Clique e assine a partir de 8,90/mês

Astronautas retornam à Terra em cápsula da SpaceX após viagem histórica

Behnken e Hurley pousaram no Oceano Atlântico após ficarem dois meses na Estação Espacial Internacional

Por Felipe Branco Cruz - Atualizado em 2 ago 2020, 16h58 - Publicado em 2 ago 2020, 16h47

Os astronautas da Nasa Bob Behnken e Doug Hurley retornaram em segurança à Terra neste domingo, 2, a bordo da cápsula SpaceX Dragon. O pouso ocorreu no Oceano Atlântico, no golfo da Flórida, perto da cidade de Pensacola. Os dois astronautas ficaram dois meses na Estação Espacial Internacional, depois de entrarem para a história como as primeiras pessoas a serem enviadas para a órbita do planeta em um foguete privado, como parte da missão SpaceX Demo-2.

A missão, concluída neste domingo, tinha como objetivo provar que a empresa era capaz de levar seres humanos para fora da Terra e trazê-los de volta em segurança. Além disso, essa foi a primeira missão tripulada lançada do solo americano em quase uma década, após o fim dos ônibus espaciais. A missão foi transmitida ao vivo pela internet, inclusive o resgate dos astronautas no Oceano. A nave pousou no mar por volta das 15h45 (horário de Brasília).

O pouso no oceano ocorreu após a abertura de quatro para-quedas. A Nasa e a SpaceX havia pré-selecionado sete locais para o pouso. Eles foram retirados da água pela embarcação Go Navigator, um navio operado pela SpaceX. Esta foi o primeiro resgate marítimo de uma espaçonave tripulada em 45 anos. A última vez ocorreu em 1975, num encontro entre os Estados Unidos e a União Soviética. Desde então, todos os pousos ocorreram em terra firme.

Os dois astronautas ficaram cerca de 20 horas dentro da cápsula. O tempo foi necessário para realizar as manobras para desacoplar e pressurizar a cápsula da Estação Espacial Internacional. Em seguida, eles ficaram orbitando a Terra até que a Nasa e a SpaceX selecionasse um dos lugares de pouso pré-escolhidos, levando em consideração as condições climáticas, sem chuva, raios, grandes ondas ou ventos fortes. A escolha do local foi feita apenas uma hora antes da cápsula entrar na atmosfera terrestre.

Durante a reentrada, a cápsula usou seu escudo térmico para não se incendiar no atrito causado pela atmosfera, quando as temperaturas podem chegar a 1.927 °C. O atrito ajudou também a reduzir a sua velocidade de 27.358 km/h para 562 km/h. Após o resgate, os astronautas seguirão de helicóptero até o Kennedy Space Center, na Flórida, onde serão avaliados por médicos. Em seguida, eles serão levados para o Johnson Space Center, em Houston, no Texas. A cápsula será reaproveitada e usada em uma nova missão.

Behnken e Hurley estão entre os mais experientes astronautas da Nasa e já viajaram ao espaço duas vezes em missões de ônibus espaciais. Hurley, 53, acumulou no total 28 dias e 11 horas no espaço, e Behnken, 49, tem 29 dias e 12 horas, incluindo 37 horas de caminhada espacial.

Continua após a publicidade
Publicidade