natureza, os raros antílopes são encontrados em zoológicos, como o de Varsóvia, na Polônia, e em unidades de conservação.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)