Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Estudo: Julho foi o mês mais quente já registrado na Terra

Hemisfério norte apresentou temperaturas especialmente altas no mês passado

Por Sabrina Brito 18 ago 2021, 17h07

De acordo com a instituição norte-americana Administração Nacional Oceânica e Atmosférica, o mês de julho foi o mais quente da história do planeta. O levantamento apontou que as temperaturas terrestres e oceânicas registradas no período foram 0,93°C mais altas do que a média do século XX, de 15,8°C.

A agência começou a monitorar as temperaturas globais há 142 anos. Até agora, os recordes eram dos meses de julho de 2016, 2019 e 2020, empatados.

No hemisfério norte, a temperatura terrestre ultrapassou em 1,54°C a média do século passado, marco “sem precedentes” de acordo com os pesquisadores. Para a Ásia, julho deste ano foi também o mês mais quente já registrado. Na Europa, o recorde continua com julho de 2018, sendo que este ano ocupa o segundo lugar.

Para a América do Sul, contudo, o mês passado foi apenas o décimo mais quente da história.

Continua após a publicidade
Publicidade