Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cargueiro espacial russo chega com suprimentos à ISS

Após a explosão do foguete Antares, Progress M-25M leva 2,5 toneladas de carga até a estação espacial, garantindo seu abastecimento

A nave espacial Progress M-25M, com mais de 2,5 toneladas de carga, se acoplou com sucesso nesta quarta-feira à Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês), informou o Centro de Controle de Voos (CCV) da Rússia. Com sua ajuda, a explosão do foguete Antares, na noite desta terça-feira, terá pouco impactos no suprimento de alimentos e combustível para a estação espacial.

O cargueiro russo foi lançado da base de Baikonur, no Cazaquistão, horas depois do acidente que inutilizou a cápsula espacial Cygnus – ela reabasteceria a ISS com toneladas de materiais de experimentos científicos, hardware para experimentos, alimentos e outros bens essenciais. Não houve registro de feridos e a Nasa afirmou em comunicado que a tripulação da ISS não corre perigo de ficar sem comida ou outros bens essenciais. Autoridades da agência espacial americana e da empresa Orbital Sciences Corporation começaram a investigação das causas do acidente nesta quarta-feira.

O cargueiro automático russo leva 1,4 tonelada de componentes do combustível que a ISS usa para manter a elevação de sua órbita, 420 quilos de alimentos, água, oxigênio, além de equipamentos científicos e material de manutenção.

Leia também:

China lança primeira missão de ida e volta à Lua

Astronautas fazem caminhada espacial para manutenção da ISS

Poucos acidentes – A Orbital Sciences Corporation tem desde 2008 um contrato com a agência espacial americana para fazer as entregas de carga na ISS. Este foi o primeiro lançamento malsucedido da companhia e o primeiro lançamento noturno do foguete Antares. A missão, conhecida como CRS-3, era a quarta viagem da Orbital para a ISS, contando com o voo de demonstração.

Nesta manhã, a agência espacial russa ofereceu ajuda aos Estados Unidos para o abastecimento da Estação Espacial Internacional. Atualmente, a tripulação da ISS é integrada por seis membros: os russos Maxim Surayev, Aleksandr Samokutiayev e Yelena Serova; os americanos Barry Wilmore e Gregory Wiseman; e o alemão Alexander Gerst.

(Com Agência France Presse e EFE)