Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Nasa capta a mais nítida imagem da atmosfera do Sol

Novo telescópio registrou cenas da atividade solar cinco vezes mais nítidas do que se via até então

A Nasa (agência espacial americana) divulgou as mais nítidas imagens já registradas até então da atmosfera do Sol, chamada de corona solar. Com imagens mais claras e mais detalhadas, cientistas esperam entender melhor o comportamento da atmosfera do Sol e o impacto no espaço ao redor da Terra, já que explosões na corona solar podem afetar o sistema de satélites na órbita terrestre.

Imagem da NASA na mais alta resolução já feita, da corona solar (Hi-C), no comprimento de onda ultravioleta extremo. Mostrado em verde para aperfeiçoar os detalhes, imagens Hi-C revelam emaranhados detalhados de campo magnético, a canalização do plasma solar em uma série de estruturas complexas.

Imagem da NASA na mais alta resolução já feita, da corona solar (Hi-C), no comprimento de onda ultravioleta extremo. Mostrado em verde para aperfeiçoar os detalhes, imagens Hi-C revelam emaranhados detalhados de campo magnético, a canalização do plasma solar em uma série de estruturas complexas. (/)

Pela primeira vez, a superfície do Sol pode ser vista em detalhes nunca antes observados, em imagens cinco vezes mais nítidas que as registradas até então. Para se ter uma ideia, o telescópio AIA (Atmospheric Imaging Assembly, na sigla em inglês), usado até agora, podia ver estruturas na superfície do sol com a clareza de aproximadamente 1.086 quilômetros de distância. O novo Hi-C (High Resolution Coronal Imager, na sigla em inglês) pode ver com a clareza de 271 quilômetros de distância. Segundo a Nasa, o salto de qualidade pode ser comparado ao das transmissões de TV analógica para a de TV de alta definição.

O Hi-C captou imagens de uma ativa região do Sol durante 330 segundos de um voo que durou dez minutos na órbita solar. “Esses devem ter sido os cinco minutos de voo mais produtivos que já tive”, disse o astrônomo Leon Golub, do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian e um dos líderes da missão.