Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Maior superlua de 2019 poderá ser observada hoje

Assim como outros espetáculos celestes, o melhor é sempre procurar um local com poucas luzes para não atrapalhar a visualização

Nesta terça-feira, 19, cidades de todo o mundo poderão apreciar no céu a maior superlua do ano de 2019. Durante o fenômeno, a Lua pode parecer até 30% maior e 14% mais brilhante.

A superlua ocorre quando o perigeu lunar – ponto da órbita em que o satélite está mais perto da Terra – coincide com a fase cheia da Lua. Hoje, quando atingir essa posição o satélite estará a cerca de 356.761 quilômetros da Terra, segundo a Nasa. A distância média normal entre nosso planeta e a Lua é de 384.000 quilômetros.

A Lua estará completamente cheia nesta terça-feira a partir de 12h54 do horário de Brasília.

No Brasil, contudo, só será possível avistar o fenômeno com o nascer da Lua, que varia de acordo com a localização da cidade. Em São Paulo, acontece às 19h02, em Natal, no Rio Grande do Norte, às 17h56.

Veja também

Assim como todas as observações de espetáculos celestes, o melhor é sempre procurar um local com poucas luzes para não atrapalhar a visualização. Um horizonte livre de obstáculos, como prédios e construções, também é recomendável.

O fenômeno desta noite é tão raro porque, além de ser a maior superlua do ano, a estimativa é de que a Lua só esteja ao mesmo tempo em sua fase cheia e tão próxima do nosso planeta novamente em 2026.

Essa é a segunda superlua do ano – a primeira ocorreu em 21 de janeiro. O próxima e último fenômeno semelhante de 2019 está previsto para 21 de março.