Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

5 provas de que o boicote à Nutella não está com nada

Após recado acusatório da Ministra da Ecologia francesa, veja por que o protesto contra o creme de avelã mais famoso do mundo é desnecessário

Na semana passada a ministra da Ecologia francesa, Ségolène Royal, gerou uma polêmica global ao incitar os telespectadores do Canal+ a boicotar o creme de avelã mais famoso do mundo, a Nutella.

“Nós deveríamos parar de comer porque (o creme) é feito com óleo de palmeira. As palmeiras que produzem óleo substituíram árvores, e assim causaram um dano considerável ao meio ambiente”, disse ela. “O creme de avelã deveria ser produzido com outros ingredientes”.

A ministra não está completamente errada em seu apelo, já que em lugares como a Guatemala e a Indonésia florestas realmente foram dizimadas para dar lugar às plantações dessas palmeiras – a principal é o dendezeiro, daí o azeite de dendê ser o óleo mais comum no setor.

LEIA TAMBÉM:

Michele Ferrero, dono do império Nutella, morre aos 89

Produção de chocolate cai, mas não afeta segmento premium

Mesmo levando esse ponto em consideração, o site de VEJA preparou uma lista com os cinco motivos pelos quais não é necessário boicotar a Nutella. Veja abaixo.