Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nasa quer lançar campo magnético para tornar Marte habitável

Os cientistas pretendem restaurar aos poucos a atmosfera do planeta, de forma que ele possa abrigar oceanos outra vez – e, possivelmente, colônias humanas

A descoberta de que um dia Marte já teve lagos e correntes d’água em sua superfície não é nova. No entanto, segundo os cientistas, tempestades solares acabaram com a atmosfera do planeta, fazendo com que ele passasse de um ambiente quente e úmido para frio e inóspito. Agora, o plano da Nasa, anunciado semana passada durante o Planetary Science Vision 2050 Workshop, nos Estados Unidos, encontro organizado pela Divisão de Ciências Planetárias da Nasa, é recriar as condições habitáveis de Marte. Para isso, os cientistas pretendem lançar um campo magnético ao redor do planeta que pode, lentamente, recuperar sua atmosfera.

Em sua fala durante o encontro, James Green, um dos diretores da agência espacial americana, disse que, se bem sucedida, a tentativa pode levar à futura instalação humana no planeta vermelho. “Se isso puder ser alcançado ainda em vida, a colonização de Marte não estará muito longe“, diz. Segundo ele, o planeta poderia tornar-se habitável nos próximos 100 anos. O objetivo do workshop era discutir projetos espaciais ambiciosos que podem ser implementados – ou ao menos iniciados – até 2050.

Recriando a atmosfera marciana

Segundo Green, a ideia seria lançar um campo magnético em uma órbita estável entre Marte e o Sol. Com isso, seria possível proteger o planeta do processo erosivo provocado pelos ventos solares e fazer com que a atmosfera se recuperasse naturalmente com o tempo.

Embora o projeto pareça ambicioso e os pesquisadores não tenham dado detalhes de como o campo magnético seria lançado e formado, os cientistas afirmam que já existem pesquisas envolvendo “escudos magnéticos” em miniatura para proteger astronautas e espaçonaves da radiação cósmica, e eles acreditam que uma tecnologia semelhante em larga escala poderia ser utilizada para criar o campo magnético em Marte.

As simulações conduzidas por Green e sua equipe mostram que a estrutura poderia fazer com que Marte recuperasse metade da pressão atmosfera da Terra em questão de anos. O efeito estufa criado também aumentaria a temperatura do planeta gelado até 4ºC, permitindo que o gelo presente sob os polos derretesse. “Talvez um sétimo dos antigos oceanos poderia retornar à Marte”, afirma o cientista.

Segundo Green, a ideia apresentada pela equipe é diferente de projetos de terraformação, que propõem alterar artificialmente a atmosfera dos planetas para que eles possam suportar um ecossistema parecido com a Terra. O que os cientistas da Nasa pretendem é deixar que a transformação ocorra naturalmente, utilizando os conhecimentos em física que existem hoje. No momento, o plano ainda é apenas uma hipótese, porém eles consideram que pode ser possível dentro das próximas décadas.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Pedro Thompson

    quer dizer, para a Nasa é mais fácil criar condições em outros planetas do que as coisas darem certo por aqui. Mas que incoerência!

    Curtir

  2. antonio carlos fraguas de carvalho

    Pedro Thompson tem toda razão.

    Curtir

  3. Ex-microempresário

    As coisas não dão certo aqui por nossa causa, não há ET´s não forçando a fazer nada.
    A missão da NASA é relacionada ao espaço, não acabar com a fome ou com as guerras.
    Se a NASA se submeter à opinião pública, as coisas vão parar de dar certo lá também.

    Curtir

  4. housekeeping

    ná ná ná náná nánánááá idioootaaas idiooootaaas

    Curtir

  5. Pra quê mexer em time que tá ganhando? Deixa marte lá na dela mano! Olha o ser humano querendo zuar o barraco todo… E quando acabar a pilha, vão manter o campo magnético com o q? Hamsters correndo em rodinhas pra gerar eletricidade?

    Curtir

  6. augusto carlos pereira furtado

    Thompson definitivamente você deveria estudar mais pra entender as coisas dá ciência.

    Curtir

  7. Vanessa Pereira

    Criar um campo magnético em um planeta que esta trocentos milhões de quilômetros da Terra… Sei.

    Curtir

  8. Bernardo Abaurre

    Tomara que consigam, e que criem um mundo novo livre de política e religião, essas porcarias que destroem a humanidade!

    Curtir

  9. Demetrius Assucena

    Só pode ser piada, criar um campo magnético em Marte. Em relação às informações apresentadas pela NASA, é possível ver as contradições em suas próprias declarações, então vejamos, em 2016 por cinco vezes, astronautas e cientistas da NASA e o próprio ex-presidente Obama, afirmaram em reportagens (que podem ser vistas) que somente agora é possível voar e explorar além da orbita baixa da terra ( 2000 km), pois agora temos a tecnologia para passar pelo cinturão de Van Halem ( afirmação feita por um cientista da NASA em reportagem). A pergunta é: como o homem foi à lua em 1969. Alias de 1969 a 1972 ele foi 6(seis) vezes a lua, ou seja, uma media de seis em seis meses uma visita à lua. Após o primeiro voo a lua a NASA ficou de após 40 anos divulgar a fita original, em alta resolução, faltando dois anos para divulgação ela informa que a fita foi perdida,noticiado em toda imprensa, alegando que por medida de economia a fita foi reutilizada, ou seja, um investimento de mais de 200 bilhões de dólares precisou economizar em uma fita, não se fez uma copia sequer da mesma. E a pergunta principal, onde estão as fitas originais das outras cinco missões. (afinal o homem foi 6 vezes a lua) Adivinha, também foram perdidas. Só falta a NASA fotografar o papai Noel saindo do polo norte, que todo mundo vai acreditar que papai Noel existe.

    Curtir

  10. José Carlos Lopes de Oliveira

    Não seria mais digno ajudarem as criancinhas do planeta Terra?

    Curtir